Condeúba: Hoje dia 3 de março de 2018, completa meio século da destruição da cidade baixa pela enchente do Rio Gavião

Por Oclides da Silveira

Ponte Imaculada Conceição sobre o Rio Gavião

Triste e dolorosas catástrofes surgiram em Condeúba, quando das enchentes do Rio Gavião, que deixou parte da cidade debaixo de água, transformando em descombros e ruínas, com as enchentes que ocorreram nos meses de abril de 1914, 03 de março de 1968 e por último a enchente de 1989. Sendo a que mais causou estrago foi a enchente de 1968, que hoje dia 3 de março de 2018, está completando meio século.

Destruiu as casas da Rua Sete de Setembro, Rua do Sobrado, Rua Conselheiro João Torres. Na Praça da Bandeira derrubou o sobrado do Sr. Braulino onde funciona hoje o Supermercado do Sr. Irênio Ribeiro, derrubou também a primeira escola de Condeúba chamada Grupo Escolar Tranqüilino Torres, onde funciona hoje a Secretaria Municipal de Saúde, antigo Hospital Municipal.

                 Padre Homero Leite Meira

Pois bem, neste ano o Prefeito era o Sr. Antonio Andrade dos Santos que fez uma campanha juntamente com o Padre Homero Leite Meira e os demais moradores que não foram atingidos pela enchente e juntos acolheram as pessoas desabrigadas na Igreja Santo Antonio e nas residências.

 

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *