Arquivos da categoria: Economia

Audiência Pública para remodelar a feira de Condeúba

Por Paulo Henrique

Audiência pública na Câmara Municipal para a reconstrução do pavilhão da feira livre na Praça da Bandeira

O Governo Municipal de Condeúba, realizou nesta quinta-feira, dia 03 de janeiro, na Câmara Municipal, uma audiência pública com ampla participação da população, para tratar da reforma, reestruturação e ampliação da Praça da Feira de Condeúba.

Prefeito de Condeúba Silvan Baleeiro de Sousa

A audiência teve sua abertura com o pronunciamento do Prefeito Silvan, que em tom muito firme disse que é preciso viver agora os transtornos da obra, para que num futuro próximo possamos usufruir de seus benefícios. Falou que a obra será iniciada em fevereiro, provavelmente no dia 04, e durará cerca de 06 meses para a sua conclusão.

O Secretário de Administração Toninho de Filó, juntamente com o engenheiro do município Dr. Paulo Gomes, fizeram a apresentação do projeto e a explanação das principais informações.

A obra é fruto de um projeto bem elaborado e bem pensado para que a feira de Condeúba possa ter uma estrutura a sua altura.

O convênio da obra foi firmado com o Ministério da Integração Nacional com um valor de UM MILHÃO E DEZ MIL REAIS.

A nova estrutura trará comodidade aos que vendem e aos que compram, aos que precisam da feira livre para a sua sobrevivência. Não resta dúvida de que será um projeto novo, para tempos novos e com novas perspectivas para a economia e o progresso de Condeúba.

Diesel sobe 2,5% nas refinarias com o fim do programa de subsídio

Foi anunciado nesta segunda-feira (31), pela Petrobras,uma elevação no preço médio nacional do diesel vendido nas refinarias em 2,5% a partir de 1º de janeiro devido ao fim do programa de subsídio. Com o aumento anunciado, o valor do litro subiu de R$ 1,8088 para R$ 1,8545.

O programa de subsídio ao diesel foi estabelecido pelo governo em meados deste ano para atender a reivindicações dos caminhoneiros, que fizeram paralisações históricas em maio em razão da alta dos preços do combustível.

De acordo com as informações divulgadas pela estatal, o novo preço do diesel é inferior em 11,75% ao de 31 de maio de 2018, de R$ 2,1016 por litro, último valor médio antes do início do programa governamental.

Mega da Virada: 7 apostas da Bahia ganham quase 6 milhões, 3 em Euclides da Cunha

A Mega da Virada bateu o número recorde de premiados. Das 52 apostas que ganharam cerca de R$ 5.818.007,36 por acertar as seis dezenas, 7 estão no estado da Bahia.

Os felizardos foram dos municípios de Euclides da Cunha com três apostas, além de Feira de Santana , Mata de São João, Salvador e Valença, com um bilhete premiado cada.

No Brasil, outros 14 estados mais o DF tiveram vencedores da mais aguardada premiação do ano. As dezenas sorteadas foram 05 – 10 – 12 – 18 – 25 – 33.

Bancos só abrirão ao público a partir do dia 2 de Janeiro de 2019

O último dia útil do ano para atendimento ao público nas agências bancárias, com expediente normal para realização de todas as operações, foi ontem sexta-feira (28). De acordo com a Federação Brasileira de Bancos (Febraban), na próxima segunda-feira (31), as instituições financeiras não abrem para atendimento. Os carnês e contas de consumo vencidos no feriado poderão ser pagos sem acréscimo no dia útil seguinte, ou seja, 2 de janeiro de 2019.

Datafolha: 65% esperam avanço na economia

Pesquisa Datafolha divulgada neste domingo (23) pelo jornal “Folha de S.Paulo” indica que o brasileiro está otimista com a economia às vésperas da posse do presidente eleito, Jair Bolsonaro. Segundo o levantamento, 65% dos entrevistados acham que a situação da economia vai melhorar nos próximos meses. Em agosto, eram 23%.

O índice é o mais alto da série histórica iniciada em 1997, quando o presidente era Fernando Henrique Cardoso. Para 9%, a economia brasileira vai piorar (eram 31% em agosto), e 24% acham que a situação vai ficar como está (em agosto, eram 41%). O Datafolha ouviu 2.077 pessoas em 130 municípios nos dias 18 e 19 de dezembro.

IPVA ficará mais barato para os Baianos em 2019

Foi anunciado nesta segunda-feira (17), pelo governador da Bahia, na rede social ( Twitter), que o Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) ficará, em média, 3,65% mais barato para os contribuintes baianos em 2019.

Os valores constam em tabela a ser divulgada pela Secretaria da Fazenda do Estado (Sefaz-BA), nesta terça (18), juntamente com o calendário de pagamento do imposto.

Com uma queda de 4,86%, os caminhões terão o maior alívio no valor do imposto. Já para os automóveis, a redução será de 3,2%, e para as motos, de 3,23%. Ônibus e micro-ônibus terão IPVA 3,66% menor. Para os veículos utilitários, o imposto cairá 3,28%. Os novos valores baseiam-se em pesquisa realizada pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), a partir dos preços praticados no Estado em outubro de 2018. As informações estarão disponíveis no site da Sefaz-BA

207 municípios baianos terão participação maior no ICMS de 2019, diz TCE

 

Foto: Lay Amorim/Achei Sudoeste

A crise na economia nacional não impediu que 207 municípios baianos conseguissem superar os problemas e terão, em 2019, um aumento de participação na arrecadação proveniente do rateio de 25% do ICMS (Imposto sobre Operações Relativas à Circulação de Mercadorias e sobre Prestações de Serviços de Transporte Interestadual e Intermunicipal e de Comunicação).

Enquanto 210 irão sofrer redução em suas cotas de participação na arrecadação no imposto, em relação a 2018. Com variação positiva destacam-se os municípios de Nordestina (Região Nordeste), com 61,27%, e Maracás (Região Centro-Sul), que registrou crescimento de 51,34% – as maiores variações negativas ficaram com Maragogipe (Mesorregião Metropolitana de Salvador), com menos 52,74% em relação a 2018, e Paulo Afonso (Mesorregião Vale Sanfranciscana), com uma queda de 40,80%.

Os números foram conhecidos a partir da aprovação, pelos conselheiros do Tribunal de Contas do Estado da Bahia (TCE-BA), da resolução que fixa os percentuais do Índice de Participação dos Municípios (IPM) para aplicação em 2019.

Confira os novos valores das aposentadorias para 2019

Clayton Castelani
do Agora

Aposentados, pensionistas e demais beneficiários do INSS terão, em 2019, mais um ano de aperto nas contas.

Após terem recebido, em 2018, o menor reajuste desde 1995, a previsão para o ano que vem é que a correção volte a ficar entre as menores já aplicadas.

De acordo com a projeção do Ministério do Planejamento, segurados com renda mensal acima de um salário mínimo terão reajuste de 4,2%.

No ano passado, a correção foi de 2,07%.

Com isso, existe a expectativa de que o teto dos benefícios previdenciários passe dos atuais R$ 5.645,80 para R$ 5.882,93 em 2019.

Número de inadimplentes no Brasil sobe para 63,1 milhões

Foto: Istock/Veja

O número de consumidores inadimplentes do Brasil subiu 6,03%, chegando a 63,1 milhões em novembro com restrições no CPF, segundo o Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e a Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL). De acordo com o levantamento, divulgado nesta segunda-feira, 10, esse é o maior aumento da inadimplência para o mês de novembro em sete anos.

Em novembro de 2011, a alta havia sido de 8,10%. Apesar do aumento, o número está abaixo do recorde de 63,6 milhões de consumidores com o nome sujo registrado em junho deste ano. Segundo o presidente do SPC Brasil, Roque Pellizzaro Junior, apesar de a recessão ter chegado ao seu fim, a inadimplência se deve ao ritmo lento da recuperação econômica, já que ainda não houve reflexos significativos no nível de renda e queda do desemprego.

“Os dois pilares fundamentais, que são emprego e renda, ainda enfrentam percalços. Por isso que o fim da recessão não foi o suficiente para melhorar as finanças do brasileiro. O ambiente econômico vem esboçando uma retomada gradual e bastante lenta e frustrou as expectativas de que o ano de 2018 seria o da consolidação dessa recuperação”, explicou.