Arquivos da categoria: Religião

Condeúba: Padre José Silva lança oficialmente a Campanha da Fraternidade 2018, com o tema “FRATERNIDADE E SUPERAÇÃO DA VIOLÊNCIA”

Por Agnério Evangelista de Souza

“FRATERNIDADE E SUPERAÇÃO DA VIOLÊNCIA” é este o tema da Companha da Fraternidade – CF deste ano, que traz uma profunda reflexão sobre as causas de tanta violência no Brasil e aponta caminhos para colaboração com a paz.

O Padre José Silva Figueiredo lançou oficialmente, no Salão Paroquial, a Campanha acima referida programada pela CNBB, com a participação de várias pessoas, nesta quinta-feira, dia 15.02. Diferentemente de anos anteriores em que a CF era lançada na missa da Quarta-feira de Cinzas, início da Quaresma, proporcionou, de certa forma, maior abordagem do assunto, contando com alguns colaboradores para exposição da temática e participação popular.O lema da CF é: “Vós sois todos irmãos”. (Mt. 23,8). O objetivo geral diz: construir a fraternidade, promovendo a cultura da paz, da reconciliação e da justiça, à luz da Palavra de Deus como caminho de superação da violência.

Suzana Severina apresentou alguns números estatísticos que servem para pensar como a violência se alastrou também pelo Estado da Bahia. Isto prova que os dados levantados pela Campanha nos esclareceu como as estruturas políticas, econômicas e sociais no Brasil, construídas num longo processo histórico, estão enraizadas e continuam a fomentar a violência social.¹ Continue lendo Condeúba: Padre José Silva lança oficialmente a Campanha da Fraternidade 2018, com o tema “FRATERNIDADE E SUPERAÇÃO DA VIOLÊNCIA”

Condeúba: Missa nesta Quarta-feira de Cinzas, os fiéis compareceram em massa para receber as Cinzas

Por Oclides da Silveira

O Padre José Silva fazendo uma cruz com as cinzas na testa de cada um

Na noite desta Quarta-feira de Cinzas dia 14 de fevereiro de 2018, o Padre José Silva celebrou a Santa Missa das Cinzas. Hoje é o dia da conversão ou seja temos que mudar nossas cabeças, corações, hábitos, algumas maneiras do nosso dia a dia. Continuou o Padre José Silva , na sua homilia ele se refere ao Evangelho de hoje que trás três palavras chaves que é a Esmola, Oração e o Jejum.

Precisamos contextualizar e atualizar essa situação por exemplo: a Esmola = Partilha, caridade, parceria. Oração = Não é representar palavras em sintonia com Deus, é comunhão, podemos descobrir os planos de Deus. O Jejum = Deus disse que os discípulos não precisaria jejuar, o jejum faz ver a necessidade do outro e as vezes sentimos um pouco de fome, aí que a pessoa que está jejuando reflete como é duro um ser humano não ter o que comer.

A Igreja seleciona alguns temas para ver qual a maior necessidade do povo. Por exemplo o tema deste ano é “Fraternidade é superar a violência! É derramar em vez de sangue, mais perdão! É fermentar na humanidade o amor fraterno”, e por aí vai, vamos associar este tema em nossas orações, esse é o espírito que devemos pregar nesta Quaresma. Continue lendo Condeúba: Missa nesta Quarta-feira de Cinzas, os fiéis compareceram em massa para receber as Cinzas

Padre Propõe ‘Jejum’ De WhatsApp Durante Quaresma

Religioso ‘Aconselhou’ Fiéis A Deixarem O Celular ‘De Lado’

Preocupado com o vício das pessoas no celular, o padre Valentino Porcile, de uma paróquia no bairro de Sturla, em Gênova, resolveu “aconselhar” seus fiéis a praticarem um jejum do WhatsApp. Porcile divulgou a ideia em um post no Facebook, que rapidamente viralizou na rede social e ganhou centenas de curtidas e comentários. Diversas pessoas aproveitaram o momento para se “confessarem” pelo uso obsessivo do aplicativo de mensagens.

“Eu realmente gosto da idéia de ver Jesus levando o iPhone que me prende, ele o joga no lago de Tiberias e me diz: ‘deixe suas redes sem fio e me siga’”, escreveu Porcile.

Na sequência da postagem, o padre sugeriu que as pessoas ocupem seus tempos com “relacionamentos reais e autênticos, não fingidos e virtuais”. Além disso, Porcile acrescenta a importância de ter “duas horas de conversa e olhar nos olhos” e de dedicar seu tempo para pessoas necessitadas.

“O verdadeiro desafio não é desligar o celular, mas encontrar formas autênticas e verdadeiras de comunicação. Desligando algo, podemos ativar outros”, concluiu. Um dos seguidores do padre, na publicação, comentou. “Eu tirei o telefone celular do meu garoto de 13 anos e ele sobreviveu”. Com informações da Ansa.

Condeúba/Comunidade Olho D’água: Circulo Bíblico estudando o Evangelho de São João

Por Oclides da Silveira

O jovem Guilherme fazendo a leitura do Salmo

Neste sábado de Carnaval dia 10 de fevereiro em plena 17:00 horas, os evangelizadores da Comunidade do Olho D’água se reuniram na residência do casal  Argemiro Silveira e Ana  para orar e refletir, neste que foi o sétimo encontro do Círculo Bíblico, no qual estamos estudando o Evangelho de São João que está dividido em 21 capítulos, porém a Paróquia achou por bem dividi-los em 26 encontros.

Os encontros estão sendo muito bem recebidos pelos moradores, pois, sempre trás orações pras famílias e principalmente estudos e reflexões sobre o Evangelho de São João, o que é muito rico de informações. Logo após o encerramento do encontro as famílias servem café, chá, suco acompanhados de bolo, biscoito entre outros. Continue lendo Condeúba/Comunidade Olho D’água: Circulo Bíblico estudando o Evangelho de São João

Condeúba: A Comunidade de Tostado convida a todos para participar da festa em homenagem a São Sebastião no dia 13/01/2018

São SebastiãoA comunidade de Tostado convida a todos para participar da festa em homenagem a São Sebastião, a qual será realizada no dia 13/01/2018. As 19h30min., com a Celebração da Palavra e animação das seguintes Comunidades: Riacho Seco, Mangarito, Capim Grosso, Corisco, e Jatobá. Logo após haverá um animadíssimo leilão, desde já agradecemos.
Obs: A Santa Missa Será Celebrada no dia 20/01/2018 às 19:30 horas.

FESTEIROS
JUSSARA JAMARA
JADILSON LECIEL
MAICON ANDERSON
RAFAEL
Celebração da Missa será pelo
PE:JOSÉ SILVA

Fonte Rádio Web Garcia

Pena de morte e religião cristã

Levon Nascimento

penaA julgar pelos números da última pesquisa Datafolha (08/01/2018) e forçando uma interpretação “sui generis”, 63% dos católicos brasileiros seriam favoráveis à condenação de Jesus à morte na cruz por parte dos poderes públicos do período em que ele viveu, seguidos com o apoio de 50% dos evangélicos para o mesmo fim. Já entre os ateus, mais de 50% seriam contrários.

Observações:

1) Tempos estranhos: a maioria daqueles que seguem o livro que tem como um dos mandamentos “Não matarás” (Êxodo 20,13), defendendo a violência e desejando assassinar através das mãos do Estado.

2) Ateus “mais temerosos a Deus” do que “cristãos”!?

3) Onde ficam os ensinamentos de CRISTO sobre “amai-vos uns aos outros como eu vos amei” (João 15,12) ou “perdoai até setenta vezes sete” (Mateus 18,32) para os que se declaram CRISTÃOS?

Enfim, especialistas em ciências sociais afirmam que em momentos de crise, como o de agora, o desejo por violência e sangue costuma aflorar nas sociedades. As pessoas, especialmente as mais pobres, sentem na pele a violência econômica, do Estado e da marginalidade em suas vidas, com maior intensidade do que as classes ricas. O perigo é que espertalhões da política se apropriem desse sentimento e aproveitem para implantar o terror, como fez Hitler na Alemanha dos anos 1930, o que só viria a agravar ainda mais a situação violenta. Inclusive, já temos um candidato a Hitler no Brasil. Fiquemos mais espertos e prudentes do que as serpentes (Mateus 10,16).

Para fechar, veja o que Jesus disse diretamente às pessoas que se julgavam muito religiosas na época em que ele viveu na Terra: “Em verdade vos digo: os publicanos [cobradores de impostos] e as meretrizes [prostitutas] vos precedem [entram primeiro] no Reino de Deus!” (Mateus 21,31b).

Condeúba: Ladainha e Festa de Santos Reis

Por Oclides da Silveira

aurora 31Os reiseiros se esbarram ao romper da Aurora no Olho D’água na casa de Darli

A Companhia de Santos Reis da Comunidade do Olho D’água que é liderada pelo Mestre Juvenal Pardinho, encerrou sua peregrinação deste ano na casa da jovem Darli, ao romper da aurora precisamente às 05h30min., do dia 5 de janeiro de 2018. Foram cantadas três noites neste ano, por conta de uma promessa feita pelo jovem Jonas Alves Barboza, residente em São José do Rio Preto/SP., que veio juntamente com seus familiares e cumpriu sua promessa.

Também foi cumprida uma promessa pela graça alcançada, com a mesma Companhia de Reis por três meia-noites, do Sr. Argemiro Benigno da Silveira, que carregou uma viola nos ombros e participou juntamente com os demais foliões de todos os momentos vividos neste período de Santos Reis com os reiseiros.

Na Comunidade do Olho D’água passaram três Companhias de Reis este ano, Riacho Seco de Gerosino, Cerquinha e encerrou com o Terno de Reis da própria Comunidade que tem como líder Juvenal Pardinho. Todas as Companhias estiveram muito bonitas este ano, cantando com muito entusiasmo pela grande participação dos visitantes que desta vez aumentou significativamente o numero dos chamados “Sãopauleiros”.

O encerramento das folias de Reis deu-se com a reza da Ladainha na noite do dia 8 de janeiro de 2018, na Comunidade do Olho D’água saindo a Bandeira de Santos Reis da casa de Darli para a casa de Oclides da Silveira, a condução foi em ritmo de langa, com muita música, dança e foguetes a luz de velas.

Chegando no destino final a Companhia de Reis liderada pelo mestre Juvenal Pardinho cantou os Reis de morador, agradecimento e uma contra-dança. Em seguida foi rezado a Ladainha. Depois foi cantado o Reis da Lapinha e mais duas contra-danças. Por fim os reiseiros e o  sanfoneiro Antoninho de Militão deu um show particular que acabou num bom forrozinho por volta da meia noite.

História

O destaque de hoje é sobre a Companhia de Santos Reis da Comunidade do Olho D’água que por volta do ano de 1850 juntavam em grupos de grandes cantadores de Repentes, coco e sapateadores, faziam movimentos nas comunidades, logo na época dos Reis Magos eles se reuniam e começavam a visitar as casas cantando Reis.

  • Tem-se notícias de que os primeiros organizadores deste Terno de Reis foram os afamados Serafim e Zé Vicente, isso por volta dos anos 1850 a 1925.
  • Na segunda geração assumiram o comando José Pardinho, Militão, Joaquim Barbosa e Jesuíno Preto do ano de 1925 a 1973.
  • Na terceira geração aparecem o mestre Juvenal Pardinho, Zé de Luisa, Dãozinho e Antonio de Moisés dentre outros  que estão comandando desde 1973 até a presente data. Estima-se que esta Companhia de Reis já existe há 168 anos.
  • As datas aqui citadas foram colhidas na própria comunidade, tendo em vista que ainda não houve um estudo mais aprofundado sobre este tema,  na referida localidade .
  • Colaborou nas informações o mestre Juvenal Pardinho.

Continue lendo Condeúba: Ladainha e Festa de Santos Reis

Condeúba: Fim de ano tudo vai mudando com muita fé e orações

Por Oclides da Silveira

Nesta primeira matéria publicada do ano de 2018, nós do Jornal Folha de Condeúba desejamos a todos um feliz ano novo, que tenhamos melhores resultados neste ano que hora se inicia, muita fé em Deus e paz para nossos leitores em geral. 

pa
Presépio da Capela Senhor dos Passos

Neste dia 31 de dezembro pela manhã às 10:00 horas, a Comunidade do Olho D’água Celebrou sua última Missa do ano de 2017 com o Padre José Silva Figueiredo. Cujo o tema abordado do dia foi a Sagrada Família. o Padre José Silva com muita propriedade, deu uma ampla explicação do assunto, citou o presépio que mostra a vulnerabilidade em que nasceu Jesus numa estrebaria, é neste sentido seguindo esses exemplos de simplicidades que temos  de viver o nosso dia a dia, pontuou o Sacerdote.

Com a Capelinha Senhor dos Passos repleta de fiéis e muitos visitantes que os acompanhavam, o Padre José Silva deu a todos as boas vindas e abriu um parenteses no final da Celebração, para que os visitantes se pronunciassem individualmente dizendo sua localidade onde mora. Como respostas dadas pelos visitantes tivemos as cidades de São Paulo na sua maioria, Carapicuíba, São José do Rio Preto, Guaraci, Mauá entre outras.

“O Padre José Silva encerrou a Celebração parabenizando a Comunidade do Olho D’água pelas atividades desenvolvidas  no decorrer deste ano que se encerrou, prometeu que por conta desse detalhe, no ano de 2018 ele pretende vir mais vezes na Comunidade e consequentemente celebrar mais vezes, desejou a todos os presentes um feliz ano novo”, pontuou o Pároco José Silva, que depois posou com os fiéis e visitantes para fotos. Continue lendo Condeúba: Fim de ano tudo vai mudando com muita fé e orações