Condeúba: Realizada a 15ª Sessão Ordinária da Câmara Municipal, foi negado urgência aos Projetos do Prefeito

Por Oclides da Silveira

Vereadores reunidos no Plenário em pleno andamento da Sessão

Realizada a 15ª Sessão Ordinária da Câmara Municipal nesta quinta-feira dia 7 de junho de 2018. PEQUENO EXPEDIENTE: Foi lido a Ata da Sessão anterior, ofícios, requerimentos, Indicações e outros, além de dois Projetos do Executivo, sendo um para a Câmara autorizar a venda através de leilão de carros que estão quebrados e sem uso pela Prefeitura. O outro Projeto seria para autorizar a Prefeitura comprar 2 caminhões pipas, uma roçadeira e um caminhão compactador para fazer a coleta do lixo, ambos os Projetos vieram em regime de urgência.

Gerou uma grande polêmica na questão da urgência dos Projetos, o Presidente Silvano botou em votação, primeiro o Projeto do leilão dos veículos que ficou assim: Votaram a favor da urgência os vereadores Toinho, Nena e Antônio Chaves. Votaram contra a urgência Arlindo, Carlito, Maurílio, Conceição e Reginaldo.

O outro Projeto que versa sobre a compra financiada de veículos, ficou assim a votação: Votaram favoráveis a urgência os vereadores,   Toinho, Nena, Antonio Chaves e Reginaldo e contra a urgência votaram os vereadores, Carlito, Arlindo, Maurílio, Conceição, ficando empatado a votação, aí foi preciso o Presidente desempatar e ele o fez votando contra a urgência. Desta forma os Projetos terão tramitação normal, ou seja 10 dias úteis.

GRANDE EXPEDIENTE

Secretário Municipal da Administração Antônio Alves de Sousa

“Fez uso da tribuna livre o Secretário Municipal da Administração Antônio Alves de Sousa, que veio defender os dois Projetos de Lei do Executivo, um que trata sobre a venda de veículos da Prefeitura através de leilão e o outro para autorizar a Prefeitura adquirir 2 caminhões pipas, uma roçadeira e um caminhão compactador para fazer a coleta do lixo da cidade. O Secretário apresentou os valores comparativos entre o que a Prefeitura está pagando de aluguel pelos veículos e que os valores das prestações ficarão equiparados”, afirmou o Secretário Antônio Sousa.

Vereador Reginaldo Sobrinho do Nascimento

Reginaldo Nascimento – PSB. Também usou a Tribuna para agradecer ao Secretário Antônio Sousa, pelos esclarecimentos a cerca dos projetos. “Disse que fez uma Indicação para ser criado o Conselho da Juventude. Pois, temos jovens com boas ideias e por isso, devemos dar oportunidade a eles. Disse ainda sobre a corrida do município para conseguir o Selo Unicef, cujo objetivo é garantir politicas públicas às crianças vulneráveis e promover o seu engajamento na sociedade. Falou também sobre a audiência pública feito pelos Órgãos responsáveis pela distribuições de água do Champrão. O ponto esclarecedor da reunião foi quando o engenheiro da Ana citou que na nossa represa só tem 1 milhão de litro de água e o fornecimento só será garantido por 3 meses. Lamentou Reginaldo, que essas reuniões até agora foi só enrolação e nada de concreto foi apontado até agora”, pontuou o edil.

Vereador Carlito José Pereira

Carlito do partido Progressista. Disse que o Prefeito continua desrespeitando a Câmara mandando Projetos de Leis para serem votados em regime de urgência. Precisamos ver se o município está preparado para fazer tais dívidas, precisamos também ver em loco esses veículos que estão aqui relacionados para o leilão, pois vimos aqui um carro ano 2013, por tanto com 6 anos de uso e já está sendo relacionado para ser leiloado. Precisamos de tempo para analisar tudo isso e ver se realmente o município está tendo essa condição de endividamento. Proponho que seja criado uma Comissão para acompanhar esse processo em seus menores detalhes”, afirmou Carlito.

Vereador Antônio Farias Terêncio Filho “Toinho”

Usando o tempo de liderança “Toinho” “destacou o lamentável resultado da reunião da Embasa e todas as outras entidades,  que não chegaram a lugar nenhum de foma objetiva, dentro daquilo que o povo almeja, que o racionamento de água antes que acabe. O parlamentar defendeu a mesma tese que publicamos aqui no dia da fadada reunião, ou seja: Os prefeitos tem que tomar partido e fazer esse racionamento por conta própria”, afirmou Toinho.

Fotos: JFC

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail

Um comentário sobre “Condeúba: Realizada a 15ª Sessão Ordinária da Câmara Municipal, foi negado urgência aos Projetos do Prefeito

  1. Antes da EMBASA vir para Condeúba, isso aconteceu na década de 80, a Prefeitura fazia a distribuição da água e nós pagávamos bem menos. Que fez a Embasa? Comprou por preço simbólico a água do DNOCS e nos vende por preços exorbitantes. Como que, agora, não pode fazer o racionamento? Precisa-se sim, do contrário, não teremos água até a vinda das chuvas em novembro, se Deus quiser.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *