Arquivos da categoria: Política

CEARÁ-MIRIM: SESC OFERECE EXAMES GRÁTIS AS MULHERES

As mulheres de Ceará-Mirim terão acesso a exames gratuitos de mamografias, preventivos e orientações sobre saúde na unidade móvel Sesc Saúde Mulher. A iniciativa pioneira do Serviço Social do Comércio do Rio Grande do Norte (Sesc RN), instituição do Sistema Fecomércio, chega pela primeira vez no município no dia 21 de fevereiro, às 19h, na rua da Igreja Matriz, onde permanecerá até o dia 20 de abril.
O atendimento será realizado por uma equipe formada por enfermeira, orientadora em saúde e técnica de radiologia. A estrutura é equipada com consultório médico, sala de mamografia com mamógrafo digital, banheiro, sala de atendimento e área externa para orientações sobre saúde.
O exame Papanicolau, também conhecido como preventivo, será destinado a mulheres entre 25 a 64 anos. Já a mamografia contempla a faixa etária de 50 a 69 anos. Para solicitar o agendamento, a interessada deve comparecer à unidade móvel portando documentos de identidade (RG e CPF), cartão SUS e comprovante de residência.
Os agendamentos já começaram, e atendimentos acontecerão a partir do dia 22 de fevereiro às segundas-feiras, das 10h às 12h e das 13h às 17h; de terça a sexta-feira, das 8h às 12h e das 13h às 17h. Até o dia 20 de abril, a meta é de realização de 2.560 exames, sendo 1.280 preventivos e 1.280 mamografias, além das ações educativas sobre saúde sexual e reprodutiva.

Sobre o projeto
O RN foi pioneiro no país ao receber, em 2012, de forma inédita, a unidade móvel Sesc Saúde Mulher, à época um projeto piloto. Desde então, a unidade já realizou exames para 34 mil mulheres em 22 municípios potiguares por onde passou.

Serviço:
O quê? Ceará-Mirim recebe unidade móvel Sesc Saúde Mulher
Solenidade de instalação? 21 de fevereiro (quarta-feira), 19h
Atendimentos? A partir do dia 22 de fevereiro | Segundas-feiras (10h às 12h e das 13h às 17h); terça a sexta-feira (8h às 12h e das 13h às 17h)
Onde? Em frente à Igreja Matriz de Ceará-Mirim

Luislinda Valois pede demissão do Ministério dos Direitos Humanos

Foto: Beto Barata/PR

A ministra dos Direitos Humanos, Luislinda Valois, entregou na segunda-feira (19) sua carta de demissão ao presidente Michel Temer (MDB). A pasta será assumida pelo subchefe de Assuntos Jurídicos (SAJ) da Casa Civil, Gustavo do Vale Rocha, que, segundo fontes no Planalto, vai acumular as duas funções. A exoneração e a nomeação serão publicadas nesta terça (20) no Diário Oficial da União. De acordo com a Veja, Rocha já havia sido cotado para assumir outras pastas no governo e foi citado inclusive como uma possibilidade de cuidar do ministério extraordinário da Segurança, que Temer prometeu criar em breve.

Ele se tornou homem de confiança do presidente, mas é controverso dentro do governo e sempre é lembrado por ter advogado para o ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha. De acordo com fontes no Planalto, Temer avaliava trazer a Secretaria de Direitos Humanos de volta para o Ministério da Justiça. No entanto, agora com a nomeação de Vale Rocha, Temer deve manter a pasta com status de ministério.

Em dezembro do ano passado, Luislinda Valois pediu desfiliação do PSDB para permanecer no cargo mesmo após o desembarque dos tucanos. Criticada no Planalto por ter uma atuação “apagada”, Luislinda, no entanto, já estava praticamente descartada e Temer buscava apenas um nome.

Ela causou polêmica depois de pedir ao governo para ganhar o salário integral do cargo, o que elevaria seus vencimentos mensais para R$ 61,4 mil, já que ela também recebe como desembargadora aposentada do Tribunal de Justiça da Bahia. Após a repercussão negativa, Luislinda desistiu do pedido.

Nenhuma favela é tão criminosa quanto o Congresso

Por Ed Soares 

Viva a intervenção militar! Chegamos a tal ponto que só o Exército vai pôr fim à roubalheira. Só não entendi por que ela começou no morro do Rio de Janeiro.
Em Brasília, um terço dos congressistas está às voltas com a Justiça. De todas as favelas do Rio, nenhuma tem uma porcentagem tão grande de criminosos quanto o Congresso. Não somente em quantidade, mas em qualidade: duvido que a quantia total de furtos no Rio seja maior que a verba encontrada no apartamento de Geddel.

Rio de Janeiro – Militares seguem operando na favela da Rocinha para combater confrontos entre facções de traficantes de drogas (Fernando Frazão/Agência Brasil)

“Sim, mas o problema do Rio é o tráfico de drogas.” Se o problema fosse exclusivamente esse, também deveriam começar por Brasília. Nenhuma favela do Rio jamais esconderá tanta cocaína quanto o helicóptero daquele senador do PSDB.

Há quem diga que a intervenção no Rio se dá por causa de um clamor popular. Pesquisa feita em 24h pelo governo federal afirma que 83% da população carioca é favorável à intervenção, noticiou o “Globo”. Ora, se Temer se importasse, de fato, com o clamor popular, se retiraria imediatamente do cargo. Espanta que o presidente menos popular da história ainda esteja interessado em saber o que o povo pensa. Se a população for consultada, fica muito claro que a metástase a que ele se refere tem nome e sobrenome: o seu.
Depois, resta saber se algum favelado foi ouvido nessa pesquisa. Acho que não se encaixam na categoria “cidadãos” nem “cariocas”. Vale lembrar que até o IBGE, um instituto muito mais sério que o governo Temer, ainda sustenta que a Rocinha tem 69 mil habitantes, enquanto a Light registra 120 mil e a Associação de Moradores estima em 200 mil. Se nem o censo subiu a favela, pode ter certeza de que Temer fez essa pesquisa que nem as plásticas da sua cara: a toque de caixa, pagando pra algum amigo.

A estratégia é batida. Assim como nas guerras americanas “ao terror”, o governo inventa um adversário para unir a população. No caso dos americanos, escolhe-se um inimigo externo, de preferência bem longe, pro sangue não respingar. O Brasil não faz cerimônia: escolhe os iraquianos aqui mesmo, pela renda e cor de pele. Temos a sorte de ter uma parcela sub-humana da nossa própria população, de quem a morte não comove muito. Em tempos de crise, isso ainda gera economia em passagens aéreas.

Enquanto isso, o inimigo em comum continua sentado na cadeira presidencial. Já que Temer tá interessado em ganhar popularidade, fica a dica: seu desaparecimento é mais popular do que qualquer intervenção.

Gregório Duvivier – Folha de S.Paulo

PRE tenta impedir aumento do número de vereadores de Presidente Dutra

Procuradoria Regional Eleitoral na Bahia (PRE) entrou com um recurso especial junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) na tentativa de impedir o aumento no número de vereadores da Câmara de Presidente Dutra.

De acordo com a Procuradoria, a alteração de nove para onze cadeiras na Câmara nas eleições municipais de 2016, apesar de deferido pelo Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA), é irregular.

De acordo com o recurso ajuizado em 29 de janeiro pelo procurador Regional Eleitoral Cláudio Gusmão, a Câmara Municipal não respeitou os prazos legais para a definição do número de vereadores a serem eleitos.

A Resolução TSE n.º 21.702/2004 determina que esse número deve ser fixado com base na população de cada município, conforme a estimativa do IBGE divulgada no ano anterior às eleições. Segundo o art. 29 da Constituição Federal, a partir de 15.001 até 30.000 habitantes, a quantidade de cadeiras na Câmara passa de 9 para 11. Ainda, de acordo com a Resolução n.º 22.556/2007 do TSE, a alteração no número de vereadores teria que ter sido validada até o final do período das convenções partidárias, 5 de agosto de 2016.

Segundo Gusmão, apesar de a lei municipal ter sido publicada em 2015, o índice populacional de mais de 15.000 habitantes, que atestaria a ampliação na Câmara, foi divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística apenas em 30 de agosto de 2016 – data que ultrapassa inclusive o prazo das convenções partidárias. Além disso, o requerimento encaminhado a Justiça foi feito pela Câmara em 2 de outubro de 2016, quando as eleições já haviam terminado. De acordo com o procurador, a modificação, além de irregular, prejudicaria todo o processo eleitoral de 2016, que foi integralmente baseado no número de vagas então vigente, ou seja, 9 cadeiras.

Programa de moradia do servidor municipal será lançado pela Prefeitura

A Prefeitura de Vitória da Conquista deverá retomar na próxima semana o programa de moradia dos servidores que o prefeito Herzem Gusmão (MDB) anunciou no 1º semestre do ano passado. A ideia surgiu durante o Feirão da Caixa que se instalou no Centro Cultural Glauber Rocha.

Além da Caixa Econômica Federal, construtoras manifestaram interesse em integrar o programa que será comandado pela Prefeitura através da Secretaria da Administração.

O projeto poderá contemplar os servidores municipais, incluindo efetivos e contratados à aquisição da casa própria. Uma área nobre será cuidadosamente escolhida para ser doada – sendo a principal contribuição da Prefeitura de Conquista.

Visa o Governo Municipal contribuir para a melhoria das condições e da qualidade de vida dos servidores. Já na próxima semana deverá ocorrer a primeira reunião Prefeitura/Caixa para definir o programa.

Um PL – Projeto de Lei será enviado a Câmara de Vereadores. A administração tem certeza que os vereadores serão unânimes em aprovar e participar da elaboração de normas do programa.

Condeúba: Realizada a primeira Sessão Ordinária da Câmara de vereadores neste ano de 2018

Por Oclides da Silveira

Os 11 vereadores de Condeúba juntamente com 3 de Piripá e um de Jacaraci

Foi realizada nesta noite de quinta-feira dia 15 de fevereiro de 2018, a primeira Sessão Ordinária do ano, sendo que a última ocorreu no dia 15 de dezembro do ano passado. Na Sessão de hoje foi apresentado o Projeto de Lei nº 01 de 6 de janeiro de 2018 de autoria do vereador Reginaldo Nascimento – PSB, no qual o edil pede que as “Folias de Reis” sejam reconhecidas como “Patrimônio Cultural do Município”. Teve ainda uma Indicação nº 01 de 15 de fevereiro de 2018 de autoria do vereador Arlindo Cruz – PROS, solicitando do Prefeito Silvan Baleeiro que seja construída uma quadra poliesportiva na Comunidade do Jatobá. Continue lendo Condeúba: Realizada a primeira Sessão Ordinária da Câmara de vereadores neste ano de 2018

TSE define que candidatos poderão financiar toda a campanha com recursos próprios

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) publicou uma resolução na qual definiu que um candidato poderá financiar toda sua campanha nas eleições deste ano com recursos próprios.

A Resolução 23.553 foi aprovada em dezembro pelo plenário do TSE e publicada no último dia 2 no “Diário da Justiça Eletrônico”. Relatada pelo presidente da Corte, Luiz Fux, a norma diz que “o candidato poderá usar recursos próprios em sua campanha até o limite de gastos estabelecido para o cargo ao qual concorre”.

De acordo com o TSE, os limites em 2018 serão os seguintes:

Presidente da República: R$ 70 milhões;
Governador: de R$ 2,8 milhões a R$ 21 milhões, conforme o número de eleitores do estado;
Senador: de R$ 2,5 milhões a R$ 5,6 milhões, conforme o número de eleitores do estado;
Deputado federal: R$ 2,5 milhões;
Deputado estadual e deputado distrital: R$ 1 milhão. Continue lendo TSE define que candidatos poderão financiar toda a campanha com recursos próprios

ACM Neto pode desistir de disputar governo da Bahia, afirma colunista

O prefeito ACM Neto (DEM) tem considerado a possibilidade de não disputar a eleição para o governo da Bahia, segundo a coluna do Estadão.

De acordo com o jornal, os motivos para a dúvida são vários. Neto teria de renunciar em abril para concorrer, enquanto seu principal adversário, o governador Rui Costa (PT), deve tentar a reeleição no cargo, o que lhe dá vantagem. Se perder, Neto ficaria sem mandato até 2022, tempo demais longe do eleitor para quem depende de votos. A legislação eleitoral o impede de tentar voltar à prefeitura em 2020, porque isso seria considerado um terceiro mandato consecutivo.

Além disso, se Rui conseguir a reeleição para o governo, o PT vai para 16 anos de poder consecutivo e sofrerá o desgaste natural do tempo, enquanto Neto tem grandes chances de terminar o mandato de prefeito bem avaliado.

O Estadão procurou ACM Neto, que afirmou que não comenta o assunto. A última vez que o DEM ocupou o governo da Bahia foi com Paulo Souto, em 2006. Ele perdeu a reeleição para Jaques Wagner (PT).

 

Igaporã: Nepotismo, MP recomenda afastamento de servidores contratados

O prefeito de Igaporã, José Suly, e o presidente da Câmara Municipal, Gerson Pereira Reis, terão de demitir funcionários comissionados. O prazo para as exonerações é de dez dias, contados a partir desta segunda-feira (5).

A recomendação, do promotor Jailson Trindade Neves, foi publicada no Diário da Justiça Eletrônico.

As exonerações valem para todos os servidores comissionados que tenham relação de parentesco até o terceiro grau com o prefeito, vice-prefeito, secretários, vereadores, procuradores, chefe de gabinete ou qualquer outro cargo comissionado. Em caso de desobediência, José Suly e Gerson Pereira Reis podem responder por improbidade administrativa.

Condeúba: Filas intermináveis no Eleitoral para o recadastramento biométrico

Por Oclides da Silveira

digital 6
Fila no Cartório Eleitoral de Condeúba para fazer o cadastramento Biométrico

As grandes filas que tem se formado todos as manhãs na porta do Fórum Desembargador Jaime Bulhões em Condeúba, é direcionada a uma única finalidade que é o Cartório da 60ª Zona Eleitoral, que agrega os municípios de Presidente Jânio Quadros, Cordeiros e a sede que é Condeúba. Estes municípios juntos formam um colégio eleitoral  ápitos a votar de 33.678 eleitores. Deste contingente 14.494 já legalizaram seus títulos com a biometria, dados que representam apenas 43% . Esta posição foi até a data de ontem 30 de janeiro de 2018.

digital
Ângela Maria de Brito 95 anos de idade (desnecessário)

 O grande problema tem sido as desinformações, pois, podemos ver hoje na fila a Senhora  Ângela Maria de Brito com 95 anos de idade em busca de fazer sua biometria eleitoral, ontem dia 30/01 vimos também na fila em busca do mesmo assunto o casal Sr. João Pereira de Souza 89 anos e sua esposa a Sra. Anezina Carlos de Souza 78 anos de idade. Perguntamos a eles se tinham pretensões de votar nas próximas eleições e eles nos responderam que não, só estavam fazendo a biometria para que o Governo não corte suas aposentadorias, que lamentável!!!

Pois bem, no Brasil o voto é obrigatório até aos 70 anos de idade, daí pra frente o voto passa a ser facultativo. Então aqueles que já completaram 70 anos, não precisam mais fazer a biometria, exceto quem desejar continuar votando, aí sim tem que fazer o recadastramento biométrico. Que fique bem claro, não há risco algum de perder quaisquer benefícios do governo para quem tem acima de 70 anos e não fizer este recadastramento biométrico. Continue lendo Condeúba: Filas intermináveis no Eleitoral para o recadastramento biométrico