Arquivo da tag: Vacinas

Ministério da Saúde amplia vacinação de HPV para homens e mulheres até 26 anos

Vacina-red2-585x399O Ministério da Saúde ampliou a faixa etária de vacinação de HPV pelo Sistema Único de Saúde. A partir de agora, homens e mulheres entre 15 e 26 anos devem receber a imunização.

A medida tem caráter temporário e foi aprovada nesta quinta-feira (17) em Brasília, durante a reunião da Comissão Intergestores Tripartite (CIT). A iniciativa terá validade para os municípios que ainda tenham vacina em estoque, com prazo até setembro de 2017.

Conforme o Ministério, as coberturas vacinais continuam abaixo da meta preconizada de 80%. Isso se dá porque a vacinação na adolescência tem uma série de dificuldades, como a resistência desse grupo etário de buscar uma unidade de saúde, especialmente para vacinar-se, e o baixo conhecimento sobre a importância da vacinação.

Para a faixa etária de 15 a 26 anos, o esquema vacinal deverá ser com três doses, com intervalo de zero, dois e seis meses. As pessoas que tomarem a primeira dose neste período, excepcionalmente, terão as duas doses subsequentes garantida pelo SUS.

Ministério da Saúde anuncia mudanças no calendário nacional de vacinação

Vacina-red2-585x399Nessa sexta-feira (3), O Ministério da Saúde anunciou a ampliação do público-alvo de seis vacinas oferecidas nos postos de saúde: tríplice viral, tetra viral, dTpa adulto, HPV, meningocócica C e hepatite A.

A Vacina conta a Hepatite A passa a ser oferecida para crianças de até 5 anos de idade. Já a Tetra viral, que combate sarampo, caxumba, rubéola e varicela, passa a ser administrada de 15 meses até 4 anos de idade.

A HPV, como já havia sido anunciado no início do ano, passa a ser ofertada também para meninos a partir de 14 anos. Ainda este ano, além dos meninos, a vacina também será oferecida para homens vivendo com HIV e Aids entre 9 e 26 anos de idade, e para imunodeprimidos, como transplantados e pacientes com câncer.

Em relação à Meningocócica C, que eram oferecidas duas doses aos 3 e 5 meses e um reforço aplicado até 2 anos de idade, também houve mudanças. Agora, o reforço poderá ocorrer até 4 anos de idade. A vacina meningocócica C conjugada também passa a ser oferecida a adolescentes de 12 a 13 anos.

A vacina contra difteria, tétano e coqueluche (acelular) para adultos passa a ser recomendada para gestantes a partir da 20ª semana de gestação. Por fim, a tríplice viral, a 2ª dose, que era administrada até os 19 anos de idade, foi estendida para atender população entre 20 e 29 anos.