Deu no Estado de Minas: Polícia aguarda laudo de necropsia para saber se investiga morte de médica mineira na Bahia

Jovem de Montes Claros teve uma convulsão e morreu em um quarto de pousada de Vitória da Conquista. Postagens em rede social indicam que ela viajava pelo litoral baiano.

Mineira-768x461
Médica teve convulsão em passagem pela cidade de Vitória da Conquista, segundo Polícia Civil baiana(foto: Reprodução Internet/Facebook)

A Polícia Civil de Vitória da Conquista (BA) aguarda uma análise do Departamento de Polícia Técnica da Bahia para definir se o caso da médica mineira de Montes Claros, no Norte de Minas, encontrada morta em um quarto de pousada da cidade baiana, na noite de sábado, será investigado.

De acordo com a delegacia regional da cidade, só será aberto um inquérito para apurar o que aconteceu caso o laudo de necropsia do corpo da médica Lilliany Caetano Aquino, de 26 anos, aponte que a morte não foi natural.

Ainda conforme a delegacia regional de Vitória da Conquista, Lilliany passou mal, teve uma convulsão e morreu. A Polícia Civil informou que foi feito um levantamento no quarto e, segundo a corporação, não foi encontrado nenhum medicamento no local e nenhum outro objeto considerado anormal.

A última postagem da médica em um perfil que ela mantinha no Facebook aponta que na última sexta-feira ela estaria na Praia da Barra do Rio Sauípe, localizada em Sauípe, distrito do município de Mata de São João, cidade que fica na região de vários empreendimentos hoteleiros conhecida como Costa do Sauípe.

Várias pessoas publicaram postagens no perfil da jovem no Facebook lamentando a morte e destacando a dor pela perda. Em uma das publicações, uma amiga informa que o corpo será velado a partir das 22h deste domingo na Funerária Avelar, que fica no Bairro Vila Guilhermina, em Montes Claros.

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *