Arquivos diários: 17 de dezembro de 2017

Condeúba: Definido os finalistas do XIII Campeonato de Futebol da Zona Rural 2017, Tiradinhos X Mocambo

Por Oclides da Silveira

semi 1
Mocambo será o finalista que enfrentá o Tiradinhos

Neste domingo dia 17 de dezembro de 2017, foi realizado o  último jogo das semifinais do XIII Campeonato de Futebol da Zona Rural 2017, entre Mocambo 3 X 0 Carranca, pintando ai mais um finalista, o Mocambo vai definir o título contra o Tiradinhos, não se sabe ainda se o jogo vai ser no sábado ou domingo, haverá uma reunião entre a coordenação e os técnicos dos times.

medonho 1
Mocambo classificado para a grande final do Campeonato Zona Rural 2017

Vamos aos times que jogaram hoje, o Mocambo do técnico Betão esteve o tempo todo buscando abrir o placar, mas o Carranca ficou fechadinho atrás e suportou a pressão do adversário durante o primeiro tempo. Tão logo começou o segundo tempo, o Mocambo abriu o placar através do seu centroavante Edigilson Oliveira, que mais tarde repetiu a dose fazendo o seu segundo gol na partida. faltando uns 15 minutos para o encerramento da partida, o meio campista Marcos Oliveira encerrou a goleada marcando Mocambo 3 X 0 Carranca. Continue lendo Condeúba: Definido os finalistas do XIII Campeonato de Futebol da Zona Rural 2017, Tiradinhos X Mocambo

Condeúba: Reencontro depois de 50 anos dos ex-alunos da Escola Tranquilino Torres

Mensagem dos 50 anos

50 2Caríssimo Padre José Silva, querido povo de Deus, diletos colegas

   Comemora-se hoje, 50 anos de conclusão da primeira turma do Ginásio de Condeúba, que funcionou na Escola Tranquilino Torres. Ano de 1967. Não poderíamos nos esquecer deste único jubileu e também de agradecer a Deus por esta dádiva conquistada no decorrer de nossas vidas, a tão sonhada “formatura” como era denominada naquela época.

    Outrora, éramos jovens cheios de entusiasmo, alegria e esperança no porvir. O convívio estudantil foi magnífico. Começamos em março de 1964, ano da Revolução Militar, com 44 colegas, terminamos em 21 de dezembro de 1967 com 23. Dez homens e treze mulheres. Destes, quatro já se encontram no seio do Senhor. A 4ª Série ginasial daquele tempo equivale hoje ao 9º Ano do Ensino Fundamental. Dos dezenove viventes, uns estão doentes, outros distantes, por isso não é fácil se encontrar.

      Ao completar esses 50 anos, não somos mais os entusiastas de antão, mas pessoas com larga experiência de vida.Todos já na 3ª idade que não estão mais sozinhos, porém acompanhados de seus cônjuges, filhos, filhas, netos e netas.

     Queremos, nesta data, prestar homenagens aos nossos professores e professoras que nos ensinaram e nos ajudaram a dar os primeiros passos na longa caminhada para o estudo. Tínhamos pela frente o Ensino Médio e o Curso Superior fora da nossa terra.

    Foi pelo brilhantismo e convivência, pela responsabilidade e compromisso com o estudo, num período em que não havia a televisão, o computador, a Internet nem o celular, apenas o livro didático, que a primeira turma ficou marcada por esta lembrança agradável em meio a jovens tão esforçados, dedicados e amáveis que contou com o trabalho, com o esforço e carinho de dignos mestres que nos tornamos o que somos hoje. Continue lendo Condeúba: Reencontro depois de 50 anos dos ex-alunos da Escola Tranquilino Torres

Candidatos não negros são aprovados em vagas reservadas no Itamaraty

itamaratiMPF entra com ação solicitando suspensão imediata de nomeação e posse dos diplomatas.

Seis candidatos não negros aprovados em concurso para carreira de diplomata no Ministério das Relações Exteriores (edital 1/13/06/2017) foram inscritos indevidamente em vagas reservadas para negros. O Ministério Público Federal apresentou ação civil pública com pedido de liminar para que a Justiça determine suspensão imediata de nomeação e posse dos envolvidos, segundo o ‘Globo’.

A procuradora da República Anna Carolina Resende Maia Garcia explica no processo que, apesar de não fazerem jus à política de cota racial, os nomes constam da lista dos aprovados na última fase do concurso. Dois deles sequer conseguiram a pontuação mínima exigida para aprovação final, mas foram incluídos na ação após pedirem revisão de notas judicialmente.

“A nomeação e posse de candidatos não negros nas vagas reservadas, além de violar o princípio da igualdade material e descumprir os fundamentos da República Federativa do Brasil acarreta consequências perniciosas que merecem ser ressaltadas”, consta na ação

Salário mínimo só deve aumentar R$ 28

MinimoO Orçamento de 2018, aprovado na última quarta-feira (13) pelo Congresso Nacional prevê um salário mínimo de R$ 965 para o próximo ano. De acordo com as informações divulgadas, o valor é menor do que o previsto inicialmente pelo governo na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), de R$ 969.

O salário é estimado com base no Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) do exercício anterior e no Produto Interno Bruto (PIB) de dois anos antes. Mesmo com a queda em comparação com a LDO, o salário mínimo de 2018 terá um aumento de R$ 28 em relação à remuneração atual.

Com apoio da Prefeitura, Conquista serve de locação para longa-metragem internacional

tinaAlguns lugares de Vitória da Conquista, em breve, poderão ser vistos em telas de cinema, com o longa-metragem Bang Bang. A cidade foi escolhida para servir de locação para a trama de ficção escrita e dirigida por Nicholas Joseph e produzida pela Manga Rosa Filmes.

Conquistense, a produtora executiva do filme, Nicole Fahel, contou o porquê da escolha de sua cidade natal para as filmagens. Nicole, que também é atriz, se formou pela New York Film Academy, em Los Angeles.

“E, agora, com esse aprendizado, quero devolver para a cidade tudo o que me foi dado e trazer um pouco mais de arte, movimentar Conquista e dar essa visibilidade para a cidade. Sempre tive essa vontade”, contou.

Para que este desejo se concretize, o apoio da Prefeitura está sendo fundamental. “Porque precisamos trabalhar com a parceria da cidade. E este apoio significa que a Prefeitura acredita na cultura, na arte”, reforçou a também produtora Fernanda Régis.

Segundo Tina Rocha, secretária de Cultura, a escolha de Nicole demonstra que a jovem produtora aposta na cidade. “Isso já é algo fantástico. E o cinema é uma linguagem especial pela questão cultural, educacional. Não podíamos ficar de fora”, realçou a secretária.

Oportunidade – Bang Bang conta a história de cinco adolescentes que, por diversão, decidem roubar um supermercado em sua cidade e ficam surpresos quando um deles atira no funcionário. Enquanto tentam lidar com a situação, o plano começa a sair errado.

No elenco, Marcelo Serrado, que interpretará o funcionário do supermercado, e Antônia Morais. Além deles, atores norte-americanos, de Salvador e Conquista. “A gente também está possibilitando que profissionais da cidade trabalhem no filme”, enfatizou Fernanda.

A seleção dos atores conquistenses acontece nesta segunda-feira, 18, das 9h às 12h e das 14h às 18h, no Teatro Carlos Jehovah, situado na Praça da Bandeira. As gravações do filme acontecem durante o mês de janeiro.

Chuvas deixam mais de 300 moradores desabrigados em Itarantim

chuva 20
Chuva forte deixa Itarantim debaixo de água – Foto: Reprodução TV  Bahia

As chuvas fortes que atingiram a cidade de Itarantim, sudoeste da Bahia, na madrugada de terça-feira (12) deixaram mais de 300 pessoas desabrigadas até esta sexta-feira (15). São 323 pessoas desabrigadas, que fazem parte de 88 famílias, que precisaram deixar suas casas por conta da chuva, até que sejam feitos reparos nos imóveis. Outras 55 pessoas, que moram em 15 casas, estão desalojadas, ou seja, não podem retornar para os imóveis porque foram condenadas pela Defesa Civil.

De acordo com o G1, no total, somando desalojados e desabrigados, foram 378 pessoas atingidas pelos efeitos do temporal. Segundo a prefeitura, estão disponíveis abrigos em creches e escolas, mas a maioria dos moradores preferiu se hospedar na casa de parentes.

Na terça-feira, choveu 180 milímetros no período de três horas na cidade. Muitas ruas ficaram danificadas e crateras foram abertas. Duas pontes também foram danificadas. Os bairros mais atingidos foram de Tancredo Neves, Bob Kenedy, Senhor do Bonfim, Cajazeiras e parte do Presidente Médici.

Municípios baianos lideram ranking nacional do PIB agropecuário

plantacaoFoto: Imagem/TV Oeste

Os municípios de São Desidério e Formosa do Rio Preto, ambos no oeste da Bahia, tiveram o maior Produto Interno Bruto (PIB) agropecuário do país. O dado é referente ao ano de 2015 e faz parte de uma pesquisa do Instituto de Geografia e Estatística (IBGE), divulgada na quinta-feira (14).

Conforme apontou a pesquisa, São Desidério teve um PIB agropecuário de cerca de R$ 1,8 bilhão e Formosa do Rio Preto, de R$ 1 bilhão. O PIB dos municípios foi elaborado em parceria com a Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia (SEI), as secretarias estaduais de governo e a Superintendência da Zona Franca de Manaus (SUFRAMA).

De acordo com a pesquisa, o município de Barreiras, também no oeste do estado, possui o terceiro PIB agropecuário da Bahia, com R$ 736,8 milhões, mas não figura no ranking das primeiros do país. A Bahia se destaca, ainda, no PIB referente à indústria. No estado, lideram o ranking do setor em 2015, as cidades de Camaçari (R$ 8,4 bilhões), Salvador (R$ 8,3 bilhões) e São Francisco do Conde (R$ 3,9 bilhões).

De 2014 para 2015, Camaçari teve o oitavo maior aumento de participação no valor total gerado pela indústria brasileira, passando de 0,6% para 0,7% do total. No setor de serviços, os maiores valores adicionados entre os municípios baianos estavam na capital, com R$ 34,7 bilhões; seguido da segunda maior cidade do estado, Feira de Santana, que apresentou R$ 6,4 bilhões; e de Camaçari, na região metropolitana (R$ 5,8 bilhões).

Bahia tem 1 milhão de jovens que não trabalha nem estuda

Na Bahia, em 2016, pouco mais de 1 em cada 3 jovens nas faixas de 18 a 24 anos (33,7%) e de 25 a 29 anos de idade (33,9%) não estudavam nem estavam trabalhando. De acordo com dados divulgados nesta sexta-feira (15) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) havia no ano passado 1 milhão de baianos nessa população que se conhece como “nem-nem”. Em 2013, o número era de 24%.

Eram proporções acima da média nacional (30,1% e 25,8% respectivamente) e, para o grupo entre 25 e 29 anos (33,9%) a quarta maior percentagem de pessoas que não estudavam nem trabalhavam entre os estados, abaixo apenas de Alagoas (37,5%), Pernambuco (36,9%) e Maranhão (36,3%).

Assim como ocorreu no país como um todo, a proporção dos “nem-nem” na Bahia cresceu a partir de 2014, com maior intensidade entre 2015 e 2016 – reflexo principalmente da saída de jovens de ocupações no mercado de trabalho. Considerando-se os jovens de 16 a 29 ano de idade, no estado, a percentagem dos que não estudavam nem trabalhavam se manteve relativamente estável entre 2012 (26,0%) e 2015 (25,5%).

Em 2016, ela passa a 30,5% ou cerca de 1 milhão de pessoas. O aumento dos “nem-nem” na Bahia foi o quarto maior comparando-se 2012 com 2016 e o segundo maior do país entre 2015 e 2016, abaixo apenas que o verificado em Pernambuco.