O que passou, passou…!

Por Oclides da Silveira

É incrível, mas é verdadeiro ter pessoas que ainda não concordam com a natureza, discordam do mundo em que vivem, não aderem a evolução, contradizem os princípios da humanidade, amaldiçoam aquilo que não é do seu gosto e também aqueles que não coadunam com seus ditames, os quais são execrados de seus convívios.

Não importando o grau de relacionamento fraterno que houve anteriormente ou que tenha sido uma amizade de infância, ou ainda a que grau de parentesco pertence, tudo isso é irrelevante para as pessoas portadoras da virós chamada de inveja, maldade, raiva, ganância, apego pelo ter e não pelo ser.

Tudo isso é imensamente incrível, mas ainda existe pessoas que vivem deste ar venoso que eles próprios criaram e dele se inspiram e respiram alimentando e oxigenando seus cérebros.  Não se tem notícias deste tipo de comportamento humano se é benéfico às  pessoas que fazem uso dele, ou se é maléfico para quem os usam.

De certa forma, podemos ver com frequência pessoas portadoras deste distúrbio comportamental, engajados nos movimentos das Igrejas de longa data, buscando não sabemos o que, tendo em vista, que o comportamento dessas pessoas não mudou em quase nada, por tanto, não há nenhum progresso de melhoria neste sentido dessas pessoas, o que é extremamente lamentável..!

Pois, todas as doutrinas religiosas pregam aos seus fiéis que tenham seus corações puros, limpos de todas as impurezas da raiva, do ódio, da inveja, da ganância. Que perdoem suas faltas, assim como também perdoamos a quem nos tem ofendido.

Se não partirmos dessa primícia, em nada estamos mudando, então tudo que ouvimos pouco ou quase nada aprendemos, será de bom arbítrio que façamos novas reflexões, depois nos policiar com o seguinte questionamento: Estou aprendendo e mudando ou ainda não aprendi por isso não me mudei. Precisamos sim  dessa conversa fiel, intima e verdadeira entre cada um de nós e o pai celestial. O nosso bom Deus que nos ilumine e nos despertem para o perdão em relação as falhas que cometemos, amém!!!

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail

2 comentários sobre “O que passou, passou…!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *