Condeúba: Realizada a 20ª Sessão Ordinária da Câmara na “velocidade da luz”

Por Oclides da Silveira

Momento inicial em que os vereadores estão rezando a oração do Pai Nosso

Realizada a 20ª Sessão Ordinária da Câmara Municipal nesta quinta-feira dia 9 de agosto de 2018. Usando apenas 1/3 (um terço) do tempo máximo gasto para as sessões que são duas horas. A Sessão de hoje teve tão e somente 30 minutos de duração, se chamamos a Sessão anterior de “relâmpago” que durou 50 minutos, a de hoje podemos batizar de velocidade da “luz”.

PEQUENO EXPEDIENTE: Foi realmente pequeno, teve a costumeira entoação do Hino Nacional, oração do Pai Nosso, depois a leitura da Ata da Sessão anterior, leitura do oficio nº 34/2018, leitura das indicações nºs 29, 30 e 31/2018, leituras dos convites da Assistência Social e leitura do Requerimento nº 10/2018 de autoria do vereador Maurilio, o qual solicita o saldo dos depósitos na conta da Prefeitura em relação as vendas do loteamento Aeroporto, o Plenário aprovou por unanimidade.

GRANDE EXPEDIENTE: Desta vez houve uma contradição, o grande foi menor do que o pequeno expediente. Pois, ninguém fez uso do grande expediente, a tribuna ficou livres mesmo.

ORDEM DO DIA: Já este expediente foi bastante movimentado em relação aos outros. Foram votados e aprovados os pareceres e em primeira votação dos Projetos 12 e 13/2018, que trata-se da criação do Conselho da Juventude e o outro para criar o Sistema Municipal de Educação. Além do Projeto de Emenda à Lei Orgânica, todos foram aprovados por unanimidade. Já os Projetos do Executivo nºs 9 e 10/2018 que tratam de liberação de crédito junto à Caixa Econômica Federal para aquisição de um caminhão pipa, outro para coleta do lixo e uma roçadeira. O outro Projeto autoriza a desafetação de bens moveis ou seja, veículos da Prefeitura a serem leiloados, foram aprovados por unanimidade em primeira votação.

O vereador Antonio Chaves pediu a preferencia de votação e foi aceito pelo plenário do Projeto de Lei nº 15/2018 que trata de desapropriação amigável e dação de terrenos em pagamento, refere-se a permuta de 4 lotes no loteamento Aeroporto medindo 10 X 20 cada um, que foram permutados por dois terrenos no Distrito da Mandassaia, um medindo 50 x 70 que tem um Projeto para construir um Colégio e o outro terreno medindo 30 X 50 onde está construída a quadra poliesportiva daquele Distrito. O referido Projeto foi aprovado em segunda votação por unanimidade.

As galerias da Câmara estiveram quase vazias com um público de minuto

Esgotado a pauta e não havendo nada mais a se tratar, o Presidente Silvano dos Santos  justificou a ausência do vereador José Reis por ter falecido um amigo dele no Distrito do Alegre. Agradeceu o público de minuto que se fez presente e deu por encerrado os trabalhos. Informamos também que não se fez presente nesta Sessão o vereador Adailton Ramos.

Fotos: JFC

 

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *