Arquivo da tag: Sequestro

Barra da Estiva: Gerente do Banco do Brasil e família são mantidos reféns

Foto: Lay Amorim/Achei Sudoeste

Nesta segunda-feira (09), o gerente da agência do Banco do Brasil de Barra da Estiva e sua família foram vítimas de sequestro em uma tentativa de assalto à unidade. Após ação da Polícia Militar e Polícia Civil, os bandidos não obtiveram êxito e os reféns foram liberados ainda pela manhã.

O Sindicato dos Bancários de Vitória da Conquista e Região orientou os bancários do Bradesco e da Caixa do município que mantivessem as agências fechadas. Com este ataque, a Bahia já soma 23 ocorrências contra bancos. No próximo dia 20, representantes da categoria bancária estarão reunidos com o secretário de Segurança Pública da Bahia cobrando investimentos imediatos para a prevenção de assaltos e explosões.

Sequestradores libertam ex-prefeito de Valença/BA., mantido em cativeiro desde 18 de janeiro

Bahia, Notícias, Policial

Foto: arquivo pessoal ex-prefeito de Valença Ramiro Campelo de Queiroz

O empresário e ex-prefeito de Valença no Baixo Sul da Bahia Ramiro Campelo de Queiroz, foi libertado pelos sequestradores na manhã desta segunda-feira (12/2), no Espírito Santo. A informação foi confirmada pelo coordenador regional da Polícia Civil de Valença, delegado José Raimundo Nery (5a Coorpin).

Segundo o delegado, a família viajou para a cidade capixaba para buscá-lo, mas não informou detalhes das negociações. “Os filhos dele viajaram agora pela manhã para ir buscá-lo. Agora só nos resta fazer a nossa parte”, disse o delegado”. O estado de saúde do empresário, que é diabético, também não foi informado.

Embora a polícia tenha confirmado, por uma questão de estratégia, na manhã de hoje, o filho mais velho do empresário, Ramiro Junior, negou a informação pelas redes sociais: “Bom dia amigos! As informações acerca da libertação de meu pai que estão circulando na internet, não procedem. Nós, como toda familia Valenciana estamos em orações aguardando o desfecho desse caso da melhor forma. Ramiro Jr. 12-02-2018”. A família temia que a informação vazasse antes das autoridades confirmarem a informação.

A família de Ramiro Campelo viajou para o Espírito Santo junto com as autoridades policiais, para buscar o empresário. Não foi divulgado como a negociação de libertação do empresário foi realizada e nem valores do resgate. Ramiro Campelo foi sequestrado no último dia 18. De acordo com informações divulgadas pela polícia, ele foi levado por três homens quando saía de casa.

Médico cardiologista, esposa e filhos são sequestrados na cidade de Caculé

sequestradoFoto: Reprodução/Facebook

O médico cardiologista Eberthe Medeiros, 32 anos, natural da cidade de Espinosa, que atua na região de Caculé, a 100 km de Brumado, há cerca de quatro anos, foi sequestrado juntamente com sua esposa e filhos. De acordo com o Informe Cidade, o veículo do médico foi encontrado na manhã deste sábado (06) abandonado na BA-026, rodovia que liga a Caculé a Licínio de Almeida. O filho mais novo do casal também foi deixado no local.

Bandidos já entraram em contato com familiares do médico solicitando resgate. As últimas informações são de que a família foi deixada no Distrito de Iraundiara, município de Jacaraci, depois de terem pago o valor de R$18 mil pelo resgate.

A polícia já está realizando buscas em toda a região na tentativa de localizar e prender os sequestradores. Eberthe é formado em Medicina pela Universidade Estadual de Montes Claros (Unimontes).

Salvador: Policial Civil é preso suspeito de sequestrar homem e pedir R$ 10 mil como resgate

policia-civil-da-bahia-39
Um investigador da Polícia Civil e outros quatro homens foram presos na quinta-feira (6), em Salvador, suspeitos de sequestrar e extorquir um homem. De acordo com informações da polícia, o grupo exigia R$ 10 mil para libertar a vítima. Segundo a polícia, o crime foi descoberto depois que um amigo da vítima foi parado em uma blitz, na Avenida São Rafael. Ao ser abordado pelos policiais, o homem, que estava com os R$ 10 mil dentro de uma sacola para entregar aos criminosos, revelou o sequestro.

De acordo com o G1, após a denúncia, conforme a polícia, uma equipe da Coordenação de Operações Especiais (COE) foi acionada e, durante as diligências, encontrou a vítima com o investigador Jorge Pinheiro dos Santos, que era lotado na 5ª Delegacia Territorial (DT/Periperi).

De acordo com a polícia, eles e mais dois comparsas do policial, identificados como Jailton Silva Rodrigues e Tiago Santos Costa, estavam em uma viatura da 5ª DT. O veículo estava sem placa de identificação. Em seguida, os agentes chegaram aos outros dois comparsas do investigador, identificados como Cleidson Bispo dos Santos e Valdirlei da Ora Paraguaçu.

Segundo a polícia, eles estavam em um outro carro, no bairro de São Marcos, e aguardavam pelo resto do grupo. A polícia informou que os homens haviam se identificado para a vítima como agente penitenciários, o que não é verdade.

Conforme a polícia, Jorge, Cleidson, Valdirlei, Jailton e Tiago foram autuados em flagrante por extorsão mediante sequestro e foram encaminhados ao Núcleo de Prisão em Flagrante (NPF), na Avenida Antônio Carlos Magalhães (ACM). Jorge, Jailton e Tiago também irão responder por adulteração de sinal identificador de veículos automotor.

Casal é libertado de suposto sequestro e bandidos são presos

SequestroPoliciais conseguiram resgatar um casal de um suposto sequestro logo após o início da ação dos bandidos, na manhã desta segunda-feira (30). Os sequestradores, Tarcísio de Oliveira Gonçalves, de 36 anos, e Darlan Oliveira Almeida, de 22 anos, raptaram as vítimas na Avenida Bartolomeu de Gusmão, centro de Vitória da Conquista, e foram capturados próximo a rodoviária da cidade.

Segundo a polícia militar, os dois homens colocaram o casal no banco traseiro, onde foram ameaçadas a todo instante, e seguiam em direção a saída do município. Militares da 77ª CIPM, que estavam de serviço na rodoviária, ouviram o alerta e se deslocaram até a Avenida Integração, onde fecharam o trânsito e conseguiram interceptar os suspeitos e libertar os reféns.

As vítimas reconheceram os autores como sendo os mesmos responsáveis por uma tentativa de roubo há cerca de um mês na residência das vítimas, na cidade de Barra do Choça.

A dupla de assaltantes foi apresentada no Disep, onde foram autuados em flagrante por sequestro e porte ilegal de arma de fogo. Com os eles, foi encontrado um revólver municiado, R$ 1.140 em dinheiro e dois celulares.