Arquivo da tag: Violencia contra a mulher

Bahia tem 67 processos de violência contra a mulher abertos por dia

Foto: Marina Silva/Arquivo CORREIO

Em menos de dois anos foram 38.670 ações com base na Lei Maria da Penha – quase três por hora
Mário Bittencourt, Nilson Marinho* e Kelven Figueiredo*
[email protected]
09.08.2018, 04:00:00
Atualizado: 09.08.2018, 07:32:29
Newsletter
Receba as notícias que importam no seu e-mail, diariamente.
e-mail

Receber
Na semana em que a Lei Maria da Penha, criada em 7 de agosto de 2006, completa 12 anos, dados revelados ao CORREIO pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) mostram uma situação que reforça a importância da lei: de 2017 e até o final de julho deste ano, foram abertos 38.670 processos judiciais de violência contra a mulher, o que dá 67 processos abertos a cada dia ou quase três ações judiciais a cada hora.

O número de mulheres vítimas de violência no Estado, contudo, ainda pode ser maior, sobretudo porque nem todos os casos são denunciados e nem todos os que que chegam às delegacias viram processo judicial por vários motivos, sendo o principal deles quando a vítima retira a queixa dada pelo agressor.

O CNJ ainda não tem informações a respeito de processos sobre violência contra a mulher julgados na Bahia, que possui três varas de Justiça pela Paz em Casa, voltadas para atender, exclusivamente, processos que envolvem violência contra a mulher.

Segundo estatísticas da Secretaria de Segurança Pública (SSP-BA), em 2017, só as delegacias de Salvador e região metropolitana registraram 5.043 casos de violência contra a mulher, sendo 9 feminicídios. E até o primeiro semestre deste ano, já foram registrados 4.578 casos, 4 deles de assassinatos contra mulheres pelo simples fato de elas serem o que são: mulheres. O caso mais recente de feminicídio no estado ocorreu na terça-feira (7), em Lauro de Freitas, na região metropolitana. Michele da Hora de Melo, 23 anos, foi assassinada, de acordo com relatos de parentes, pelo namorado, um adolescente de 17 anos. Há suspeita de violência sexual. Continue lendo Bahia tem 67 processos de violência contra a mulher abertos por dia

Em três meses, Bahia registrou mais de 10 mil casos de violência contra a mulher

violencia-contra-mulher-300x200Nas última semanas, crimes bárbaros contra mulheres foram destaque na imprensa e chocaram a população. Em Vitória da Conquista, a jovem Jéssica Nascimento foi espancada pelo estudante de Engenharia Civil Américo Vinhas Neto. Por conta das agressões sofridas, Jéssica perdeu o bebê que esperava e ficou 16 dias internada na UTI do Hospital de Base, vindo a falecer no último dia 10 de maio.

Nesse sábado (14), na cidade de Tremedal, a 70 Km de Vitória da Conquista, uma adolescente de apenas 14 foi assassinada com um tiro no pescoço. De acordo com informações da polícia, Érica de Jesus do Vale estava na fazenda, quando o seu ex-namorado, identificado como Henrique Barreto, de 24 anos, invadiu a casa da avó da jovem e acertou o pescoço da vítima com um tiro. O suspeito do crime está foragido e o motivo do homicídio, segundo as primeiras informações, pode ter sido o fim do relacionamento.

Esses foram alguns dos casos que ganharam repercussão. No entanto, milhares de mulheres são violentadas todos os dias na Bahia. Segundo dados da Secretaria de Segurança Pública do Estado, somente nos três primeiros meses do ano, foram registrados quase 10 mil casos de violência contra a mulher.

De janeiro a março, foram feitas 9.795 ocorrências ao todo, entre homicídios, tentativas de homicídios, lesão corporal, estupro e ameaça.

Esses são os números oficiais, que contabilizam as denúncias realizadas pelas vítimas e os casos de conhecimento da polícia, porém, muitos outros não viram estatísticas porque, na maioria das vezes, as mulheres têm medo de denunciar e, consequentemente, os agressores ficam impunes.