Luíza Maia cobra que Rui e Neto cumpram a Lei Antibaixaria

Deputada estadual Luíza Maia (PT)

A deputada estadual Luiza Maia (PT), autora da Lei Antibaixaria, sancionada em 2012, cobrou que o governador Rui Costa e o prefeito de Salvador ACM Neto cumpram com a legislação. Em discurso na tribuna da Casa, nesta terça (6), a petista ainda lançou a campanha Carnaval Antibaixaria 2018, “Sem retrocesso”.

A parlamentar chamou a atenção de músicas que estão entre as mais tocadas do verão baiana e estarão na trilha do carnaval. “’Polpa da Bunda’, ‘Bumbum Carente’, ‘Rabetão no Paredão’, ‘Psiquiatra do Bumbum’, ‘Bumbum do mal’, ‘Sarra Bumbum’, ‘Bum bum tam tam’… É grande a lista das músicas, do verão baiano, que traz a bunda da mulher como foco”.

As músicas são de artistas patrocinados tanto pelo governo do estado, quanto pela prefeitura.

O Ministério Público também pediu que as duas gestões fiscalizem artistas, blocos e outras entidades carnavalescas, que forem financiados com recursos públicos para cumprirem a lei. A promotora de Justiça Lívia Santana pede que se apliquem as penalidades e façam constar nos contratos as cláusulas de advertência e que determinem a fiscalização dos blocos que estejam violando a determinação do art. 41, do Estatuto do Carnaval, que estabelece que o trio elétrico e o carro de som deverão ter afixados em suas laterais mensagens com o seguinte teor: “exploração sexual de crianças e adolescentes, discriminação racial, homofobia e violência contra a mulher são crimes! Denuncie! Disque 100!”.

“Não podemos retroceder na luta pela valorização e respeito à mulher. Não somos só peito, coxa e bunda! A Lei Antibaixaria tinha inibido esse tipo de música que nos rebaixa a objeto, mas no carnaval deste ano a coisa descambou outra vez. Não iremos nos curvar. Temos, inclusive, o Ministério Público, a Defensoria Pública e a Coordenadoria da Mulher do Tribunal de Justiça como aliados nesta luta”, afirmou a parlamentar, que preside a Comissão dos Direitos da Mulher da Alba.

CONDEÚBAEx-vereadora Cida de Lerim – autora da Lei Municipal nº 947 – (Antibaixaria)

A ex-vereadora Cida de Lerim que é autora da Lei Municipal Antibaixaria, “também pede as autoridades competentes para fiscalizar as ruas e os carros de sons nestes dias de carnaval, pois, a coisa está solta este ano em relação as musicas que denigrem a imagem da mulher. Não podemos amolecer nesta questão de defender as mulheres contra esses maus escritores e músicos que fazem músicas usando nós mulher como se fossemos coisas. A mulher é algo sagrado, por isso exigimos respeito! Sem a mulher não existiria um lar completo e muito menos as famílias, a mulher é como uma flor, gosta de ser lembrada e homenageada com muito amor e carinho”, esbravejou Cida de Lerim.

 

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *