O povo em busca do bem comum

Prof. Agnério Souza

Professor Agnério Evangelista de Sousa, Vice-pres. do Cons. Mun. de Cultura

Foi lançada a Cartilha “Governo popular para todos: o povo em busca do bem comum”; de autoria do renomado professor, administrador e jornalista Oclides Ribeiro da Silveira, uma publicação espetacular da Agilite Publicações e Interatividade.
O lançamento aconteceu na Câmara Municipal de Condeúba , no dia 13 de julho de 2018 com grande público que lotou o ambiente acolhedor daquela Casa Legislativa. Prefaciada pelo Padre Osvaldino Barbosa, o mesmo reflete que:

Nosso desejo é que essa cartilha caia no gosto do povo e que as
lideranças das comunidades possibilitem seu estudo e aprofundamento
num clima de liberdade e concórdia, onde o bem comum seja a
bandeira de todos, superando os sonhos pequenos e mesquinhos
que só causam discussões e divisões sem resultado e mantendo o
município no atraso.
(BARBOSA, Pe. O. A. – Prefácio, p.8, 2018).

No contexto, Oclides chama a atenção para mudança do atual sistema político que invadiu o Brasil, desde os tempos imperiais, e, que, em Condeúba nada mudou, nada progrediu, nada se desenvolveu nem tampouco se democratizou. Ficamos parados no cosmo.
A proposta oclideana é uma filosofia política altamente democrata, de interesse público, visando ao bem comum da população. Analisa em ligeiras pinceladas, a história dos principais grupos econômicos e patriarcais que sempre mandaram e desmandaram na Terra do Pau de Candeia, isto é, Condeúba. São suas as palavras abaixo:

Está provado que nenhum dos grupos políticos que já se passaram e
aqueles que ainda estão na ativa em Condeúba foram capazes de
solucionar os problemas que afligem o município e não conseguiram
até então de forma individual fazer com que este trilhasse a beira do
desenvolvimento total.
(SILVEIRA, O. R. p.13, 2018).

De fato, a política local já passou por dois grandes grupos oligárquicos, na base do coronelismo, que decidiam a vida dos munícipes: os “Torres” e os “Cordeiros”. Até bem pouco tempo ficou conhecida a disputa entre “Melechel” e “Monturo”. Em época de campanha política para prefeito, o povo fica mais alienado do que nos jogos da Copa do Mundo.

E depois das eleições? Quem perdeu fica na pior, sem emprego, sem cargo, transferido contra a vontade de um lugar para outro, sem prestígio. E agora José? Quem ganhou fica numa boa em tudo. Como diz Juraci Magalhães: “Para os amigos tudo, para os adversários, os rigores da lei”.
É justamente contra isso que reza essa Cartilha. Não transformar a verdadeira “Democracia” em politicalha, como bem denominou Rui Barbosa.

Porém, mudar da noite para o dia a água em vinho, só Jesus. Digo que o sonho de meu colega de Conselho de Cultura é uma utopia. Jamais existirá a política sem oposição. No entanto, novos ventos têm soprado pelo Brasil afora. Acredito que não estamos longe de termos homens e mulheres íntegros, idôneos e honrados no comando da política brasileira que defenda uma democracia geral, plena e irrestrita..

Muita gente não gosta da Globo, mas… “Que país você quer para o futuro”? Estão lá os depoimentos, denúncias e sugestões para um caminho de recomeço. Não para o futuro, mas para o agora:
01) Fora a Corrupção! (Lava Jato)
02) Fora a Deseducação! (Globo)
03) Fora o descaso com a Saúde! (Silvan Baleeiro)
04) Fora a falta de Segurança! (Dr. Raimundo)
05) Fora o descaso com as Estradas! (Globo)
06) Mais apoio ao homem do campo! (Manoel Neto)
07) Trabalho digno para todos! (Agnério)
08) Liberdade de escolha (Oclides)
09) Abaixo o Desemprego (PT)
10) Abaixo o Analfabetismo (Cosme de Farias)
11) Abaixo a Ladroagem (Rui Barbosa)
12) Abaixo a Afilhadagem (Rui Barbosa)

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail

3 comentários sobre “O povo em busca do bem comum

  1. Agradeço imensamente ao professor e escritor Agnerio, da mesma forma quero agradecer a professora Valdiceia pelas palavras maravilhosas que ambos dirigiram sobre mim e em especial sobre minha obra “Governo popular para todos”. Me sinto saciado como se meu dever já fora cumprido. Mas apenas estamos começando, agora vamos abrir uma ampla discussão com a sociedade para esclarecer os reais objetivos do Projeto proposto no livro.

  2. Parabéns, Seu Oclides! Suas ideias são brilhantes, a politicagem que atinge os municípios brasileiros só levam ao atraso em todos os sentidos. Temos que ter mentes grandes para intervir e buscar o bem comum, pois em pleno século XXI não dá mais para aceitar esse sistema político que só traz retrocessos. Vamos à luta!!!

  3. As doze citações do final do texto não são do programa da Globo, mas provavelmente de pessoas e entidades que possam pensar assim pelo perfil político de cada um. Major Cosme de Farias morava em Salvador, quando saía num desfile de 2 de Julho, vinha à frente uma enorme faixa com a inscrição: Abaixo o analfabetismo. Já era idoso quando o conheci na década de 1970, porém era aplaudido pelos populares.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *