Arquivos diários: 29 de julho de 2017

Condeúba da garoa, quem diria!

Por Oclides da Silveira

garoa 11Começou na noite do dia 9 de julho uma chuva bastante forte pela data, chegando a juntar poças d’água nas estradas da zona rural. Segundo os mais idosos, aqui em Condeúba havia chovido assim neste mês, só no ano de 1958. Pois bem, a chuva passou e em dias alternados tem caído uma garoinha típica paulistana dos anos 60 quando se chamava a capital de São Paulo da garoa.

Nós que fomos criados em São Paulo podemos dizer muito bem dessa situação com bastante conhecimento de causa. Na década de 60 quando chegamos a São Paulo ainda havia o transporte do bondinho elétrico o qual usamos muito a linha que fazia Santo Amaro à Praça da Sé, naquela oportunidade me lembro que a garoa que caia era constante e duradoura, ficava 20 e até 30 dias sem parar e vinha acompanhada de muito frio. Continue lendo Condeúba da garoa, quem diria!