Ataques terroristas à Paris

Por Nilo Garcia Silveira

Eu gosto de acompanhar as notícias e como todo mundo, fiquei comovido com o que aconteceu em Paris, no dia 13 de novembro de 2015, sexta-feira passada.

Acompanhei atentamente os noticiários para buscar mais informações e logo se confirmou que a autoria dos atentados era do Estado Islâmico.

Apesar do momento triste, era a oportunidade de algum meio jornalístico abordar mais profundamente a situação do Oriente Médio, provocar uma reflexão sincera sobre as trágicas intervenções ocidentais na região.Em nenhum momento quero justificar nenhum ato de violência contra qualquer um, seja esse um europeu, um norte americano ou um árabe; somos todos iguais.

Um atentado terrorista que mata mais de 100 pessoas é uma tragédia terrível. Porém esse foi um ano com notícias tão tristes como essa (950 imigrantes morreram no mar até abri/2015) e essa (mais de 3200 imigrantes morrem só em outubro/2015!). Nesse mar de mortandades temos ainda o pequeno mártir Alan.

Enfim, os franceses e outros cidadãos vítimas desse atentado são apenas uma faceta de uma grande disputa de interesses entre poderosas nações e forças econômicas sobre a região do Oriente Médio. Os imigrantes são uma outra visão triste e cruel desse conflito. Não mencionamos ainda o povo que insiste em permanecer em sua terra natal ou mesmo nos estados que são esmagados e descreditados de poder e autonomia sob seu próprio território.

Fora o ponto de vista dos extremistas e das potências ocidentais, não podemos nos esquecer do ponto de vista russo, uma vez que a Rússia está envolvida por ser aliada do governo sírio.

Os atentados em Paris são mais uma página triste no história que ainda parecer ter novos capítulos de intolerância, insensibilidade, irresponsabilidade e insensatez das grandes forças dominantes do mundo sobre a humanidade.

Blog Rebelde Sensato

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail

Um comentário sobre “Ataques terroristas à Paris

  1. É verdade Nilo tem que provocar uma reflexão sincera sobre as trágicas intervenções ocidentais na região do Oriente Médio. Refletir é preciso, pra ver se o mundo toma um outro rumo mais prudente de respeito de uma nação para com a outra. Foi muito boa sua participação neste tema, parabéns pelo artigo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *