Condeúba: Realizada a 7ª Sessão Ordinária da Câmara com muita divergência entre os parlamentares

Por Oclides da Silveira

Os vereadores proferindo a Oração do Pai Nosso no começo dos trabalhos

Nesta quinta-feira dia 12 de abril de 2018, foi realizada a 7ª Sessão Ordinária da Câmara Municipal. No Pequeno Expediente foi lido a Ata da Sessão anterior, ofícios, convite para uma festa na Associação do Olho D’água, Indicação do vereador Reginaldo para murar o Cemitério do Areal, teve 2 Projetos do Executivo fazendo Emenda a LDO. Foi lido também o relatório paralelo da CPI apresentado pela vereadora Nena. Por último foi apresentado um requerimento dos vereadores Toinho Terêncio e Arlindo Cruz, solicitando ao Presidente  que adiasse a votação do relatório da CPI para o dia 26, pois, na próxima Sessão que será dia 19, eles não estarão aqui.

Houve muitas discussões entre os parlamentares de oposição e os da situação, a oposição alega que o Projeto está tramitando na Casa em regime de urgência, então na próxima Sessão do dia 19, já será lido o parecer e votado, acompanhando assim a tradição histórica dos Projetos aprovados no passado, alegou o vereador Carlito. Mesmo assim o Presidente Silvano colocou em votação e ficou assim o resultado, votaram favorável ao requerimento os vereadores Reginaldo, Toinho, Arlindo, Nena e Chaves. Votaram contra o requerimento, Adailton, Conceição, Zé Reis, Maurilio e Carlito, o placar ficou empatado, aí o Presidente Silvano votou a favor do requerimento desempatando e prorrogando a votação para o dia 26 deste mês.

GRANDE EXPEDIENTE 

Vereador Adailton Ramos Vieira

Adailton Ramos  – PCdoB fazendo uso da tribuna “disse  que a CPI ficou incompleta por não ter houvidos todos os supostamente envolvidos nas irregularidades apontadas pela Comissão, sugeriu que retorne aos trabalhos e ouça quem está faltando, pois, o prazo desta CPI vai até o dia 28 deste mês, assim não fica brecha para a defesa alegar”, finalizou o parlamentar Adailton.

Vereador Carlito José Pereira

Carlito  – PP no uso da tribuna “disse escutei com muita atenção a leitura do relatório paralelo apresentado pela vereadora Nena, minha conclusão é que esse relatório ficou parecendo uma carta de desabafo. A vereadora queria que a CPI se adaptasse a ela e não ele se enquadrar nos molde da CPI. O que é de concreto para o município, será a economia de aproximadamente 600 mil reais, valor este que foi pago a mais ano passado para as mesmas empresas e pessoas físicas”, concluiu o vereador Carlito.

Vereador Reginaldo Sobrinho Nascimento

Reginaldo Sobrinho – PSB discursando na tribuna disse que encaminhou um requerimento para montar uma Comissão para estudar a hídrica do município, tentar buscar soluções para o problema. Reginaldo falou sobre a CPI, eu dei minha assinatura para criar essa CPI com objetivo de buscar os possíveis erros da administração, porém, vi que ela teve um rumo diferente pro lado da politicalha. Eu pergunto por que não foram ouvido todos os denunciados? Dessa forma essa CPI ficou sem sentido e descaracterizada. Não podemos ficar brincando de CPI, isso é coisa séria”, esbravejou o parlamentar Reginaldo Sobrinho.

Vereador José Ribeiro Reis

José Reis – PCdoB usando a tribuna “disse questionou a vereadora Nena pra que esse relatório paralelo apresentado se a vereadora assinou todas as oitivas e atas dando tudo por certo e agora ela apresenta esse paralelo? Nossa função aqui é fiscalizar e não investigar, precisamos apurar todo tipo de denuncia, qualquer valor que se desviar do do orçamento fará falta para o município”, finalizou o vereador profetizando “Feliz daquele que não precisa humilhar os outros para se viver”.

Vereadora Maria Neres de Sousa Brito (Nena)

Nena – PSDB na tribuna “disse parabenizo o vereador Adailton, agora vi que ele entendeu muito bem o meu relatório. Volto afirmar que não sou contra a CPI, sou contra as interrupções das oitivas, o relatório oficial está muito politiqueiro. Entendo que mesmo assim foi bom, eu tive um verdadeiro aprendizado com essa CPI. Entendo que  temos de escrever nossos nomes na história deste município com responsabilidade e não brincando de CPI. Não está na hora de ficar pousando de bom moço, precisamos sim, nos unirmos para fortalecer nosso Legislativo. Deixo aqui o meu repúdio ao relatório oficial dessa CPI por não ter ouvido todos”,  afirmou a parlamentar Nena.

Vereador Maurilio Guilherme de Sousa

Maurilio Guilherme – PT usando o tempo de liderança  para questionar o relatório paralelo apresentado pela vereadora Nena, no qual podemos apontar alguns erros. O meu relatório que é o oficial, apontamos subfaturamento entre outros erros da administração, cabe ao Ministério Público apurar. Em aparte a vereadora Conceição disse aqui está tendo vereadores fazendo papel inverso, nossa função é fiscalizar e não investigar”, pontuou Conceição.

Vereador Demá do Município de Cordeiros

Estiveram visitando a Sessão de hoje o nobre vereador Demá do Município de Cordeiros, ele que é da base do governo e pertence ao PSB, está na sua primeira legislatura, além de Zé de Fernando Presidente do PCdoB, Ângela Cruz Presidente do PT, Zé Alves da Mater, Niltão da Feirinha entre outros.

 

 

 

 

 

Fotos: JFC

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *