Condeúba: Terno de Reis canta em aniversário de Manoel de Lucas

Por Oclides da Silveira

mane 15
Manoel de Lucas ao lado da esposa Zilda Rosa Pereira

Ontem dia 14 de outubro de 2017, o Sr. Manoel José Pereira popular “Manoel de Lucas” completou 88 anos de uma  vida feliz, “mas feliz agora disse Sr. Manoel, que a gente tem de tudo aqui na roça e ainda tem alguns que reclamam, tendo em vista o sofrimento que passamos no começo, eu nasci aqui e nunca mudei, trabalhei a minha vida inteira nas lavouras, já se completou 70 anos de casado com a Sra. Zilda Rosa Pereira, cujo matrimônio nasceram 15 filhos no momento não nos lembramos quantos netos e bisnetos temos, só me lembro que temos 5 tataranetos”, afirmou Sr. Manoel de Lucas.

mane 17
Os Ternos de Reis do Sr. Juvenal e Antônio Pereira se uniram e cantaram juntos

Para celebrar o seu aniversário de 88 anos de vida, o Sr. Manoel de Lucas em grande estilo convidou duas Frotas de Reis para cantar na sua residência, uma do Sr. Juvenal Pardinho e a outra de Antonio José Pereira, ambas originárias da Comunidade do Olho D’água. Os Reis que é de muito apreço popular, trouxe ao aniversário do Sr. Manoel de Lucas uma grande quantidade de pessoas, além dos seus amigos que compareceram normalmente.

mane 6 - Cópia
Manoel de Lucas na horas do canto dos parabéns se emocionou

Continuou o Sr. Manoel falando de suas dificuldades para sobreviver no passado, “Na década de 60 eu fui à Vitória da Conquista no Banco do Brasil, cidade mais próxima que tinha agencia bancária e lá solicitei um empréstimo para tocar lavoura de milho, feijão, mandioca e cana, tudo que plantasse aqui saia muito bem, pois chovia uma barbaridade. Então o Banco dias depois mandou um fiscal para conferir se realmente eu tinha terras prontas para o plantio.

Ocorre que o Agente Fiscal do Banco do Brasil veio de automóvel, aí ele ficou enroscado nos Morrinhos dos Farias distante de minha propriedade cerca de 5 quilômentros, motivo  anotado no relatório, nego o empréstimo solicitado por falta de estrada até o destino. Então o Banco do Brasil cancelou a solicitação do empréstimo, para mim foi um ano de muita dificuldade, assim que estiou  resolvi fazer a estrada por minha conta, contratei alguns homens juntamente com meus filhos e começamos a trabalhar no braço para abrir a estrada até minha propriedade, o que não foi nada fácil.

Naquele período o Prefeito do município era o Sr. Dário Lima, a quem recorri e pedi ajuda para continuar com o trabalho que estava ficando muito caro pra eu tocar com meus recursos, porém, recebi do Prefeito a notícia que a Prefeitura não tinha condições no momento, pois estava sem dinheiro até para pagar a folha de pagamento daquele mês. Por sorte, em seguida entrou uma frente de trabalho no município vindo do Governo Federal através da SUDENE, foi aí que terminamos de fazer a estrada que passou pela minha casa.

Depois deste trabalho realizado fui ao Banco novamente solicitei outro empréstimo e disse a eles que já tinha estrada para fiscalizar minhas terras, assim sendo, o fiscal esteve em casa e autorizou o referido empréstimo. Vejam vocês como foi difícil naquela época para o homem do campo sobreviver, nem o essencial para a vida tínhamos do Poder Público que era as estradas. Bem diferente de hoje que  temos estradas de primeira, energia elétrica, água encanada em nossas casas, telefones e internet, mas ainda tem aqueles que reclamam”, concluiu sabiamente o mestre Manoel de Lucas.

Fotos: JFC

 

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail

7 comentários sobre “Condeúba: Terno de Reis canta em aniversário de Manoel de Lucas

  1. Jany Lima Parabéns! Que festa linda! Sr° Manoel desejo muitos anos de vida, que cada dia que se aproxima seja de bênçãos e grandes realizações. Felicidades!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *