Morre Kofi Annan, ex-secretário-geral da ONU e Nobel da Paz

Ganense morreu aos 80 anos nesta madrugada em um hospital em Berna, na Suíça. Ele foi o primeiro negro a assumir o cargo de chefe da ONU. Ainda não foi revelada a causa da morte.

Kofi Annan em dezembro de 2017 (Foto: Joel Saget / AFP)

Morreu neste sábado (18), aos 80 anos, Kofi Annan, ex-secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU) e Prêmio Nobel da Paz.

Annan, de nacionalidade ganense, morreu durante esta madrugada em um hospital em Berna, na Suíça, informou a fundação Kofi Annan nas redes sociais.

@KofiAnnanFdn
It is with immense sadness that the Annan family and the Kofi Annan Foundation announce that Kofi Annan, former Secretary General of the United Nations and Nobel Peace Laureate, passed away peacefully on Saturday 18th August after a short illness...

6:46 AM - Aug 18, 2018
1,198
1,604 people are talking about this
Twitter Ads info and privacy
"É com imensa tristeza que a família Annan e a Fundação Kofi Annan anunciam que Kofi Annan, ex-Secretário Geral das Nações Unidas e Prêmio Nobel da Paz, faleceu pacificamente neste sábado (18) após uma breve doença. Sua esposa Nane e seus filhos Ama, Kojo e Nina estavam ao seu lado durante seus últimos dias".

A causa da morte ainda não foi divulgada.

Kofi Annan foi o primeiro negro a assumir o cargo de chefe da ONU, onde ficou por dois mandatos, de 1997 a 2006.

Economista, educado nos Estados Unidos e na Suíça, no comando da ONU tratou de temas até então considerados periféricos: a pobreza, o drama dos refugiados, o subdesenvolvimento e a Aids.

Ele também serviu como enviado especial da ONU na Síria, e liderou esforços para encontrar uma solução pacífica para o conflito.

“Eu sou um otimista obstinado. Eu nasci otimista e vou permanecer otimista”, disse Anan, durante uma entrevista à BBC em abril deste ano.
O atual secretário-geral da ONU, Antonio Guterres, escolhido por Annan para chefiar a agência de refugiados da ONU, conta em um comunicado o que ele representava para a organização.

“De muitas maneiras, Kofi Annan era as Nações Unidas. Ele subiu nas hierarquias para liderar a organização no novo milênio com inigualável dignidade e determinação ”, disse.

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *