Arquivo da tag: Vaquejada

Serrinha: Vaquejada terá virada de lote na terça-feira (5)

vacas
Maiara e Maraísa

A VaquA Vaquejada de Serrinha está chegando e quem ainda não adquiriu os ingressos deve se apressar. As entradas, que atualmente custam entre R$ 50 e R$ 320, ganharão novos valores na terça-feira (5). A festa acontece de 7 a 10 de setembro, no Parque Maria do Carmo, em Serrinha. O evento mescla atrações musicais e competições esportivas, com prêmios de até R$275 mil.

Durante a 21ª edição da festa, o público vai curtir shows de artistas como Wesley Safadão, Amado Batista, Luan Santana, Pablo, Maiara e Maraísa e Márcia Fellipe. Também se apresentam no evento Harmonia do Samba, Léo Santana, Tayrone, Silvanno Sales, Gabriel Diniz, Jonas Esticado, Seu Maxixe, Alandin, Mano Walter, Arreio de Ouro e Chicabana.

Os ingressos podem ser adquiridos nas lojas oficiais da Vaquejada, no 2º piso do Shopping da Bahia e no Shopping Serrinha, ou pelo site: vendas.parquemariadocarmo.com.br.

Sexta-Feira (08/09) – FESTA DO BEZERRO MANHOSO
Pista Meia – R$ 50
Pista Inteira – R$ 100
Camarote VIP – R$ 110
Camarote VOU SIM (open bar) – R$ 220

Sábado (09/09) – FESTA DA VACA ATOLADA
Pista Meia – R$ 80
Pista Inteira – R$ 160
Camarote VIP – R$ 170
Camarote VOU SIM (open bar) – R$ 320

Domingo (10/09) – FESTA DO BOI MALANDRO
Pista Meia – R$ 80
Pista Inteira – R$ 160
Camarote VIP – R$ 170
Camarote VOU SIM (open bar) – R$ 320

vaquejada-bx

Temer sanciona lei que legalisa vaquejada manifestação e patrimônio cultural

O presidente Michel Temer sancionou sem vetos a lei que eleva rodeios, vaquejadas e outras expressões artístico-culturais à condição de manifestação cultural nacional e de patrimônio cultural imaterial. Com a sanção presidencial publicada no Diário Oficial da União desta quarta (30), a prática passa a ter respaldo legal.

Com a sanção da lei, além da vaquejada passam também a ser considerados patrimônio cultural imaterial do Brasil o rodeio e as expressões culturais decorrentes dela – caso de montarias, provas de laço, apartação, bulldog, paleteadas, Team Penning e Work Penning, e provas como as de rédeas, dos Três Tambores e Queima do Alho. Também se enquadram como patrimônio cultural imaterial os concursos de berrante, apresentações folclóricas e de músicas de raiz.

Em outubro, o Supremo Tribunal Federal (STF) considerou inconstitucional uma lei cearense que regulamentava eventos desse tipo. As pessoas contrárias à atividade argumentam ser comum o tratamento cruel de animais.