Condeúba: Completando 155 anos neste dia 14 de maio de 2016

Condeúba, e um pedacinho de sua história

Com a fome que assolava o País principalmente os Estados Nordestinos no ano de 1899, Condeúba era administrada pelo Intendente Anfilófio Cezar Alves Pereira, o qual pode testemunhar que foi um ano de muita fome no sertão nordestino.

Desciam os mineiros conhecidos como (geraizeiros), eles chegavam a Condeúba e invadiam as casas comerciais em busca de comida e eram na maioria das vezes “espingardeados”, ou seja, matados a tiro de espingardas pelos comerciantes, “segundo consta na Memória Descritiva de Tranqüilizo Torres”. Muita gente morreu de fome naquela época.

Por volta do ano de 1900 pós superação do período da fome, surgiu uma doença grave que levava as pessoas à morte e com isso dizimou-se muita gente entre crianças, adultos e idosos, foi chamado a “doença da bexiga”, que causava uma infecção generalizada nas pessoas e era altamente contagiosa.

Quem contraía a doença morria não tinha cura, por isso, as pessoas sãs isolavam as doentes no mato para morrer por lã e levavam alimentação pra eles, deixavam próximo do local para não ter contato com os doentes e correr o risco de contaminação.

Catástrofe semelhante se repetiu no ano de 1939, quando o Intendente era o Capitão Joaquim Mutti. Muitos pais de família trocavam suas filhas moças por comida, a mortandade se repetiu por causa da chamada e famosa “fome de 39”.

Novas catástrofes surgiram em Condeúba quando das enchentes do Rio Gavião deixou parte da cidade debaixo de água transformando em descombros e ruínas com as enchentes que ocorreram no mês de abril de 1914, 03 de março de 1968 e por último a enchente de 1989. Sendo a que mais causou estrago foi a enchente de 1968.Enchente Enchente1

Destruiu as casas da Rua Sete de Setembro, Rua do Sobrado, Rua Cons. João Torres. Na Praça da Bandeira derrubou o sobrado do Sr. Braulino onde funciona hoje o Supermercado do Sr. Irenio Ribeiro, derrubou também a primeira escola de Condeúba chamada Grupo Escolar Tranqüilino Torres, onde funciona hoje a Secretaria de Saúde, antigo Hospital Municipal.

Pois bem, neste ano o Prefeito era o Sr. Antonio Andrade que fez uma campanha juntamente com o Padre Homero Leite Meira e os demais moradores que não foram atingidos pela enchente e juntos acolheram as pessoas desabrigadas na Igreja Santo Antonio e nas residências.

Condeúba 14 de maio de 2016, seu atual Prefeito José Augusto Ribeiro (Guto). Ela está completando hoje 155 anos de emancipação política. Parabéns cidade linda e destemida que soube superar tudo e todos os empecilhos que lhe foram destinados no passado.

Hoje Condeúba se alavanca fortemente e se desloca rumo ao progresso com muita firmeza, amparada pelo comercio forte e um novo parque industrial que surge com seguimentos diversos, destaque especial para a indústria do biscoito, que ainda é seu carro chefe.

Outro carro chefe e este sim o principal é seu povo, que age de forma ordeira e valente para conseguir galgar espaços cada vez mais significativo na história da cidade. Povo hospitaleiro, receptivo e colaborador, povo condeubense orgulho da nossa terra.

Arquivo de fotos história de Condeúba

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail

Um comentário sobre “Condeúba: Completando 155 anos neste dia 14 de maio de 2016

  1. Parabéns Condeúba pelos 155 anos de muita história. Se voltarmos ao passado muitas coisas aconteceram para o bom desenvolvimento da cidade, mas lutaremos para alcançarmos um futuro melhor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *