Condeúba: A importância de manter a tradição do São João

Por Antonio Santana

Santana-225x300
   Professor e Poeta Santana

É de suma importância preservar a cultura do São João através das escolas públicas e colégios municipais. O que não é muito agradável é o incentivo não se sabe de quem de transformar as mesmas em comércios juninos, perdendo – se um pouco o brilhantismo da tradição em nome do capitalismo. Um São João de poucos, onde a maioria dos alunos se tornam excluídos do processo cultural, social e nordestino.

Essa é a educação que promovemos, onde as instituições que deveriam promover cidadania, promovem seus exibições particulares numa competição desigual, dizendo que estamos fazendo um ótimo São João, para quem? Seria essa a melhor maneira de as escolas públicas pedir esmolas sem constrangimento?

Penso que a escola deveria festejar não somente o São João, mas qualquer outra festa com a Comunidade Escolar, como preconiza a nossa LDB – Lei de Diretrizes e Bases que não exclui alunos e pais pobres para atender capricho de outros interesses quais não sejam do seguimento escolar e dos inseridos no processo de Educação.

Esse é o meu pensamento como educador e como cidadão que não coloca o capital como o objetivo final de todas as coisas do interior de uma vivência escolar, pontuou Santana.

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail

Um comentário sobre “Condeúba: A importância de manter a tradição do São João

  1. Muito bem exposto uma pena meu caro q São poucos q compartilham te tal pensamento. Eu vivenciei a ignorância e o exibicionismo gratuito da “elite” do interior bahiano a cultura do sudoeste morreu muito gracas as políticas sociais mal aplicadas de gestores e educadores de pensamento pequeno e da omissão de quem deveria ser a vanguarda de proteção a cultura regional. Lamento mas vc ta lancando perolas aos porcos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *