Condeúba: Visita dos Irmãos do Terço dos Homens de Itumirim

Por Oclides da silveira

th 17Hoje dia 5 de dezembro de 2017 terça-feira dia da reza do nosso Terço dos Homens, mas hoje rezamos o Santo Terço dos Homens muito bem acompanhados, pois vieram do Povoado de Itumirim Município de Jacaraci 50 homens do Terço dos Homens de lá. ao todo estimamos ter aproximadamente 200 homes. “Foi uma verdadeira confraternização entre irmãos, não temos palavras para agradecer o pessoal de Itumirim, agradeço ao Irmão coordenador Ildo Soares Guimarães por ter trazido esse momento de grande felicidade para todos nós” afirmou o coordenador do Terço de Condeúba José Alves.

Por sua vez Ildo Guimarães que coordena o grupo de Itumirim disse: “Ficamos felizes da vida pela calorosa recepção que tivemos aqui em Condeúba, vamos aguardar o grupo de irmãos lá em nossa comunidade, para que possamos passar mais um bom momento como esse que estamos vivendo aqui”, concluiu Ildo.

th 34
Prof. Florindo Junior proclamando o Evangelho

O Terço teve a animação de Paulo Henrique, com a proclamação do Evangelho feita pelo Professor Florindo Junior e o Professor Agnério Evangelista leu uma mensagem no encerramento do encontro. Depois da Benção final, foi servido um lanche aos visitantes composto de bolos, biscoitos, sucos, chás, café e refris.

th 24
Prof. Agnério fando a leitura da mensagem final, ao seu lado Henrique

M E N S A G E M

Queridos irmãos em Nosso Senhor Jesus Cristo, querido povo de Deus, prezados irmãos da Comunidade de Itumerim – município de Jacaraci, saúdo a todos em nome da Trindade Santa e na pessoa especial de Maria, nossa mãe e senhora nossa! Prezados irmãos, grande é nossa alegria em recebê-los aqui, agradecemos a gentileza, a disponibilidade no deslocamento de suas casas para virem rezar conosco o Santo Terço de Nossa Senhora.

A Paroquia de Santo Antonio de Pádua da cidade de Condeúba sente-se honrada com tamanha visita, que, mais sublime do que esta, somente a visita de Nossa Senhora à prima Isabel, mãe de João Batista. Estamos aqui na Comunidade de Santa Luzia onde nos reunimos às terças-feiras para rezar o Rosário em um movimento novo da Igreja conhecido por “TERÇO DOS HOMENS”, que é também a Igreja em movimento.

Amados, reconhecemos o valor inestimável que tem Nossa Senhora, a Rosa Mística, para todos nós. Ela, escolhida para ser a mãe do salvador do mundo, marcou pela força do Espírito toda a nossa história com o seu “Sim”. Pela ação do amor divino, concebeu e deu a luz àquele que veio para nos resgatar das trevas da escuridão. Se por um só homem – Adão, o pecado entrou no mundo, também por um só entrou a salvação – Cristo, como bem nos ensina o grande Apóstolo das Nações – Paulo. Deus, nosso pai misericordioso decidiu colocar uma mulher no seu projeto de salvação por ele muito bem traçado.

Devemos isso a nossa Rainha dos Anjos que faz por merecer todo o nosso reconhecimento e gratidão. Mulher humilde, servidora, obediente e inteligente teve inspiração suficiente para expressar magistralmente o mavioso canto do “magnificat” ao dizer: “A minha alma glorifica ao Senhor, e meu espírito exulta em Deus, meu Salvador”. Conforme os registros do evangelista Lucas. Ela, a Rainha dos Patriarcas e dos Profetas, foi a primeira pessoa no mundo a receber Jesus na Eucaristia, porque, como Arca da Aliança, conduziu o salvador dentro de seu seio divino.

É, portanto, mãe admirável, esposa casta, amiga e companheira inseparável das horas difíceis e tristes de nossa vida. Acompanhou o Filho em todos os momentos. Intercedeu a ele nas bodas de Caná da Galileia, quando o grande coração de mãe percebeu que os donos da festa passariam por um vexame na falta do vinho. Ocasião em que Jesus realiza o seu primeiro grande sinal, segundo nos esclarece o apóstolo João.

A vida de nossa Admirável estava presa àquele Filho, passou por dificuldades com José, pelo sofrimento previsto pelo profeta Simeão, pela morte de cruz do filho querido no alto do calvário. No entanto, ele, vendo a situação em que ficaria a humanidade, faz a entrega ao discípulo amado e vice-versa; doravante, a Imaculada passa a ser nossa mãe, mãe da Igreja ou ainda no dizer dos gregos, a nossa “Theotokos”. Contudo, o Filho não se apagou ali naquela cruz quando entregou o espírito ao Pai, pelo contrário, acendeu-se nova luz para o mundo com a sua ressurreição.

Queridos, sentimo-nos enormemente atraídos pela mãe dos oprimidos. Isso pode ser um forte sinal dado por ela, porque, na verdade, ela nos conduz ao Filho, tendo em vista que o merecimento elevado está no Senhor Jesus. A Ele devemos amá-lo, respeitá-lo, segui-lo; e viver a vida em função do amor ao meu próximo.

É por favor do Filho que o Espelho da Justiça se manifesta em várias denominações: Nossa Senhora das Graças, Aparecida, de Fátima, de Lourdes, do Perpétuo Socorro, de Guadalupe, das Dores, do Desterro, do Amparo, do Rosário, dos Navegantes, da Conceição da Praia, da Boa Viagem. Da Imaculada Conceição e outras; todas as nossas senhoras é a mesma mãe de Deus, conforme a canção de Roberto Carlos.

Queridos irmãos, em nome do Terço dos Homens, da venerável Irmandade do Santíssimo Sacramento e de toda a Paróquia de Condeúba, respeitando e venerando aqui a pessoa do nosso pároco, o Pe. José Silva Figueiredo, agradecemos a ilustre visita que muito nos honra e eleva os corações de todos nós a Jesus Cristo, que, pela intercessão da Virgem nos abençoa e nos fortaleça na fé, esperança e caridade para cumprir a missão na caminhada suprema da Igreja. Nosso muito obrigado. Louvado seja Nosso Senhor Jesus Cristo! Condeúba, 05 de dezembro de 2017.

                                                           Profº Agnério Evangelista de Souza                                                                                                         Presidente da Irmandade do Santíssimo

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *