Arquivo da tag: Meio Ambiente

Inscrições abertas para o 2º Seminário EduComunicação

seminario_educomunicação-768x537No dia 25 de agosto, será realizado em Vitória da Conquista 2º Seminário EduComunicação: novos rumos de ver, novas formas de fazer Educação Ambiental. Voltado para professores da Educação Básica de todo o sudoeste da Bahia, o evento tem como objetivo apresentar aos docentes a possibilidade de associação da linguagem pedagógica da Educomunicação à Educação Ambiental e demais disciplinas obrigatórias da Educação Básica.

Para isso, a programação irá contar com palestras, debates, apresentação de experiências práticas associadas à teoria, produção cinematográfica para educação ambiental e momento cultural. Aqueles que desejam participar podem realizar a sua inscrição por meio de formulário on-line, até o dia 16 de agosto.

O Seminário é uma iniciativa da Prefeitura Municipal de Vitória da Conquista, em parceria com o Ministério Público do Estado da Bahia e o Governo do Estado e acontecerá no auditório da Ufba, campus de Vitória da Conquista.

Livramento de Nossa Senhora: Desmatamento põe em risco adutora de Perímetro Irrigado

perimetro-irrigado-brumado-em-livramento-de-nossa-senhora-achei-sudoesteFoto: Mandacaru da Serra

No último final de semana, um desmatamento clandestino colocou em risco a adutora central que serve ao Perímetro Irrigado Brumado, em Livramento de Nossa Senhora. Foram invadidos cerca de 2.200 m² da faixa de segurança paralela à adutora, no trecho próximo à barragem de derivação e captação da água, onde até mesmo a circulação de pessoas é restrita.

O autor da ação seria um posseiro, que teria comprado o terreno de outros posseiros, ocupantes de áreas adjacentes, há mais de 40 anos, com a suposta permissão do Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (DNOCS), órgão que implantou o projeto.

De acordo com o Mandacaru da Serra, o desmatamento de risco, denunciado à Controladoria Geral do Município, teria sido feito para construção de uma casa. A obra foi embargada e o caso está sendo apurado. O presidente da Associação do Distrito Irrigado do Brumado (ADIB), Rosivaldo Romão da Silva, disse que a vazão é de 5 mil m³/hora, abrangendo 35 comunidades e cerca de 10 mil pessoas.

Caculé: Jornada Ambiental discute a preservação do Rio do Antônio

jornada-ambiental-de-cacule-achei-sudoesteFoto: Aloísio Costa

A Jornada Ambiental de Caculé trouxe à tona o debate sobre a preservação do Rio do Antônio e o compromisso da sociedade com o meio ambiente. O evento teve início na Praça Getúlio Vargas com apresentação feita por membros da Pastoral da Juventude e, em seguida, um breve pronunciamento do Padre Reinaldo Reis. Cerca de 200 pessoas seguiram em caminhada pela Avenida Cônego Miguel Monteiro em direção ao Rio do Antônio, no trecho urbano próximo à Lagoa Manoel Caculé.

Membro da comissão organizadora do evento e representante do Centro de Agroecologia do Semiárido, em Guanambi, Isaac Souza destacou a importância da jornada. “O nosso intuito é atrair um olhar especial para o rio. É um grito de defesa para que sejam elaboradas ações que possam viabilizar a sua melhoria, em si tratando da disposição de esgoto e lixo e da revitalização de áreas degradadas de APP”.

Isaac acrescentou que a Jornada Ambiental pretende ser um evento contínuo e que outras edições serão realizadas nos próximos anos. Também esteve presente o Coordenador Geral da Comissão Pastoral da Terra (CPT) da Diocese de Caetité, Gilmar Teixeira.

Ele alertou sobre a importância de ações de conscientização e chamou a atenção para a participação da sociedade e do poder público, destacando a construção do Plano de Saneamento Básico do município. A jornada contou ainda com o plantio de algumas mudas de árvores nativas da região às margens do Rio do Antônio. O ato foi finalizado com a leitura da Carta Oficial da I Jornada Ambiental de Caculé.

Botuporã, Macaúbas e Urandi firmam acordos para regularizar política de meio ambiente

meio-ambiente-76Botuporã, Macaúbas e Urandi firmam acordos para regularizar política de meio ambiente.
Com o objetivo de regularizar o Sistema Municipal de Meio Ambiente (Sismuma), os municípios de Botuporã, Macaúbas e Urandi firmaram Termos de Ajuste de Conduta (TAC)com o Ministério Público Estadual (MPE) para elaborar e fazer cumprir a Lei da Política Municipal de Meio Ambiente (PMMA).

O TAC prevê que as leis ambientais a serem elaboradas deverão estabelecer as competências e atribuições dos órgãos integrantes do Sismuma, prever os procedimentos para o licenciamento e a fiscalização ambientais, bem como relativos ao Fundo Municipal de Meio Ambiente, dentre outros instrumentos de gestão.

O TAC prevê ainda que os três municípios regularizem um órgão ambiental, seja na forma de secretaria ou diretoria, formando ou adequando equipe técnica com servidores próprios, habilitados e concursados, em número suficiente para atender as demandas de cada município.

Catolé

MP-BA propõe formação de comitê e consórcio para preservação do Rio Catolé

Na manhã desta terça-feira (26), o Ministério Público Estadual reuniu-se com representantes dos municípios de Vitória da Conquista, Caatiba, Barra do Choça, Planalto, Itambé, Itapetinga e Nova Canaã para apresentar a proposta da formação de um consórcio público e um comitê da bacia hidrográfica do Rio Catolé. A proposta foi formalizada desde o ano passado e, atualmente, em tramitação no Conselho Estadual de Recursos Hídricos.

Ambos os órgãos – o comitê e o consórcio – teriam a função de atuar, juntamente com representantes de instituições de ensino, para conter a degradação e executar ações com o objetivo de melhorar a qualidade da bacia hidrográfica do Rio Catolé. No entanto, eles teriam métodos de ação diferentes.

O comitê, por exemplo, seria um órgão deliberativo, seus membros se reuniriam quatro vezes por mês e o que decidissem seria encaminhado ao Governo Estadual, que se responsabilizaria pela execução. Já o consórcio funcionaria como uma autarquia e teria maior autonomia em relação ao Estado. Teria caráter executor e poderia buscar recursos por meio de convênios, inclusive com órgãos internacionais – algo que não estaria ao alcance do comitê.

“Um consórcio público tem que ser deliberado pelos chefes do poder executivo. Se eles derem autorização para os seus procuradores fazerem os estudos, toda a mobilização que fizemos vai continuar evoluindo para a constituição do consórcio. Pode caminhar paralelamente ao comitê, se vier a ser criado. Isso daria um fortalecimento à região sudoeste, pois seriam duas entidades lutando pelo meio ambiente da região”, explicou a promotora de justiça do Meio Ambiente, Karina Cherubini.

Como todos os gestores representados concordaram com a criação do consórcio público, uma nova reunião foi agendada para o dia 18 de agosto. No novo encontro, o grupo se dedicará às primeiras discussões técnicas para a formação do novo órgão.

IMG-20160724-WA0146

Condeúba: Realizado a 5ª Romaria das Comunidades (Católicas)

Por Oclides Silveira

Aconteceu hoje domingo dia 24 de julho de 2016 a 5ª Romaria das Comunidades Eclesiais em Condeúba, primeiro houve uma concentração as margens da Barragem do Champrão por volta de 7:30hs, iniciou-se com uma mística, depois a colocação de uma placa com os dizeres: “Preserve o Meio Ambiente, casa comum nossa responsabilidade”, em seguida o Padre Osvaldino fez a leitura de um contrato que será lavrado entre a Paróquia e as Comunidades Eclesiais, para plantar uma árvore em todas as Igrejas da Zona Rural. Continue lendo Condeúba: Realizado a 5ª Romaria das Comunidades (Católicas)

modera-comite-do-contas-brumado-noticias-03

Brumado: Modera consegue acento de titular no Comitê do Contas

No último dia 16, durante Plenária de Eleições realizada na cidade de Jequié, o grupo ambientalista Modera foi incluído na composição titular do Comitê do Contas, órgão normativo, deliberativo e consultivo, integrante do Sistema Estadual de Gerenciamento de Recursos Hídricos da Bahia e atuante na gestão das águas da Bacia do Contas.

O Comitê é formado por 30 representantes dos segmentos poder público, usuários diretos de água e sociedade civil. O mandato desses representantes tem duração de dois anos. O modera conseguiu o acento por meio da eleição do seu Coordenador Geral, Henrique Moreira Rocha.

No âmbito da Sub-Bacia do Rio do Antônio, que faz parte da Bacia do Contas, além da representação titular do Modera, a Plenária de Eleições do Comitê proporcionou a recondução do Secretário de Meio Ambiente de Brumado, Fred Neves, para o segmento poder público e a eleição do Agente da Associação Divina Providência, Joelson da Silva Pereira, para o cargo de suplente da sociedade civil.

cetas-especies

Cetas já tratou mais de 50 mil animais em 16 anos

Da fundação do Centro de Triagem de Animais Silvestres (Cetas), em 2000, até o final de 2015, mais de 45,6 mil animais passaram pelas mãos da equipe, sendo 86% oriundos de apreensões. De todo esse volume de animais recebidos, 73% foram devolvidos com sucesso à natureza. O serviço se dedica a resgatar animais silvestres em perigo, dar-lhes assistência veterinária, quando necessário, e devolvê-los em segurança à natureza.

E, somente em 2016, até o início desta semana, o serviço já havia registrado a chegada de pouco mais de 5 mil bichos. O local abriga pássaro, macacos, preguiças, gatos-do-mato, caititus, corujas… E até um tamanduá-bandeira.

O número de hóspedes varia diariamente, pois animais silvestres entram e saem de forma permanente. Mas a equipe calcula que, no início desta semana, a população fosse de aproximadamente 800.

O Cetas de Vitória da Conquista é o único na Bahia a funcionar integralmente, recebendo as demandas de todo o estado e ainda de outros lugares, como Goiás, São Paulo, Paraíba, Pará e Sergipe.