Um poema de Leandro Flores sobre a Raça Negra

Consciência de raça
Consciência de cor
Consciência de seu papel
Consciência de seu valor

Consciência libertária
Consciência que faz acontecer
Consciência Igualitária
Consciência para se viver

Consciência das diversidades e crenças
Consciência de que o mundo tem várias cores
Consciência de que é preciso mais respeito
Consciência de alguns valores

Consciência de que não há diferença
Consciência de que somos todos iguais
Consciência de que preconceito é doença
Consciência de que o amor vale mais

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail

Um comentário sobre “Um poema de Leandro Flores sobre a Raça Negra

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *