Condeúba: Tradição mantida no Olho D’água, as pessoas da Comunidade vão à casa da “Tia Beca” na Quinta e Sexta-feira da Paixão para lhe dar benção

Por Oclides da Silveira

Dir. Maria, Tia “Beca”, Ana ambas são filhas e Letícia que é sobrinha mas foi criada pela Tia “Beca”

Nesta Quinta e Sexta-Feira Santa ou dá Paixão como se costumam dizer, dias 18 e 19 de abril de 2019, foi mantida a tradição católica na Comunidade do Olho D’água. Os moradores da localidade e até alguns mais distantes de outras comunidades, fazem uma verdadeira peregrinação para a residencia da Senhora Isabel Maria da Silveira, a popular “Tia Beca”.

Pois bem, “Tia Beca” é uma Senhora de 94 anos, a mais velha da comunidade, então nos dias grandes da Semana Santa em especial Quinta e Sexta-feira, a Igreja Católica recomenda que os mais novos devem dar benção aos mais velhos.  Nesses dias a casa da “Tia Beca” vira uma verdadeira visitação de todos os seus parentes, bem como aqueles que moram na comunidade e outros que moram mais distantes.

“Tia Beca” é uma Senhora muito católica, que atrai para si todos os movimentos da Igreja, os quais são feitos nas residencias das pessoas da comunidade, como por exemplo: As Novenas de Natal, reuniões da Campanha da Fraternidade, Circulo Bíblico, Tríduo do Padroeiro da Comunidade Senhor dos Passos, visita de Santo Antônio que é Padroeiro do município e outros movimentos, sempre começam pela casa da “Tia Beca”.

CURIOSIDADE: “Tia Beca” tem o hábito de receber as pessoas pela porta dos fundos, onde tem uma arinha coberta e lá ela passa o dia inteiro sentadinha num banco de madeira e sem nenhum acolchoado. Lá tem também uma mesinha onde ela sempre serve o cafezinho para as visitas. Nessa Quinta e Sexta-feira da Paixão foi servido café com misturas só para as crianças, aos adultos café valente recomendava “Tia Beca”, ou seja, café puro, pois normalmente as pessoas estavam jejuando. 

Fotos: JFC

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail

Um comentário sobre “Condeúba: Tradição mantida no Olho D’água, as pessoas da Comunidade vão à casa da “Tia Beca” na Quinta e Sexta-feira da Paixão para lhe dar benção

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *