Arquivos diários: 17 de julho de 2018

Entretenimento: Vaquejada de Serrinha abre loja para venda de ingressos em shopping de Salvador

Já está funcionando no Shopping da Bahia uma loja oficial da Vaquejada de Serrinha para venda de ingressos. Quem ainda não adquiriu entradas para a tradicional festa, que acontece de 6 a 9 de setembro, no Parque Maria do Carmo, em Serrinha, agora pode contar com o novo espaço, situado no segundo piso do shopping.

Além de ingressos, a loja ainda vende produtos exclusivos do evento, como bonés e copos. As entradas também estão à venda no site vendas.vaquejadadeserrinha.com.br, no Shopping de Serrinha ou por carnê, presencialmente no escritório do Parque Maria do Carmo. Atualmente, os ingressos individuais custam a partir de R$ 40 (pista meia).

Nesta edição, a Vaquejada terá shows de Wesley Safadão, Bruno e Marrone, Xand Aviões, Harmonia do Samba, Léo Santana, Devinho Novaes, entre outros.

Confira a grade completa:

06/09 – a partir das 13h
Missa do Vaqueiro
Cavalgada pelas ruas da cidade

Festa do Bezerro Manhoso 07/09 – a partir das 16h
Dorgival Dantas
Tayrone
Unha Pintada
Fillipe Aladin
Devinho Novaes

Festa da Vaca Atolada 08/09 – a partir das 16h
Xand Avião
Bruno e Marrone
Danniel Vieira
Harmonia do Samba
Mano Walter

Festa do Boi Malandro 09/09 – a partir das 13h
Gusttavo Lima
Wesley Safadão
Arreio de Ouro
Chicabana
Léo Santana

SERVIÇO:
Vaquejada de Serrinha 2018
Quinta-feira (6) – abertura oficial, com a missa do vaqueiro, às 13h. Em seguida, cavalgada na cidade e abertura das competições esportivas. Entrada gratuita.
Sexta-Feira (7) – Festa do Bezerro Manhoso
Ingressos: Pista Meia – R$ 40; Pista Inteira – R$ 80; Camarote VIP – R$ 85;
Sábado (8) – Festa da Vaca Atolada
Ingressos: Pista Meia – R$ 65; Pista Inteira – R$ 130; Camarote VIP – R$ 135;
Domingo (9) – Festa do Boi Malandro
Ingressos: Pista Meia – R$ 65; Pista Inteira – R$ 130; Camarote VIP – R$ 135;
Vendas: vendas.vaquejadadeserrinha.com.br

Guarda Civil de Brumado inicia capacitação para criação de grupamento especializado

Foto: Lay Amorim/Achei Sudoeste

Neste final de semana, foi iniciada a capacitação da Guarda Civil Municipal (GCM) de Brumado para a criação de um grupamento especializado de operações de pronta resposta em situações críticas fora do cotidiano. A capacitação, realizada no Ginásio Poliesportivo Antônio Alves Ribeiro, ocorreu mediante um termo de cooperação técnica firmado entre a prefeitura, a GCM de Ilhéus e a GCM Brumado, com a colaboração da Secretária de Educação de Brumado, Edneia Ataíde.

A primeira etapa trouxe para Brumado cinco instrutores sob a coordenação do comandante Bandeira, da GCM de Ilhéus. Neste primeiro momento, 31 guardas da GCM Brumado participaram da capacitação, que envolveu várias modalidades de atuação, seja no controle de crise em meio à multidão, bem como na abordagem e desarme de elementos suspeitos, escolta de autoridades, técnicas de operações em eventos e patrulhas ostensivas de apoio aos demais braços da segurança. Continue lendo Guarda Civil de Brumado inicia capacitação para criação de grupamento especializado

CAETANO VELOSO – 50 ANOS DE BOA MÚSICA

Por Thiago BragaNos anos 60, uma novidade surgiu no centro velho, em Salvador, alegrando o Pelourinho. Dono de uma bela voz, Caetano sabia aonde queria chegar, fazendo novos amigos e rendendo elogios pelo talento como músico. Se apresentou em bares da cidade, atraindo muitas pessoas que vinham ouvi – lo cantar. Nunca deixou para trás a irmã Betânia, sua companheira de palco. Juntos, postavam – se nas rodas sociais, como a dupla de cantores que ilustrava a Bahia cheia de luz.

De degrau em degrau, o cantor ganhou simpatia dos amantes da boa música. De modo acanhado, foi entrando sem bater nas festas da época, dando brilho às noites seteropolitanas. Um ritmo diferente que misturava poesia e realidade.

Anos mais tarde, se tornaria o grande nome da Tropicália. Esse movimento o colocou no auge da fama. Isso se estendeu nos shows que passou a fazer longe de casa, já sendo considerado um mito da música popular brasileira. O jovem prodígio conquistou lugar de destaque na música nacional. Virou manchete em alguns jornais de esquerda. Era época da ditadura. A repressão esteve em todo lugar, inclusive nos estúdios e gravadoras, pois o som amador foi proibido de continuar funcionando pelo país.

Cada melodia conta uma história inspirada no gosto pela vida. O compositor baiano, filho de Dona Canô, conta hoje com 76 anos de idade. Parte deles, dedicados à arte musical. As experiências continuam vivas através de uma obra gigantesca em forma de álbuns, discos e CDs. Caetano Veloso tem espaço garantido na MPB, razão pela qual é querido por várias gerações. Traz consigo o antigo violão de cordas, uma peça rara, que desde sempre acompanha o artista em sua longa trajetória.