Ex-comandante da 34ª CIPM localiza 50 mil pés de maconha que eram irrigados por gotejamento

Cinquenta e dois mil pés de maconha foram encontrados pela Polícia Militar na Ilha Idalina, que fica no Lago sobradinho, no município de mesmo nome, no norte da Bahia. O caso correu na quinta-feira (4). A plantação foi achada por homens das companhias independentes de Policiamento Especializado Caatinga e 96ª de Polícia Militar (Sobradinho), após investigações que foram iniciadas no ano passado, conforme a PM.

Ninguém foi preso. Segundo Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA), a plantação, com mudas de 30 cm e ainda em fase de desenvolvimento, renderia em fase final cerca de cinco toneladas de maconha. A erva era irrigada por gotejamento, com o apoio de um motor a gasolina. A droga foi destruída no local.

De acordo com a PM, o local onde a droga foi plantada foi escolhido pelos criminosos devido à facilidade para manutenção da lavoura e dos obstáculos para o acesso da polícia. Também foram encontrados no local mantimentos e barracos. A suspeita é que, pelo menos, seis homens moravam na “roça” e cuidavam da plantação.

“Utilizamos um drone, mas não conseguimos visualizar a área. Foi preciso a utilização de três barcos para que se percorresse as margens do lago até identificar a tubulação de irrigação”, detalhou ao G1, o comandante da Cipe/Caatinga, major Adriano Souza Dias, ex-comandante da 34ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM), em Brumado.

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *