PF prende presidente da Fecomércio-RJ em mais um desdobramento da Lava Jato no Rio

A polícia Federal prendeu, na manhã desta sexta-feira (23), o presidente da Federação do Comércio do Estado do Rio de Janeiro (Fecomércio-RJ), Orlando Diniz. A ação faz parte de um desdobramento da Operação Lava Jato. Outras três pessoas são alvos de mandados de prisão. A ação é mais um desdobramento da operação Calicute, uma das fases da Lava Jato no Rio de Janeiro.

Além de presidente Fecomércio-RJ, Diniz também é presidente afastado do Sesc-Rio. Ele foi afastado do comando do Sesc em dezembro pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ) por suspeita de irregularidades no comando dessa entidade. Ele é suspeito de desviar recursos e usar esquemas da organização criminosa do ex-governador Sérgio Cabral para lavar dinheiro.

Um desses esquemas envolvia concessionárias de carro. Também foram detectadas irregularidades em contratos da Fecomércio. Os principais alvos estão relacionados à federação.

Além dos quatro mandados de prisão, há mandados de busca e apreensão. Os envolvidos são acusados dos crimes de lavagem de dinheiro, de corrupção e pertencimento a organização criminosa.

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *