Saiba o que fazer para não perder o auxílio-doença

Clayton Castelani
do Agora

Os trabalhadores que recebem o auxílio-doença do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) correm o risco de perder a renda mensal caso não fiquem atentos à data prevista para o encerramento do benefício.

Por lei, os auxílios-doença são concedidos com uma data programada para a alta do paciente, determinada pelo perito, conforme o tipo de doença que levou ao afastamento do trabalhador.

Se não houver data exata, o corte será feito em 120 dias (cerca de quatro meses), conforme uma lei federal que foi aprovada neste ano.

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *