Condeúba: Ossadas humana foram encontradas na reforma da Praça Santo Antônio; técnicos visita local

Técnicos do IPHAN (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional) buscam respostas para a descoberta acidental e parecer técnico deverá ser emitido nos próximos dias.

tecnicos-iphan-vistisa-praca-condeuba-1

Técnicos do IPHAM-BA (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional) visitaram as obras de reforma e revitalização da Praça Santo Antônio, em Condeúba, na última quinta-feira, 18, para conhecimento e análise das ossadas humanas encontradas por operários durante as intervenções da obra. Atendendo a uma solicitação da Administração Municipal, Igreja Católica e moradores do entorno da Praça, os arqueólogos do IPHAN buscam nessa primeira visita, respostas para a origem dos restos mortais, de maneira que possa se pronunciar tecnicamente a respeito.

Perguntados sobre a descoberta ocorrida em Condeúba, os técnicos do Instituto Nacional informaram ser precoce uma análise mais aprofundada nesse primeiro momento. “Essa primeira visita serve para conhecermos o contexto histórico do lugar, entender as circunstâncias em que foram encontradas e a partir de dados obtidos, juntamente com as informações de outras fontes, é que emitiremos relatórios aos nossos supervisores. Só depois é que será apresentado parecer técnico definitivo. No momento, o que podemos adiantar é que, não é necessário alterar o projeto de reforma, tampouco o andamento da obra, já que as escavações chegaram ao seu objetivo sem danificar as ossadas”, completou um dos arqueólogos do IPHAN.

reformaigreja

Especialistas consultados informaram que situações como a identificada em Condeúba são mais comuns do que se imagina. Até a primeira metade do século XIX os sepultamentos nem sempre tiveram como destino os cemitérios, época em que as tradições fúnebres variavam. Só a partir da segunda parte do século XIX, herdou-se dos europeus essa prática.

Fonte: D Dez

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *