Arquivos da categoria: Saúde Pública

Condeúba: Outubro Rosa e Novembro Azul – 2017

Secom/Prefeitura

azul 19
Prefeito Silvan Baleeiro

No dia 30 de Outubro, teve inicio os atendimentos do Movimento Outubro rosa e Novembro azul, em nosso município de Condeúba, que se encerrará no dia 03 de novembro. Estão sendo ofertados diversos tipos de exames e consultas com especialistas: pediatras, urologistas, ginecologistas, mastologista, radiologista e clínico geral.

Em demanda espontânea sem necessidade de agendamento: coleta de PSA para os homens e  preventivo para as mulheres.

Está sendo ofertado também: mamografia, ultrassons diversas, testes rápidos para HIV, sífilis e hepatite C; vacinação; aferição de pressão; glicemia; aplicação de flúor.
Também, quando necessário e indicado é realizado a punção de mama. Continue lendo Condeúba: Outubro Rosa e Novembro Azul – 2017

Samu 192 – serviço de ambulâncias terceirizado será testado em Vitória da Conquista

SAMU-192A Secretaria de Saúde de Vitória da Conquista iniciou pesquisa, melhor-preço, para contratar pelo menos 5 ambulâncias para o serviço do Samu 192. Durante os primeiros 1o meses de governo, a secretária Ceres Almeida conseguiu melhorar o serviço, mas os avanços foram poucos. Os serviços de emergências e urgências médicas com atendimento pelo Samu 192 é considerado pelo Governo essencial e precisa ser melhorado.
Terceirização
Os veículos quebram com muita frequência o que faz elevar o custo operacional para uma realidade que preocupa a administração municipal. A decisão de terceirizar o serviço do Samu 192 permitirá uma comparação, e avaliação do novo serviço. Propostas começam à chegar na Secretaria de Saúde e a meta é que neste mês de novembro o processo seja finalizado.
A locação de ambulância permitirá que a mesma equipe continue atuando. Apenas o condutor do veículo, já capacitado, integrará a equipe do Samu 192. Segundo informações onde foi implantado a terceirização do serviço de ambulância deu muito certo.

 

Bebê reage bem após conseguir remédio de R$ 3 milhões na Justiça

maya-fernandes-degliominFoto: Arquivo Pessoal

A menina Maya Fernandes Degliomini, de apenas nove meses, que foi diagnosticada com Atrofia Muscular Espinhal (AME), uma doença degenerativa e de origem genética, tomou a primeira dose do medimento Spinraza nesta semana. A família, de Guarujá, no litoral de São Paulo, conseguiu obter o medicamento após entrar na Justiça. As doses vieram dos Estados Unidos e podem ajudá-la a sobreviver.

De acordo com o G1, Maya foi diagnosticada com a doença quando tinha seis meses. Os pais chegaram a gastar cerca de R$ 15 mil para descobrir qual o problema de saúde da menina. A família decidiu sair de Juquehy e ir morar em Guarujá, onde há mais estrutura médica. A doença não tem cura, porém, o medicamento Spinraza já era utilizado no tratamento de crianças com AME.

A doença se desenvolve devido à falta ou defeito do gene SMN-1 no organismo. A família da menina iniciou uma campanha denominada AME Maya, em agosto deste ano, para arrecadar R$ 3 milhões para comprar e importar o medicamento. O valor representa as doses da medicação (US$ 125 mil cada) e o custo da importação.

No fim de agosto, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) concedeu o registro ao medicamento Spinraza, mas ainda não foi definido se será mais barato quando for vendido no país, ou se entrará para a lista do Sistema Único de Saúde (SUS). A família também entrou com um recurso na Justiça solicitando o fornecimento do medicamento pelo plano de saúde.

Maya foi internada no hospital Sírio Libanês, em São Paulo, no último domingo (22), para fazer os exames preparatórios para a aplicação da primeira dose. O procedimento foi realizado na segunda-feira (23). Segundo o pai de Maya, Luiz Carlos Begliomini Junior, a menina reagiu bem ao Spinraza.

Saiba o que fazer para não perder o auxílio-doença

Clayton Castelani
do Agora

Os trabalhadores que recebem o auxílio-doença do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) correm o risco de perder a renda mensal caso não fiquem atentos à data prevista para o encerramento do benefício.

Por lei, os auxílios-doença são concedidos com uma data programada para a alta do paciente, determinada pelo perito, conforme o tipo de doença que levou ao afastamento do trabalhador.

Se não houver data exata, o corte será feito em 120 dias (cerca de quatro meses), conforme uma lei federal que foi aprovada neste ano.

Crav realiza orientação para prevenção do câncer de mama

Outubro-Rosa-do-Cras-19-10-1-600x399Conscientizar a mulher da importância de prevenção do câncer de mama é uma ação que fica ainda mais forte no mês de outubro. Neste período, a sociedade se veste de rosa para incentivar o cuidado com a saúde e o diagnóstico precoce da doença.

A Prefeitura não poderia ficar de fora dessa causa. Nesta quinta, 19, marcando o Dia Internacional de Combate ao Câncer de Mama, o Centro de Referência da Mulher Albertina Vasconcelos (Crav) realizou um espaço de diálogo e informação para as mulheres que são assistidas pelo serviço.

A iniciativa foi uma parceria com a Secretaria de Saúde e mostra a importância do estreitamento das diversas áreas na construção de políticas públicas eficazes para a mulher. “O Crav retira a mulher do ciclo de violência, resgata a autonomia dela e nada mais importante do que resgatar a autonomia dela também tratando da saúde”, explicou Daniela Cardoso, assistente social do Crav.

Com a rotina corrida para a grande maioria das mulheres, a coordenadora de políticas públicas para este público, Sabrina Menezes, destacou a importância de relembrá-las sobre o cuidado com o próprio corpo. “Hoje em dia, com muitas atividades, a mulher acaba deixando de lado o cuidado com a própria saúde. Nossa expectativa é justamente despertar esse autocuidado nelas, destacar a importância da prevenção do câncer de mama”.

Entre as mulheres assistidas pelo Centro, estava C.S.*, que esteve, pela primeira vez, em uma ação do serviço e aprovou a iniciativa. “Quanto mais você se cuida, mais tempo você tem de vida. Essa é uma questão de vitalidade. Quando você passa dos 40, é preciso redobrar o cuidado”, opinou.

A iniciativa traz como slogan “Juntos nessa causa. Mais que uma cor, um alerta” e segue com a ação na próxima terça, 24, para as mulheres detentas do Presídio Nilton Gonçalves.
*Assistida pelo Crav, a entrevistada preferiu não se identificar na matéria.

Condeúba: Sessão da Câmara, Hospital Municipal homenageia os motoristas

Por Oclides da Silveira

mot 4
Os motoristas, vereadores e direção da Saúde no final da Sessão

Nesta quinta-feira dia 19 de outubro de 2017. O Hospital Municipal Dr. José Cardoso dos Apóstolos prestou uma homenagem  aos seus motoristas, na oportunidade fizeram uso da tribuna popular a diretora do Hospital Thaisa Pereira de Carvalho, Eni Rocha coordenadora do Samu 192 e Vagney Silveira que é o Secretário Municipal de Saúde. Os motoristas homenageados foram: Jorge Duarte, Odeon, Marcio Jardim, Marcos, Aparecido, Guilherme, Evandro, Robertão, Ricardo, Salvador, Pedro, Zé Musculoso, Eduardo e Vanicio Teixeira. Continue lendo Condeúba: Sessão da Câmara, Hospital Municipal homenageia os motoristas

TRF derruba liminar que impedia enfermeiros de requisitar exames

Cofen emite Nota de Esclarecimento à Sociedade
Decisão Judicial restringe pedido de exames por Enfermeiros da Atenção Básica
Imprimir Imprimir

NOTA DE ESCLARECIMENTO À SOCIEDADE

Com relação a liminar concedida pela Justiça Federal de Brasília, a partir de ação movida pelo Conselho Federal de Medicina, que suspendeu a requisição de exames por Enfermeiros na Atenção Básica esclarecemos à população brasileira e aos profissionais de Enfermagem:

As ações executadas pelo Enfermeiro, no contexto da Atenção Básica, estão claramente descritas nas normas legais que regem a profissão, e são realizadas há mais de 20 anos na Atenção Básica no Brasil, com segurança e qualidade. Além disso, a requisição de exames por Enfermeiros está respaldada pela Resolução Cofen nº. 195/97.

A Lei 7.498/86, regulamentada pelo Decreto 94.406/87, garante o direito ao Enfermeiro fazer consulta de Enfermagem e prescrever medicamentos em programas de saúde pública e em protocolos instituídos por instituições de saúde.

O Enfermeiro tem suas práticas pautadas, portanto, pela legislação do exercício profissional da Enfermagem e em protocolos da Atenção Básica que norteiam as ações de saúde entre as profissões que compõem o SUS. Continue lendo TRF derruba liminar que impedia enfermeiros de requisitar exames

Governo abre em novembro concurso nacional para o Mais Médicos

medicoEm novembro, o Ministério da Saúde vai abrir novo concurso para selecionar brasileiros para o programa Mais Médicos, de acordo com a colunista Mônica Bergamo, do jornal Folha.

Segundo a publicação, apesar da intenção declarada de substituir os médicos cubanos por profissionais do país, a dependência deles ainda é grande já que boa parte dos doutores brasileiros abandona o posto depois de seis meses. Quando isso ocorre, Cuba é acionada para enviar seus médicos.

A coluna revela que no último concurso, em fevereiro, 6.285 médicos brasileiros se inscreveram, para 2.320 vagas. Só 1.626 se apresentaram para trabalhar. Destes, cerca de 30% já deixaram seus postos.

Ainda de acordo com o jornal, o governo cubano está incomodado com a falta de clareza sobre o número de médicos do país que ainda serão chamados para vir ao Brasil. Reclamou da situação com o ministro Ricardo Barros.

Igaporã: Jovem com barriga gigante fará transplante de fígado

mulher-da-barriga-grande-achei-sudoesteFoto: Márcio Fagundes

Após divulgar um vídeo nas redes sociais pedindo ajuda para o seu tratamento, a jovem Daiane Maria de Oliveira, de 28 anos, moradora do município de Igaporã, no sudoeste baiano, será encaminhada para o Hospital da Mulher Maria Luzia Costa dos Santos, em Salvador.

Na unidade, a jovem será submetida a um transplante de fígado. Ela foi diagnosticada com cirrose hepática de origem alcoólica e, até então, fazia apenas tratamentos paliativos para retirada de grandes quantidades de líquidos que se acumulavam na barriga.

A jovem já sofria com a doença há três anos. Ela aguardará na fila do transplante e será acompanhada por um hepatologista.

Igaporã: Mulher com doença desconhecida apela por tratamento médico

mulher-com-doenca-rara-em-igapora-achei-sudoeste
Foto: Caetité Notícias

Há mais de três anos, a jovem Daiane Maria de Oliveira, de 28 anos, moradora da comunidade Lagoa da Torta, em Igaporã, no sudoeste baiano, sofre com uma doença que faz a sua barriga inchar e crescer a um tamanho anormal.

Um vídeo feito por populares e postado nas redes sociais mostra a jovem fazendo um apelo para ajudar no seu tratamento. Ela terá de ser submetida à retirada de líquidos do abdômen todos os meses.

De acordo com o Caetité Notícias, somente no último procedimento, foram coletados mais de seis litros. No vídeo, Daiane conta que ainda não há um diagnóstico para o problema e pede que os médicos ajudem a encontrar qual é a doença e um possível tratamento.