Arquivos da categoria: Saúde Pública

Ginecologista é suspeito de assediar 24 mulheres em Vitória da Conquista

Foto: Lay Amorim/Achei Sudoeste

Um médico especializado em ginecologia e obstetrícia, que atende em Vitória da Conquista, está sob suspeita de assediar ao menos 24 mulheres durante consultas que realiza na rede pública e privada de saúde da terceira maior cidade do estado, com 338 mil habitantes.

As mulheres procuraram a Subseção da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), nesta segunda-feira (13), para relatar os supostos assédios, denunciados primeiramente por meio de um perfil na rede social Instagram, criado por uma mulher na sexta-feira (10).

A mulher diz ter sido assediada pelo médico Orcione Júnior, que rebateu as acusações por meio do advogado de defesa. Desde então, o perfil tem recebido vários relatos de supostos assédios por parte do mesmo médico; além do apoio de mulheres de outros estados, que estão compartilhando as informações em suas respectivas contas na rede social.

Em nota, a OAB diz que as 24 mulheres “solicitaram uma audiência com a diretoria da Ordem e com as Comissões da Mulher Advogada e dos Direitos da Mulher e, nessa ocasião, reivindicaram apoio e providências, a fim de que sejam adotados procedimentos de investigação acerca de notícias já veiculadas nas redes sociais”.

Por conta das publicações nas redes sociais, o caso já está sendo alvo de investigação na Delegacia de Atendimento Especial à Mulher (Deam), cuja delegada titular, Dercimária Cardoso Gonçalves, informou que abriu nesta segunda-feira uma “investigação pública incondicionada” para averiguar as denúncias. Uma investigação desse tipo, explica a delegada, não precisa que haja representação por parte da vítima para que seja aberta.

Contudo, ela informou que o primeiro passo está sendo identificar quem fez a denúncia na citada rede social. “Já temos algumas pistas de quem seja, mas ainda estamos buscando informações”, afirmou a delegada. “Não temos nenhuma queixa contra o médico apontado na denúncia.

O que se espera é que depois dessa publicação apareçam pessoas na delegacia para fazer denúncias formais e a partir daí tomarmos as providências”, acrescentou a delegada, que chegou a ver os relatos e os achou “muito fortes”. As informações são do Jornal Correio da Bahia.

Osteoporose: por que fumar e beber aumentam o risco da doença

Foto: Getty Images

Já é sabido que alguns hábitos do dia a dia aumentam o risco de desenvolver diversas doenças, incluindo a osteoporose – condição que deixa os ossos fracos e quebradiços. Entre os hábitos que podem tornar o indivíduo mais propenso a desenvolver esse problema ósseo estão o tabagismo e o alcoolismo.

Apesar disso, pouco se sabe a respeito dos mecanismos envolvidos nesse enfraquecimento. Recentemente, pesquisadores americanos descobriram um mecanismo celular capaz de explicar porque esses hábitos interferem na saúde dos ossos.

De acordo com o estudo publicado no FASEB Journal, o consumo de álcool e cigarro pode ativar uma célula do sistema imunológico, levando-a a se transformar em outra modalidade de célula cuja função é reabsorver os ossos.

Esse processo é desencadeado quando a mitocôndria, parte da célula responsável pela respiração celular, fica sob stress – o que, segundo a equipe, é o que provavelmente acontece no organismo ao fumar e beber.

CÃES SOLTOS NAS RUAS

Por Thiago Braga

Quantas e quantas vezes, vimos “cães sem dono”, andando livremente pelas ruas das cidades? Já perdemos as contas. Na maioria dos casos, a fêmea “deu” cria e proprietário (a), agindo de má fé, deixa-os a míngua. Sinal de abandono, falta de cuidado e insensatez. Tantos outros, vivem na “tranca”, em péssimas condições de limpeza. Fome e sede, ferimentos pelo corpo. Alarde para a vizinhança. Entidades do segmento e ongs mantêm trabalhos voltados ao bem-estar dos amiguinhos de “quatro patas”.

Lembremos deles, brincando e alegrando o ambiente. Tomando leite na cuia ou, quem sabe, desenrolando novelo de lã esquecido pela casa. E aqueles metidos em roupa colorida, apresentando-se nos grandes circos?! São obedientes, mimosos e cheios de graça. Aprendem rápido, criando amor pelas pessoas, sobretudo, tendo vida longa. Raças: “vira lata”, labrador, malhado, pastor alemão, etc. Se alimentam de ração canina (junior/adulto), a depender do costume, dão preferência à comida comum. Nutre o pêlo, fortalece os ossos e incentivo o crescimento saudável.

Não é a toa que campanhas “pet” trazem informações a respeito do tema, considerado de utilidade pública. Mescla boas práticas, zelo e tratamento adequado. Tenta conscientizar criadores e não criadores no trato com os bichos. Tudo ou quase tudo, de forma convincente. Quais os pontos? Banho, tosa e carinho. Remédio quando precisar, de acordo a orientação veterinária. Vacina para prevenção de doenças e a conhecida “ante-rábica”, respeitando casos isolados. Por que maltratar? Os resultados nada agradáveis, tornam-se fator preocupante para todos que aderem a esta ideia: educar com maioridade e experiência.

Há centros de zoonoses/castração, feiras de adoção e canis. Em alguns lugares, a “carrocinha” recolhe os animais a fim de levá-los para abrigo. Esta medida garante um “novo lar” aos animais, pois é o que preconiza a Lei de Proteção e Defesa dos Animais. Punição severa para os infratores. Por isso, não tem “mais, nem meio mais”. Aliás, o munícipe também pode ajudar, da forma que achar necessário, no combate à violência contra cães/gatos, através da denúncia solidária. Um assunto importante para nosso momento. Merece voto de confiança.

Duas das mulheres marcaram a história da enfermagem

Por Lindalva Carolina

Enfermeira Lindalva Carolina da Silva

Dia 12 de Maio comemora se mundialmente o dia do enfermeiro, em homenagem a Florence Nightigale, um marco da enfermagem, que nasceu em 12 de Maio 1820, também comemoramos no Brasil no dia 20 de Maio, o dia nacional dos técnicos e auxiliares de enfermagem em memória do falecimento de Ana Nery em Maio de 1880.

Maio é o mês das mães e nada mais justo do que falar sobre estas duas mulheres valorosas, que foram mães de muitos soldados feridos e também prestar uma singela homenagem a todos os enfermeiros, que se entregam corpo e alma a esta nobre tarefa de cuidar da nossa saúde. Florence, ficou conhecida como Dama da Lâmpada em 1845, em Roma, no desejo de tornar se enfermeira, estudou as atividades das Irmandades católicas. Em 1849, decidiu trabalhar em Kaiserwret, Alemanha. Em 1854 foi enfermeira de guerra, durante os combates, os soldados fizeram de Florence o seu anjo da guarda, pois de lanterna na mão percorria as enfermarias dos acampamentos, atendendo os soldados doentes. Por esse motivo ela ficou mundialmente conhecida como a dama da lâmpada.

Ana Nery nasceu em 13 de Dezembro de 1814, na cidade de Cachoeira Bahia. Em 1864, quando seus dois filhos foram convocados para a guerra do Paraguai 1864 a 1870, ela não resistiu a separação da família e colocou se a disposição do governo para ir a guerra sendo considerada a primeira enfermeira voluntária do Brasil.

A enfermagem surgiu entre os religiosos, como um sacerdócio no século XVI. A enfermagem já começou a ser vista como uma atividade profissional institucionalizada e, no século XIX, como enfermagem moderna na Inglaterra.

A partir dai, foram definidos padrões para a profissão e a Ana American Nurses Association, deferiu assim que o objetivo principal do trabalho de enfermagem é cuidar dos problemas de saúde, educar para saúde, ter habilidades em prever doenças e o cuidado do paciente.
No Brasil a enfermagem, que além dos enfermeiros, engloba os técnicos e auxiliares, é a segunda categoria com maior número de profissionais, chegando a 1,6 milhão segundo pesquisa da Fiocruz e do Conselho Nacional de Enfermagem COFEN. Estar atrás apenas  da profissão de metalúrgico.

Lindalva Carolina é enfermeira formada pelo Centro Universitário de Rio Preto UNIRP, pós graduada em Urgência e Emergência pela Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto FAMERP. Gestão de saúde Publica e Ginecologia e Obstetrícia em andamento. Ela tem mais de uma década de profissão sempre atuando na área gástrica. Para a enfermeira Lindalva a profissão de enfermagem já avançou muito no Brasil, mesmo assim a função deveria de ser mais valorizada. E a enfermagem que cuida do paciente por 24h. Sem a enfermagem é impossível como fazer saúde. Ela ressalta ainda que qualquer tipo de hospital ou pronto socorro, seja privado ou público e o profissional de enfermagem o primeiro a receber o paciente, estando a frente de todos os atendimentos.

A profissão de enfermeiro requer curso superior e é praticada por cerca 20% dos profissionais da área. Os técnicos e auxiliares representam em torno de 80% do setor. Acredito que a enfermagem será a profissão do futuro pois o mercado de trabalho amplia muitas áreas de atuação. O mercado da enfermagem possui vários segmentos, muitos deles em expansão, e oferece diversas possibilidades de crescimento profissional.

A partir de então, reforço a mim mesma, dia após dia, que a melhor ferramenta para cada enfermeiro é carregar no bolso do jaleco e a empatia pelo o próximo. Enfermagem é uma expressão de amor tornada visível. Parabéns todos os meus colegas de profissão!

Aproveito a oportunidade e parabenizo todas as mães em especial minha mãe Eva Silveira. Te amo Mãe!!!

Conselho Regional de Nutricionistas – BA/SE (CRN-5), apresenta Projeto Roda de Conversa

SERVIÇO À IMPRENSA:

QUEM: Conselho Regional de Nutricionistas – BA/SE (CRN-5);

O QUÊ: Projeto Roda de Conversa;

QUANDO: 17/05, 14h;

ONDE: Auditório do Campus XIII da UNEB, na avenida Luís Viana Filho – Itaberaba (BA);

JORNALISTA RESPONSÁVEL: João Paulo Oliveira (MTE 2815 SRTE/BA) 71 9.9996-6026

CRN-5 promove ‘Roda de Conversa’ em Itaberaba

Órgão federal promoverá debate sobre atuação de nutricionistas e TND’s na região.

O Conselho Regional de Nutricionistas da 5ª Região (CRN-5) estará na cidade de Itaberaba, no dia 17 de maio, para a realização de mais uma edição do projeto Roda de Conversa, que tem o objetivo aproximar ainda mais o órgão dos nutricionistas e dos estudantes de Nutrição do interior do Estado da Bahia. O evento acontece às 14h, no auditório do Campus XIII da UNEB.

Na oportunidade, conselheiras do órgão e colaboradores discutirão temas atuais e de grande importância para a categoria e para a sociedade.

Os interessados podem se inscrever pelo hotsite do evento (https://bit.ly/2va2VML). A participação é gratuita e dá direito a certificado digital emitido pelo órgão.

Vale destacar que, na região, estão lotados 150 profissionais registrados no órgão, que atuam nas mais diferentes áreas da profissão.

INFORMAÇÃO IMPORTANTE

O CRN-5 é uma autarquia federal sem fins lucrativos, de interesse público, com poder delegado pela União para orientar, disciplinar e fiscalizar o exercício e as atividades dos mais de 11 mil profissionais (nutricionistas e técnicos em Nutrição e Dietética) nos estados da Bahia e de Sergipe em defesa da sociedade. O órgão compõe o Sistema CFN/CRN, que atua pela normatização do exercício profissional em todo o país.

O CRN-5 fiscaliza hospitais, serviços de alimentação coletiva, consultórios, clínicas e todo ambiente de produção de alimentos, sempre com o objetivo de garantir o cumprimento da legislação com a presença do nutricionista.

Amamentação reduz em 25% o risco de obesidade, diz OMS

Foto: George Doyle/Thinkstock

Não é novidade que a amamentação é extremamente importante para o desenvolvimento do bebê e para o vínculo entre mãe e filho. Agora, um novo estudo conduzido pela Organização Mundial da Saúde (OMS) mostra que o aleitamento materno protege contra a obesidade infantil. Principalmente quando esta é a forma exclusiva de alimentação do bebê nos primeiros seis meses de vida.

De acordo com o estudo, crianças que nunca foram amamentadas tinham uma probabilidade 22% maior de serem obesas. Para as crianças que mamaram por menos de seis meses, o risco caiu para 12%, mas ainda existiu. Por outro lado, aquelas que foram exclusivamente alimentadas pelo leite materno no primeiro semestre de vida corriam um risco 25% menor de obesidade.

“Precisamos de mais medidas para incentivar o aleitamento materno, como a licença maternidade remunerada. Precisamos de um marketing menos inapropriado de fórmulas [leite em pó para bebês], que podem levar algumas mães a acreditarem que elas são tão boas para os bebês quanto o leite materno”, disse João Breda, do Escritório Europeu de Prevenção e Controle de Doenças Não Transmissíveis da OMS, ao The Guardian.

Os dados são provenientes da análise de 30.000 crianças monitoradas como parte da iniciativa Vigilância da Obesidade Infantil (Cosi, na sigla em inglês) da OMS. Lançada em 2007, a iniciativa é continuamente atualizada e, atualmente, recebe dados provenientes de 40 países, de crianças com idade entre 6 e 9 anos.

MG – Médica cubana trabalha em restaurante de BH na esperança de voltar a exercer a profissão

A médica cubana Yaime Perez Acuna atendia a população de Crucilândia (MG). — Foto: Yaime Perez Acuna/Arquivo pessoal

Yaime Perez Acuna, de 29 anos, trabalha servindo mesas em um restaurante de Belo Horizonte. Há cinco meses, ela atendia cerca de 20 pessoas por dia em um dos dois postos de saúde de Crucilândia, na Região Central de Minas Gerais. A cubana, especialista em saúde da família e em doenças tropicais, como a dengue, participou do Mais Médicos de março de 2017 até novembro do ano passado, quando o governo de seu país decidiu deixar o programa.

“Foi uma surpresa. Eu fiquei sabendo o que ia acontecer com a minha vida pelos jornais. Não tivemos nenhuma informação por parte do governo de Cuba”, disse a médica.

Yaime era a única médica no posto que trabalhava em Crucilândia, cidade com pouco mais de seis mil habitantes, cujo Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDH) é 0,651, pouco menor que o do Iraque, 0,654, segundo o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento. Continue lendo MG – Médica cubana trabalha em restaurante de BH na esperança de voltar a exercer a profissão

994 cidades podem ter surto de dengue, zika e chicungunha no país

Foto: Antonio Scorza/Agência O Globo

O Ministério da Saúde divulgou, nesta terça-feira (30), um levantamento que indica que quase mil cidades podem ter surto de dengue, zika e chicungunha no país. O primeiro Levantamento Rápido de Índices de Infestação pelo Aedes aegypti (LIRAa) de 2019 indica que 994 municípios apresentaram alto índice de infestação, com risco de surto para as doenças.

Os dados foram coletados entre janeiro a março deste ano. A pasta alerta que o sistema de vigilância de estados e municípios e toda a população devem reforçar os cuidados para combater o mosquito.

De acordo com o jornal O Globo, ao todo, 5.214 municípios realizaram algum tipo de monitoramento do Aedes aegypti, transmissor dessas doenças. Além das cidades em situação de risco, o levantamento identificou 2.160 municípios em alerta, com o índice de infestação predial (IIP) entre 1% a 3,9% e 1.804 municípios com índices satisfatórios, inferiores a 1%.

Itapebi: Empresa é flagrada extraindo ilegalmente minerais no sul da Bahia

M.T.E

Auditores do Trabalho participaram de ação fiscal na manhã desta quarta-feira (24) que resultou na interdição das atividades e apreensão de explosivos de uma mineradora no extremo sul da Bahia.

A atividade de mineração era exercida na zona rural do município de Itapebi, a 600 km de Salvador, por uma empresa cujo sócio possui endereço no município de Taiobeiras em Minas Gerais.

A ação foi realizada pela Agência Nacional de Mineração (ANM), Auditoria Fiscal do Trabalho, Exército, Justiça do Trabalho, Ministério Público do Trabalho, Polícia Federal e Polícia Rodoviária Federal.

No local foram encontrados 13 trabalhadores laborando sem registro em carteira. Eles não haviam sido submetidos a exames de saúde admissionais. Apesar de operarem com explosivos, não receberam qualquer treinamento, manuseando-os de forma insegura e em desacordo com as normas técnicas vigentes, gerando risco de explosões acidentais. Continue lendo Itapebi: Empresa é flagrada extraindo ilegalmente minerais no sul da Bahia