Arquivos da categoria: Economia

Agricultura familiar: Cooperativas terão linha de crédito para financiamento

Foto: Reprodução/TV Integração

As cooperativas e associações da agricultura familiar na Bahia terão linha de crédito para financiamentos. Segundo a gestão estadual, o governador Rui Costa (PT), assinou a autorização para a implantação dessa uma linha de crédito voltada para financiar os grupos da agricultura familiar.

A assinatura ocorreu no dia 11 de janeiro e a implantação será realizada pela Agência de Fomento do Estado da Bahia (Desenbahia), em parceria com a Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), por meio da Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), no âmbito do Fundo de Desenvolvimento Econômico e Social (Fundese). Conforme informou o governo, ao todo, serão beneficiadas 5.989 famílias, com um investimento de mais de R$ 76 milhões.

A nova linha disponibilizada, denominada Coopergiro, vai proporcionar o apoio ao cooperativismo no estado, por intermédio de financiamento de capital de giro para as cooperativas, com prazo de pagamento e taxas competitivas. A ação vai levar crescimento e qualificação das cooperativas que beneficiam e comercializam os produtos da agricultura familiar na Bahia.

Condeúba: Enchente de 29/10/2018, iniciou pela água, passou pelo fogo e terminou em cinzas

Por Oclides da Silveira

A Barragem do Baixão depois de quebrada

Tudo começou no início da noite do dia 29 de outubro de 2018, foram 5 horas de muita chuva com relâmpagos, trovões e bastante vento, como bem disse a “Tia Beca”, (uma Senhora de quase 96 anos), foi um verdadeiro dilúvio, nunca choveu aqui tanto de uma só vez na Comunidade do Olho D’água, foram cerca de 200 milímetros de chuva  que caiu naquela noite de primavera. Conforme matéria da Folha publicada na época. 

Paulo Luz Superintendente da Defesa Civil do Estado da Bahia esteve visitando as localidades atingidas pela chuva que foram: Baixão, Olho D’água, Canabrava e Riacho Seco de Gerosino. Na oportunidade Paulo Luz solicitou a Prefeitura que cadastrasse as pessoas atingidas pela chuva e que tiveram prejuízos materiais, para que eles fossem ressarcidos pela Defesa Civil do Estado. Vide matéria na Folha.

Assim sendo, a Prefeitura iniciou de imediato o cadastramento, fez as cotações  dos “kits” alimentos, materiais de higiene, dormitórios, água mineral e lançou no sistema da Defesa Civil, os quais foram 56 pessoas/famílias. Fizemos contato com a pessoa responsável do setor da Prefeitura e ela nos informou que já protocolou também na Defesa Civil Federal e está aguardando o resposta.

As pessoas que foram atingidas e tiveram prejuízos materiais, já estão angustiadas com a demora do atendimento da Defesa Civil, muitos começaram a fazer coivaras dos móveis estragados pela chuva e atearam fogo nos mesmos, conforme foto abaixo. Continue lendo Condeúba: Enchente de 29/10/2018, iniciou pela água, passou pelo fogo e terminou em cinzas

Correntistas da Caixa relatam sumiço de dinheiro de contas

Diversos correntistas da Caixa Econômica Federal estão relatando sumiço de dinheiro de suas contas, nesta sexta-feira, 18. As reclamações foram feitas nas redes sociais, principalmente via Twitter. Segundo o banco, houve falha em alguns processamentos de transferências, porém o problema já foi resolvido.

Os correntistas dizem que os problemas são relacionados a dinheiro recebido via TED (Transferência Eletrônica Disponível). “Três transferências TED que foram creditadas na minha conta corrente ontem, e hoje simplesmente sumiram”, relata um dos clientes. Em outro caso, uma cliente disse: “Ontem eu recebi o salário pela Caixa e hoje o meu dinheiro não está mais na conta”.

Procurada pela revista Veja, a Caixa disse que não houve sumiço de dinheiro nas contas, mas sim alguns atrasos no processamento dos créditos e que o dinheiro entrará na conta dos clientes normalmente. “Alguns créditos em conta via TED foram processados com atraso, e já estão regularizados, sem prejuízo aos clientes”.

Aposentadorias acima do mínimo terão reajuste de 3,43%

Aumento da aposentadoria foi calculado com base na variação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor
Published 3 horas ago on 17 de janeiro de 2019 By Luiz Silva

Aposentados que recebem acima do salário mínimo terão o valor reajustado em 3,4%. O aumento está em portaria publicada pelo Ministério da Economia nesta quarta-feira (16). Com a medida, o teto dos benefícios previdenciários em 2019 passa de R$ 5.645,80 para R$ 5.839,45.

O reajuste foi calculado com base na variação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) do ano anterior, que foi divulgada na semana passada. Para aqueles que passaram a receber a aposentadoria em 2018, o percentual de reajuste será concedido de acordo com as datas de início de concessão do benefício.

Confira
até janeiro de 2018 – 3,43
fevereiro de 2018 – 3,20
março de 2018 – 3,01
abril de 2018 – 2,94
maio de 2018 – 2,72
junho de 2018 – 2,28
julho de 2018 – 0,84
agosto de 2018 – 0,59
setembro de 2018 – 0,59
outubro de 2018 – 0,29
novembro de 2018 – 0,00
dezembro de 2018 – 0,14

Já para quem tem benefícios vinculados ao mínimo, o valor do reajuste acompanha o reajuste do salário, que passou de R$ 954 para R$ 998.

tv jORNAL

HORTALIÇAS E FRUTAS TEM PREÇO EM ALTA

Por Thiago Braga

O mercado de hortaliças e frutas se mantém aquecido nos últimos meses. O valor venal dos produtos “deu aquela subidinha”, fazendo com que a dona de casa busque um “precinho mais barato”, a fim de economizar alguns centavos nas despesas do lar. É a chamada “pechincha”, algo tão popular nos dias de hoje. Afinal, os alimentos não podem faltar na mesa do brasileiro, com exceção de um e outro agrado, pois ocupam o topo na lista de itens, (compra a retalho) do freguês. Reflexo da inflação, seguida da colheita e exportação de mercadorias através dos portos.

Vilões da cozinha, como alface, “tomate italiano”, “couve manteiga” repolho, cebola, coentro, espinafre e salsa, estão “caros” nas prateleiras do comércio. Isto equivale para as feiras livres e barraquinhas ou tendas de beira de estrada. Estas pequenas mudanças, pinçadas aqui e ali, ocorrem no setor agrícola. Muitas vezes, o consumidor prefere levar por exemplo 01 (uma) cartela de ovo caipira, “vindo do sítio”, ao invés do kilo de beterraba recém trazida da horta. A cesta colorida diminui e/ou ganha novidades. O fiel da balança continua na ativa.

CIDADE BAIANA LIDERA PRODUÇÃO AGRÍCOLA NACIONAL

Os municípios campeões em produção agrícola individual no Brasil e em produção de frutas ficam no Nordeste; em 2015, o líder foi São Desidério, na Bahia, que teve crescimento de 23,3% e respondeu por 1,1% do valor da produção nacional, com R$ 2,8 bilhões; o algodão é o principal item, responsável por 52,9% do valor produzido; em seguida, vem a soja, com 39,6% – o município é o quarto maior produtor do grão no país; na região do oeste da Bahia, outros municípios têm destaque na produção: Formoso do Rio Preto, oitavo no ranking nacional, Barreiras (17º), Luís Eduardo Magalhães (20º), Correntina (26º) e Riachão das Neves (42º)

Os municípios campeões em produção agrícola individual no Brasil e em produção de frutas ficam no Nordeste. Em 2015, o líder foi São Desidério, na Bahia, que teve crescimento de 23,3% e respondeu por 1,1% do valor da produção nacional, com R$ 2,8 bilhões. O algodão é o principal item, responsável por 52,9% do valor produzido. Em seguida, vem a soja, com 39,6% – o município é o quarto maior produtor do grão no país.

Segundo a pesquisa Produção Agrícola Municipal (PAM) – Culturas temporárias e permanentes, divulgada hoje (23) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), na região do oeste da Bahia, outros municípios têm destaque na produção: Formoso do Rio Preto, oitavo no ranking nacional, Barreiras (17º), Luís Eduardo Magalhães (20º), Correntina (26º) e Riachão das Neves (42º). Continue lendo CIDADE BAIANA LIDERA PRODUÇÃO AGRÍCOLA NACIONAL

Prazo para pagar IPVA com desconto de 10% vai até 8 de fevereiro

Os proprietários de veículos comprados da Bahia têm até o dia 8 de fevereiro para aproveitar o desconto de 10% no Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) 2019, pagando em cota única. Existe ainda a opção de pagamento com 5% de desconto para quem fizer a quitação do valor integral do imposto no dia do vencimento da primeira das três cotas do parcelamento padrão do imposto, data que varia de acordo com final da placa do veículo, conforme tabela divulgada pela Secretaria da Fazenda do Estado da Bahia (Sefaz-Ba) (veja abaixo).

Parcelar o imposto em três vezes, sem desconto, é outra opção para os proprietários de veículos, bastando observar a data de vencimento das cotas na tabela, também de acordo com o número final da placa. O pagamento pode ser feito em qualquer agência do Banco do Brasil, Bradesco ou Bancoob, mediante a apresentação do número do Renavam.

Os débitos referentes à taxa de licenciamento e às multas de trânsito deverão ser pagos até a data de vencimento da terceira parcela. Os débitos anteriores do IPVA ainda não notificados também podem ser divididos em três vezes, juntamente com o IPVA 2019. No entanto, o proprietário que perder o prazo da primeira cota deixa de ter o direito ao parcelamento em três vezes.

Já o seguro obrigatório deverá ser pago integralmente até o vencimento da primeira parcela do imposto, em caso de parcelamento do IPVA. O pagamento do tributo referente a embarcações e aeronaves deverá ser efetuado até 31 de maio de 2019. Todas as informações poderão ser consultadas no site da Sefaz-BA ou por meio do call center da secretaria (0800 071 0071).

O IPVA ficará, em média, 3,65% mais barato para os contribuintes baianos em 2019. Com uma queda de 4,86%, os caminhões terão o maior alívio no valor do imposto. Já para os automóveis, a redução será de 3,2% e, para as motos, de 3,23%. Ônibus e micro-ônibus terão IPVA 3,66% menor. Para os veículos utilitários, o imposto cairá 3,28%. Os novos valores baseiam-se em pesquisa realizada pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), a partir dos preços praticados no Estado em outubro de 2018. As informações estarão disponíveis no site da Sefaz-BA. Continue lendo Prazo para pagar IPVA com desconto de 10% vai até 8 de fevereiro

INB: Governo Federal vai estimular parcerias para ampliar a produção de urânio

Foto: Lay Amorim/Achei Sudoeste

O governo de Jair Bolsonaro (PSL) deve promover uma abertura nas áreas de pesquisa e exploração de urânio, atividades que, segundo a Constituição, são monopólio da União. Uma ideia que tende a ganhar fôlego é a realização de parcerias do setor privado com as Indústrias Nucleares do Brasil (INB), estatal vinculada ao Ministério de Minas e Energia e encarregada da prospecção, pesquisa e lavra de jazidas de minérios nucleares.

Nesse modelo, a União manteria o monopólio, o que evitaria problemas com a Constituição, mas ganharia agilidade para multiplicar áreas de exploração de urânio, mineral do qual o Brasil tem a sétima maior reserva mundial e que serve como insumo para mais de 11% de toda a energia elétrica consumida no mundo em centrais nucleares como Angra 1 e 2.

O sinal para uma maior flexibilização da pesquisa e da exploração do urânio no país partiu do ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, na semana passada. No discurso de transmissão de cargo, Albuquerque, um especialista no tema nuclear, disse que o novo governo pretende estabelecer um diálogo “objetivo, desarmado e pragmático, com a sociedade e o mercado, sobre essa fonte estratégica na matriz energética brasileira”.

Audiência Pública para remodelar a feira de Condeúba

Por Paulo Henrique

Audiência pública na Câmara Municipal para a reconstrução do pavilhão da feira livre na Praça da Bandeira

O Governo Municipal de Condeúba, realizou nesta quinta-feira, dia 03 de janeiro, na Câmara Municipal, uma audiência pública com ampla participação da população, para tratar da reforma, reestruturação e ampliação da Praça da Feira de Condeúba.

Prefeito de Condeúba Silvan Baleeiro de Sousa

A audiência teve sua abertura com o pronunciamento do Prefeito Silvan, que em tom muito firme disse que é preciso viver agora os transtornos da obra, para que num futuro próximo possamos usufruir de seus benefícios. Falou que a obra será iniciada em fevereiro, provavelmente no dia 04, e durará cerca de 06 meses para a sua conclusão.

O Secretário de Administração Toninho de Filó, juntamente com o engenheiro do município Dr. Paulo Gomes, fizeram a apresentação do projeto e a explanação das principais informações.

A obra é fruto de um projeto bem elaborado e bem pensado para que a feira de Condeúba possa ter uma estrutura a sua altura.

O convênio da obra foi firmado com o Ministério da Integração Nacional com um valor de UM MILHÃO E DEZ MIL REAIS.

A nova estrutura trará comodidade aos que vendem e aos que compram, aos que precisam da feira livre para a sua sobrevivência. Não resta dúvida de que será um projeto novo, para tempos novos e com novas perspectivas para a economia e o progresso de Condeúba.

Diesel sobe 2,5% nas refinarias com o fim do programa de subsídio

Foi anunciado nesta segunda-feira (31), pela Petrobras,uma elevação no preço médio nacional do diesel vendido nas refinarias em 2,5% a partir de 1º de janeiro devido ao fim do programa de subsídio. Com o aumento anunciado, o valor do litro subiu de R$ 1,8088 para R$ 1,8545.

O programa de subsídio ao diesel foi estabelecido pelo governo em meados deste ano para atender a reivindicações dos caminhoneiros, que fizeram paralisações históricas em maio em razão da alta dos preços do combustível.

De acordo com as informações divulgadas pela estatal, o novo preço do diesel é inferior em 11,75% ao de 31 de maio de 2018, de R$ 2,1016 por litro, último valor médio antes do início do programa governamental.