Arquivos da categoria: Saúde Pública

MÉDICOS DESISTEM DO PROGRAMA FEDERAL E BAIANOS FICAM SEM ATENDIMENTO, APONTA COLUNA

Baianos estão sem atendimento médico em cidades do interior por conta da desistência de profissionais brasileiros que se inscreveram no programa federal Mais Médicos. O problema afeta principalmente as comunidades rurais, que são as mais rejeitadas. Segundo a Coluna Satélite, do Correio, esses profissionais iriam repor as vagas deixadas pelos médicos de Cuba, que voltaram ao país de origem há cerca de dois meses, com o fim da parceria entre o governo brasileiro e a Organização Pan-Americana de Saúde (Opas).

De acordo com a Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab), com a saída dos médicos cubanos, sobraram 843 vagas no estado, somadas a outras 222 que ainda não tinham sido repostas pelo Ministério da Saúde, o que totalizava 1.075 vagas. Os recentes editais do Ministério da Saúde não contemplaram a reposição desses 222 profissionais. Segundo a Sesab, na última planilha enviada pelo MS, foram disponibilizadas 757 vagas, das quais 683 foram homologadas, restando 74.

Essas que não foram ainda homologadas representam desistências dos médicos, muitos deles recém-formados e residentes em cidades de maior porte. Alguns chegaram a viajar ao interior, mas acabaram voltando em menos de uma semana. Outros sequer apareceram.

Secretários municipais de saúde entrevistados pelo Correio disseram que alguns médicos deram justificativas para o não comparecimento, como outra oportunidade de trabalho ou aprovação em cursos de mestrado. Mas também ocorreu de haver profissionais que desistiram das vagas ao conhecer a realidade local das pequenas cidades, onde o atendimento é feito em áreas remotas, com acessos por estradas de chão, muitas vezes precárias.

De acordo com secretários, alguns médicos relataram não ter gostado da cidade que tinham escolhido no momento da inscrição no programa, tendo um “choque de realidade”, ao se deparar com as condições de sobrevivência e trabalho locais.

Exercício físico pode ser a chave para prevenir e tratar o Alzheimer

A irisina, hormônio produzido pelos músculos quando praticamos exercícios, protege o cérebro, afirmam pesquisadores da UFRJ

A irisina, hormônio produzido pelos músculos quando praticamos exercícios, protege o cérebro, afirmam pesquisadores da UFRJ

Um estudo liderado por pesquisadores da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), durante sete anos, aponta que o exercício físico pode ser a chave para prevenir e potencialmente tratar o Alzheimer.

A doença é uma das que mais avança no mundo à medida que a população envelhece e, o pior, ainda não tem cura. De acordo com a pesquisa, a irisina, que é um hormônio produzido pelos músculos quando praticamos exercícios, protege o cérebro e restaura a memória afetada pela doença.

O bioquímico da UFRJ, Sérgio Ferreira, conta que esse estudo, divulgado nesta semana pela revista Nature Medicine, teve duas etapas. Na primeira, foi verificado que o músculo produz a irisina e quando ela cai na circulação, ela vai para diferentes órgãos, inclusive o cérebro. Além disso, ela também pode ser produzida no cérebro.

Segundo ele, com isto, foi possível descobrir que os níveis de irisina estão bastante diminuídos no cérebro de pacientes com Alzheimer.

“Se você compara o idoso normal com o idoso doente, que tem a doença de Alzheimer, o paciente Alzheimer tem níveis muito mais baixos de irisina no cérebro. E nós vimos a mesma coisa, porque nós estudamos um camundongo geneticamente modificado, que nós temos aqui no laboratório e que é um modelo para doença de Alzheimer. Então, alterados geneticamente, eles desenvolvem uma coisa muito parecida com a doença de Alzheimer.”

Sérgio Ferreira conta que estes camundongos desenvolvem perda de memória, perda da capacidade de aprendizado e alterações no cérebro, ou seja, reações bem parecidas com que os pacientes humanos tem.

Já o segundo passo da pesquisa foi verificar se esta irisina tinha algum papel na memória. A descoberta foi que se for reduzido a quantidade de irisina no cérebro do camundongo, a memória deles piora muito. O mais interessante é que se você pega um camundongo que tem sintomas parecidos com que tem Alzheimer e aumenta os níveis de irisina, a memória deste animal se recupera.

Como a irisina é liberada pelo músculo na atividade física, então o passo seguinte foi justamente pensar no exercício físico como uma forma de aumentar a irisina produzida pelo organismo. Foi então que eles exercitaram os camundongos por cinco semanas e viram que eles recuperaram a memória de forma total.

A cuidadora Joseneide Diniz Rocha, de 60 anos, mora em Recife e cuida da Lourdes Soares, de 80 anos, que tem a doença, há quatro anos. Segundo ela, a tarefa de cuidar é árdua e de grande responsabilidade.

“Quando eu comecei a cuidar dela, ela ainda fazia tudo sozinha, mas com a minha orientação. Aos poucos ela foi recaindo, ficando mais esquecida. Você tem que ter carinho, dedicação, você tem que ter paciência e gostar; porque se você não gostar, não adianta! Ela é para mim como se fosse da família. Eu cuido dela como se estivesse cuidando da minha mãe.”

Para se ter uma ideia, o mal de Alzheimer atinge 33% da população com mais de 85 anos de idade. Segundo o Ministério da Saúde, aqui no Brasil, estima-se que haja mais de 1 milhão de pessoas com a doença.

Prefeito notifica Embasa e declara que a mesma não está autorizada a realizar audiência pública em Brumado

Foto: Lay Amorim/Achei Sudoeste

Na tarde de hoje (15), a Embasa promoverá uma audiência pública para apresentação do projeto de esgotamento sanitário que será implantado na cidade de Brumado. Em entrevista ao site Achei Sudoeste, o prefeito Eduardo Lima Vasconcelos (PSB) informou que a prefeitura notificou a Embasa, tendo em vista que a realização da audiência é da competência do Município.

Para ele, o evento se trata de manifestação política. “A Embasa não tem, absolutamente, essa competência pela Lei Orgânica do Município, pelo fato de ela, inclusive, ter tido o seu contrato vencido. Também pelo fato de não ter aparecido quando nós convocamos para apresentar um projeto.

Todos os prazos para a empresa já prescreveram e ela está fazendo isso aí como um ato de desobediência civil”, afirmou. Até o dia 4 de março, todas as empresas poderão manifestar interesse em participar da licitação para gestão da água em Brumado.

O prefeito informou ainda que, no dia 8 de março, a prefeitura promoverá a sua audiência para tirar dúvidas a respeito da licitação para as empresas interessadas em assumir a gestão e distribuição da água no município. Vasconcelos reforçou que a Embasa também poderá participar dessa licitação.

Brasil: Bebê de 17 dias contrai herpes após beijo de adulto

A baiana Rafaela Moreira, de 33 anos, resolveu tornar público o caso do seu filho bebê que contraiu herpes após contato com adultos.

Nas redes sociais, a moradora de São Paulo publicou uma foto do filho Gustavo com várias erupções no rosto e deixou o alerta: “Parem de querer beijar bebê que não é seu”.

“Atenção para esse relato. É muito importante pois meu filho Gustavo foi infectado com apenas 17 dias de vida…ficando internado”, destacou a mãe.

“Atualmente ele está bem, mas resolvi tornar isso público após ler um relato de uma mãe nos Estados Unidos num caso muito semelhante ao do Gustavo em que ela conta que a filha morreu. Ninguém fala sobre isso. Muita gente não reconhece esse tipo de doença”.

De acordo com o jornal Extra, a manicure contou que a criança contraiu herpes de uma pessoa que visitou a família e a beijou.

“Um dia antes ele chorava muito, estava sem marcas. Achávamos que eram cólicas, mas no outro dia pela manhã, levei um susto. O rosto dele estava todo infeccionado, aí eu o levei de imediato ao hospital, onde a médica contou que a herpes foi contraída pelo beijo. Ela recomendou que nessa fase a gente tem que evitar visitas”, contou a mãe ao Extra.

Gustavo precisou de tratamento durante 10 dias numa área de isolamento no hospital.

Rafaela destacou ainda que, mesmo que quatro meses tenham se passado, ela ainda usa produtos dermatológicos, seguindo recomendações médicas, pois, segundo ela, a doença pode voltar até os seis meses de vida, enquanto o bebê está num quadro de vulnerabilidade.

Cortar calorias das bebidas pode tornar dietas mais eficientes, aponta estudo

Foto: Reprodução/Pixabay

Um estudo elaborado pela Johns Hopkins School of Medicine concluiu, após avaliação de 810 pacientes entre 25 e 79 anos, que as dietas podem ser mais eficientes quando são cortadas as calorias das bebidas.

De acordo com o Viva Bem, do Uol, a perda de peso pode ser mais eficaz quando são retiradas calorias de sucos, refrigerantes e achocolatados, por exemplo. Fazer esse corte, de acordo com o estudo, é mais vantajoso que retirar as calorias de alimentos sólidos.

Novo prazo para os profissionais se apresentarem ao Mais Médicos começa hoje (07)

Começa nesta segunda-feira (7), o prazo para que os médicos brasileiros inscritos na segunda etapa do programa Mais Médicos se apresentem nos municípios escolhidos para atuar. O prazo vai até a próxima quinta-feira (10).

Os profissionais que decidirem não comparecer mais às atividades devem informar ao município onde trabalharia, que fica encarregado de comunicar a desistência ao governo federal.

Segundo o Ministério da Saúde, candidatos que desistirem dos postos terão as vagas colocadas de volta ao edital do Mais Médicos. O sistema será atualizado com as vagas disponíveis para os profissionais formados no exterior. A previsão é que a lista de médicos brasileiros homologados que deram início às atividades seja publicada no próximo dia 14.

Em caso raro, gêmeas nascem com 3 dias de diferença no Paraná

Foto: Michelli Arenza/RPC

Caso raro na medicina, as gêmeas Rebeca e Martina nasceram com três dias de diferença. A primeira veio ao mundo no dia 31 de dezembro, a segunda, na tarde de quinta-feira (3). Ambas nasceram de parto normal. Segundo a mãe, Fernanda Cerrzolli de Oliveira, de 36 anos, as duas estavam sendo esperadas para o fim de janeiro. Ela e o marido, o pastor Willian Alfred de Oliveira, já têm uma filha, Gabriela, de oito anos.

“A bolsa estourou quatro horas da manhã. Estava meio dormindo ainda, não sabia o que fazer. Pegamos todas as coisas e corremos para o hospital”, conta o pai. Rebeca nasceu de parto normal, com 2,07 kg e 42 centímetros, no Hospital Regional de Francisco Beltrão, no sudoeste do Paraná. Prematura de 33 semanas – o ideal é que os nascimentos ocorram com 40 semanas de gestação –, ela foi levada para a incubadora da UTI neonatal.

De acordo com o G1, a mãe foi mantida na sala de parto por mais algumas horas aguardando que a outra filha nascesse. Nestes casos, normalmente os médicos decidem por uma cesariana, mas a pediatra Fernanda Perotta Consentino tomou outra decisão. Cada dia na barriga da mãe era importante para Martina, mas também um risco de infecção.

Metade dos Brasileiros acredita que atendimento em saúde vai piorar sem cubanos

Pelo menos 49% dos brasileiros acreditam que o atendimento público de saúde tem chances de piorar com a saída dos médicos cubanos do programa Mais Médicos, de acordo com uma pesquisa do Instituto Datafolha, que tinha como objetivo medir o impacto da saída dos médicos estrangeiros, anunciada no mês de novembro pelo governo cubano.

pesquisa constatou que 38% dos brasileiros acham que a saúde pode melhorar após a saída dos cubanos, enquanto outros 8% avaliam que a saúde ficará igual. Já 5% não opinaram.

O Instituto Datafolha entrevistou 2.077 pessoas, entre os dias 18 e 19 de dezembro, em 130 municípios do Brasil, em amostra representativa do perfil da população.

A margem de erro da pesquisa é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos. Cerca de 8.500 médicos cubanos atuavam no programa brasileiro, número equivalente a metade do total de profissionais em atividade no Mais Médicos.

Remédio para tratar doença rara será oferecido pelo SUS

Foi anunciado nesta quinta-feira (03), pelo Ministério da Saúde, a incorporação do medicamento dicloridato de sapropterina, utilizado no tratamento da fenilcetonúria, ao Sistema Único de Saúde (SUS).

O remédio deve estar disponível na rede pública em até 180 dias e será ofertado a mulheres que estejam em período pré-concepcional ou em período gestacional e que tenham feito teste de responsividade positivo ao medicamento.

De acordo com a pasta, o uso do dicloridato de sapropterina para o tratamento da fenilcetonúria é feito de forma complementar à realização de dieta, com restrição de alimentos como carne, ovo, trigo e feijão, além do uso de fórmula metabólica rica em aminoácidos, vitaminas e minerais.

Brumado: Prefeito descobre câncer na próstata e faz campanha para homens se cuidarem

Foto: Lay Amorim/Achei Sudoeste

Em entrevista ao site Achei Sudoeste, o prefeito da cidade de Brumado, Eduardo Lima Vasconcelos (PSB), confirmou que descobriu, recentemente, um câncer na próstata, considerada normal na sua idade. Segundo ele, o diagnóstico, que havia sido feito em Brumado, foi confirmado por um urologista em Minas Gerais.

“Fui a Belo Horizonte, fiz os exames aconselhados e deu o câncer de próstata. Em oito amostras, três se revelaram positivas”, disse. No Sírio Libanês, em São Paulo, o médico especialista informou que, na sua idade, aos 72 anos, é normal esse tipo de alteração, a qual não resulta em morte em uma pessoa de mais idade.

“O meu caso não é metástase. Não quer dizer que eu vá morrer disso. Posso morrer de raiva muito antes. Para tristeza geral de alguns, não é metástase”, garantiu. Eduardo ainda alertou os homens na idade dos 40 anos a fazerem os exames preventivos e cuidarem de sua saúde.