Estado divulga resultado provisório da 1ª etapa do concurso público para professor e coordenador pedagógico

O Governo do Estado divulgou, no Diário Oficial deste sábado (24), o resultado provisório da 1ª Etapa do concurso público para contratação de professores e coordenadores pedagógicos, da Secretaria da Educação do Estado da Bahia. Dos 103.592 inscritos, 41.404 foram habilitados – sendo 195 candidatos com deficiência e 11.977 declarados negros. Os habilitados concorrerão entre si, nas etapas subsequentes, para ingresso em uma das 3.096 vagas de professor e 664 de coordenador pedagógico. O resultado está disponível no Portal do Servidor, no site da Fundação Carlos Chagas (FCC), organizadora do certame, e no site da Secretaria da Educação do Estado.

Realizado conjuntamente pelas secretarias da Administração (Saeb) e da Educação, o certame ocorreu no dia 25 de fevereiro, em todo o estado. No dia 13 de abril, deverão ser divulgados os resultados final da prova objetiva e provisório da prova discursiva. Os aprovados nestas duas etapas serão convocados, via edital, a ser publicado no mesmo dia, no Diário Oficial do Estado, para a prova de títulos. O resultado final está programado para o dia 12 de junho.

Mais de 91 mil educadores realizaram as provas do concurso, aplicadas no dia 25/02, o que corresponde a 88% do total de inscritos. A avaliação aconteceu em 28 municípios da Bahia, abrangendo todos os Territórios de Identidade.

As vagas para professor são nas áreas de Arte, Biologia, Educação Física, Filosofia, Física, Geografia, História, Língua Inglesa, Língua Portuguesa, Matemática, Química e Sociologia, sendo exigida formação específica e diploma concedido por instituição reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC). Para coordenador pedagógico é exigida formação em Pedagogia, também com reconhecimento do MEC. Em todos os casos, a carga horária semanal é de 40 horas.

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail

2 comentários sobre “Estado divulga resultado provisório da 1ª etapa do concurso público para professor e coordenador pedagógico

  1. Pessoal chamo a atenção para esta situação. Abaixo e-mail que já enviei para a FCC – Fundação Carlos Chagas.
    Caríssimos, no edital foi colocado que haveria três litas para exposição dos candidatos habilitados e para a exposição das classificações dos primeiros candidatos até 1,5 do número de vagas para cada cargo de cada região. Porém não foram colocadas as três litas, mas somente uma com as siglas: (N) para cotistas negros e (D) para deficientes, na frente dos nomes dos candidatos.
    Havendo apenas uma lista para classificação, não separando os classificados cotistas negros e deficientes dos que não optaram por cota. Foram levadas em consideração na pontuação dos candidatos não cotistas as notas dos cotistas (negros e deficientes), isso causou prejuízo aos não cotistas e até pode ser interpretado como um possível ato de corrupção, pois quem entrou na lista dos não cotistas nos lugares que estão os cotistas (negros e deficientes)?
    Eu estou sendo prejudicado, pois fiquei na 16º classificação, sendo que há sete cotistas negros na minha frente. Eu, que concorro pela classificação livre – não cotista, deveria está na 9º classificação, pois para o cargo de Coordenador Pedagógico da região que concorro (Senhor do Bonfim) foram destinadas para os não cotistas 8 vagas. Desse modo, eu deveria ainda continuar concorrendo, mas ao consultar minha situação no sistema da FCC estou como não classificado, por quê?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *