Arquivos da categoria: Cultura

Condeúba: Terno de Reis canta em aniversário de Manoel de Lucas

Por Oclides da Silveira

mane 15
Manoel de Lucas ao lado da esposa Zilda Rosa Pereira

Ontem dia 14 de outubro de 2017, o Sr. Manoel José Pereira popular “Manoel de Lucas” completou 88 anos de uma  vida feliz, “mas feliz agora disse Sr. Manoel, que a gente tem de tudo aqui na roça e ainda tem alguns que reclamam, tendo em vista o sofrimento que passamos no começo, eu nasci aqui e nunca mudei, trabalhei a minha vida inteira nas lavouras, já se completou 70 anos de casado com a Sra. Zilda Rosa Pereira, cujo matrimônio nasceram 15 filhos no momento não nos lembramos quantos netos e bisnetos temos, só me lembro que temos 5 tataranetos”, afirmou Sr. Manoel de Lucas. Continue lendo Condeúba: Terno de Reis canta em aniversário de Manoel de Lucas

Condeúba: Festa de Nossa Senhora Aparecida, com recorde absoluto de fiéis este ano

Por Oclides da Silveira

nsa
Foto: Gilmar Garcia – Nossa Senhora abençoando seu povo

Hoje 12 de outubro feriado nacional, dia de Nossa Senhora Aparecida, em Condeúba a população fez a senhora festa para homenagear os 300 anos de muitas Bençãos e Graças alcançadas por interseção  da mãe de Jesus. Durante as Celebrações das Novenas teve todas as noite o momento Mariano apresentado por Paulo Henrique, no qual devotos de Nossa Senhora vieram dar seus testemunhos dos milagres alcançados com eles e familiares.

neide 17Há cada final das Celebrações foram apresentados também um momento de artes sênicas, como teatro e recitais. Crianças e adultos compareceram para homenagear a Santa Padroeira do Brasil, sempre fazendo-se referencia à Nossa Senhora. Os fiéis compareceram como nunca às Celebrações das Novenas, foi recorde após recorde de público que frequentaram as festividades de Nossa Senhora este ano. Continue lendo Condeúba: Festa de Nossa Senhora Aparecida, com recorde absoluto de fiéis este ano

Condeúba: Neste 12 de outubro é comemorado o dia da “Imprensa Condeubense”

Por Oclides da Silveira

             Meios de comunicações de longo alcance que temos em nossa Condeúba. 

12 de outubro comemora-se vários acontecimentos importantes, dentre eles os mais conhecidos e comemorados são o dia da criança, feriado Nacional de Nossa Senhora Aparecida a Padroeira do Brasil que neste ano está comemorando seus três séculos de benção e graças. Nós comemoramos também neste 12 de outubro, o dia da “Imprensa Condeubense”, o qual foi oficializado através da  Lei nº 897 de 30 de abril de 2015 de autoria das vereadoras Cida de Lerim e Nena, a qual foi sancionada pelo então Prefeito Guto.

A presente Lei vem coroar de êxito a brilhante iniciativa ocorrida no dia 12 de outubro do longínquo ano de 1916, data em que circulou pela primeira vez em nosso município, o jornal “O Condeúba”, o qual teve tiragem e circulação quinzenal e durou por volta de seis meses. Seu fundador foi o Capitão José Vieira da Tipografia Vieira e o redator chefe era João Ângelo do Sacramento. A Tipografia Vieira, foi a maior empresa do gênero instalada em Condeúba, era um parque gráfico muito bem montado e equipado com o que havia de mais moderno na época.

“O Alvorecer” segundo jornal a circular quinzenalmente no Município de Condeúba, foi fundado pelo Tenente Helvécio Ribeiro por volta do segundo semestre do ano de 1917, não temos data de encerramento do mesmo, porém, sabe-se que houve uma publicação datada de 10 de julho de 1923. Seu redator chefe era Mario Nena Cordeiro, o qual foi impresso também na Tipografia Vieira.

O Jornal Folha de Condeúba Ltda., foi o terceiro órgão da imprensa escrita que surgiu no município, fundado em 12 de fevereiro de 2009 sendo que a primeira impressão circulou em março de 2009. As edições foram feitas pela Gráfica Log em Vitória da Conquista, sua circulação impressa durou até agosto de 2011, a última edição.

Houve algumas tiragens mensais de até três mil exemplares, a Folha de Condeúba foi o jornal que teve maior circulação mensal nos municípios da região, chegou a ser distribuido em cerca de 50. O jornal ainda continua de forma virtual pelo site: www.folhadecondeuba.com.br, seus fundadores e proprietários são Oclides Ribeiro da Silveira e Juari Francisco do Nascimento, sendo que a redação sempre ficou a cargo de Oclides da Silveira.

A Rádio Liberdade FM é uma emissora comunitária, cuja fundação foi dia 28 de julho de 1998 através do então Prefeito Marcolino Gonçalves Neto, sua mantenedora é Associação dos produtores e Moradores do Município de Condeúba, a qual tem uma programação ativa diária das 05:00 às 22:00 horas.

Outro órgão de comunicação que temos na cidade entre os de maior abrangência é o site www.ddez.com.br que foi fundado em 21/11/2006 por Décio Francis da Silva que é seu proprietário.

Temos ainda os escritores autores de músicas como Artulio Reis, Salvador o “Doquinha”, autores de livros como Tranqüilino Torres, Agnério Evangelista de Sousa, Antonio Santana, Aline dos Santos, Leandro Flores, José de Sousa, Otaviano Vieira Lima, Edson Silveira e Joandina Maria de Carvalho entre outros.

Assim, completamos essa pequena homenagem ao dia da Imprensa Condeubense, relembrando àqueles que fizeram e os que ainda fazem a história de Condeúba, através de jornais, livros sites e rádio.

Nós do Jornal Folha de Condeúba parabenizamos todos os condeubenses envolvidos nesta magnífica arte de comunicar. Conclamamos a todos para que nos unamos em face da criação da Academia de Letras Condeubense, assim sendo ficaremos mais organizados e vistos com melhor destaques pelo trabalho que cada um desenvolve no seu dia a dia. Desta forma estaremos dando certamente um passo a mais na nossa organização, com isso ficaremos muito mais fortes e protegidos das mazelas de alguns seguimentos conservadores, que tendem estar sempre atacando os meios de comunicações. 

 

 

 

Vit. da Conquista: Feira de Orquídeas atrai admiradores e cultivadores da planta

fotos: Rafael Gusmão

ORQUIDIADesde a noite dessa quinta (6), a Praça do Gil, em Vitória da Conquista, recebe a Exposição e Feira Orquídeas (Expo-Orquídeas). O evento, que segue até esse domingo (8), é uma realização da Associação Orquidófilos Conquistenses Associados (Acor) e da Prefeitura, com patrocínio da Revita Engenharia Sustentável.orquidia 1A Feira tem como objetivo fomentar o cultivo e a cultura de orquídeas. Assim, no espaço é possível encontrar e adquirir plantas nobres, com tratamento fitossanitários, sadias, para embelezar a casa e o jardim por um preço mais acessível.orquidia 2Além disso, a iniciativa também busca promover a ideia de implantação de um orquidário municipal, previsto para funcionar dentro do Horto Florestal de Vitória da Conquista. O projeto desse novo equipamento, que já está pronto, foi lançado durante a Expo-Orquídeas e quem visitar a feira poderá conhecê-lo.

Destruição da família: exposições em museu ou a retirada dos direitos?

Artigo: LEVON NASCIMENTO

Levon Nascimento Debret Família brasileira
A estratégia da direita política brasileira é cristalina como água potável e suja como resíduos de esgoto: RETIRAR DIREITOS DOS POBRES E TRABALHADORES E AUMENTAR A ACUMULAÇÃO DE aCAPITAL DOS MUITO RICOS.

A estratégia da direita política brasileira é cristalina como água potável e suja como resíduos de esgoto: RETIRAR DIREITOS DOS POBRES E TRABALHADORES E AUMENTAR A ACUMULAÇÃO DE CAPITAL DOS MUITO RICOS.

Como esse objetivo não ganha eleição se for confessado abertamente numa campanha, a direita desvia a atenção do público para assuntos irrelevantes, que normalmente atingem parcelas ínfimas da sociedade, mas de grande apelo popular num país conservador e de baixa formação educacional, como o Brasil, quando manipulados para interesses políticos: a suposta pedofilia em performance no MAM, exposições críticas e polêmicas em museus e temas ligados às pautas de gênero, enfim a “destruição da tradicional família brasileira” e dos “valores da sociedade ocidental”. Muita gente religiosa, de bom coração, acaba se deixando levar por esse desvio de foco.

Tudo isso enquanto a verdadeira família está ameaçada pelo desemprego, pela terceirização e pelo aumento da idade de aposentadoria, que farão os pais e avós trabalharem mais e ganharem menos, ficando longe dos filhos e netos; pela PEC do teto aprovada em 2016, que congela os recursos para a saúde, a educação e a seguridade social por 20 anos (hospitais, escolas e municípios já estão sentindo a diminuição dos recursos e dos repasses dos governos federal e estaduais); com uma criança pobre presa na mesma cela que um pedófilo; com índios trucidados por ruralistas; com a venda da Amazônia, de hidrelétricas, de terras e da soberania nacional a estrangeiros; com o desmonte do conteúdo nacional nas prioridades de compras do governo federal; com o corte das políticas sociais de transferência de renda e dos programas de acesso dos mais pobres e negros às universidades; com o estado policialesco irresponsável promovendo linchamentos e levando pessoas honradas ao suicídio, como ocorreu com o reitor da UFSC; etc.

Mas nada disso importa à direita e aos seus militantes. Eles só querem escandalizar a população através do discurso moralista, abusando do nome de Deus e de trejeitos religiosos, se possível, impedindo eleições livres em 2018.

E, se tudo der errado, prender o candidato com maior possibilidade de melhorar a vida dos pobres, ainda que contra ele só haja delações e nenhuma prova cabal, acusando-o de coisas irrisórias se comparadas ao poderio que deteve nas mãos, e implantar um regime de terror, torturas, censura e morte de vozes críticas, assim como o nazifascismo original realizou na Alemanha e na Itália. Temos pelo menos dois candidatos a Hitler ou Mussolini. Um mais escrachado, outro mais assessorado pelo marketing à moda Trump, das “fake news” ao discurso agressivo e mentiroso. Em ambos os casos, o odor de morte exala.

Quem tiver olhos que veja. Quem tiver ouvidos que ouça. Quem tiver nariz que o tape

Condeúba: OUTUBRO ROSA

Por Antonio Santana – Escritor e Poeta

Santana-225x300

É tempo de cuidar da saúde da mulher
Vindo de perto ou de muito distante
O exame da mama é muito importante
Para não dar espaço ao câncer.
Prevenir a doença o quanto antes
Deve ser uma atitude constante
Para evitar uma situação deselegante
Consultando – se em clínicas e hospitais
A mulher terá uma vida de paz.
Mulheres alegres e cheias de prosa
Que embelezam os nossos lares como rosas
O mais importante é que elas são graciosas.
Mulheres que se previnem de verdade
Sem distinção de cor, credo ou idade
Mulheres livres que amam a liberdade
Mulheres que não fogem da responsabilidade.
Lutaremos sempre contra o câncer de mama
De mulheres simples as que têm fama
Dos luxuosos estúdios as calçadas de lama
Todas são mulheres lindas e bacanas
Diga não ao câncer de mama!

Distrito Feirinha: Escrita em Ação por alunos da Escola Municipal Adelmário Pinheiro – EMAP

INTERTEXTUALIDADE – CANTIGA POPULAR – PARÓDIA

foto mundo JULIA

SE ESSE MUNDO FOSSE MEU!
Se esse mundo
Se esse mundo fosse meu
Ele teria
Ele teria mais AMOR
Com alegria
Com alegria e paixão
Todos nós

Todos nós viveríamos sem RANCOR. Continue lendo Distrito Feirinha: Escrita em Ação por alunos da Escola Municipal Adelmário Pinheiro – EMAP

Arany Santana assume a Secretaria Estadual de Cultura

Professora, atriz e ex-diretora do Ilê Aiyê, a nova secretária diz que dará continuidade ao trabalho implementado na gestão

Secult anuncia novidades do carnaval da cultura Foto: Elói Corrêa/GOVBA

Foto: Elói Corrêa/GOVBA

O governador Rui Costa informou na tarde desta sexta-feira (29) que a Secretaria de Cultura do Estado será comandada por Arany Santana, ex-diretora do Centro de Culturas Populares e Identitárias (CCPI). A cerimônia de posse será na próxima segunda-feira (2), às 14h, no Salão de Atos da Governadoria.

Arany ocupa a vaga deixada por Jorge Portugal, que entregou carta ao governador para pedir exoneração do cargo na última quinta (28).

Professora, atriz e ex-diretora do Ilê Aiyê, Arany Santana diz que dar continuidade ao trabalho implementado na gestão é motivo de honra. “A cultura teve avanços na Bahia principalmente com o projeto de interiorização, com as Escolas Culturais.

Como educadora, acho um dos projetos mais importantes junto às escolas públicas. Vamos continuar garantindo um trabalho de qualidade junto a artistas e grupos sociais”, declarou a nova secretária.

Fonte: Bahia.Ba

Caetité: Igreja de São Benedito está abandonada

sao-benedito-em-caeite-achei-sudoesteIgreja São Benedito construída em 1833

Inaugurada em 1833, a Igreja de São Benedito, em Caetité, no Sertão Produtivo, é considerada um importante patrimônio arquitetônico do sudoeste baiano. O estado atual de abandono do local entristece e envergonha os moradores. Apenas uma pintura nas portas da igreja foi realizada há pouco tempo, mas sem indicar qualquer tipo de reforma.

A igreja foi tombada pelo governo do estado, através do Ipac, e, portanto, toda intervenção no imóvel deverá manter as características espaciais e construtivas originais. De acordo com o Caetité Notícias, a reforma deve preservar os valores atribuídos ao imóvel no processo de tombamento.

No caso da Igreja de São Benedito, seria viável a abertura de um processo administrativo, de um estudo que viabilizasse a reforma, com a criação de uma campanha de doação.

Jorge Portugal entrega carta de demissão a Rui

Jairo Costa Júnior, com Luan Santos do Correio

Portugal
Jorge Portugal ex-Secretário Estadual de Cultura

O secretário estadual de Cultura, Jorge Portugal, entregou ontem dia 27 de setembro sua carta de demissão ao governador Rui Costa, segundo informações obtidas pela Satélite junto a integrantes do alto escalão do Palácio de Ondina e da direção do PT.

A saída de Portugal era especulada desde o início do ano, quando Rui convidou o ex-ministro da Cultura Juca Ferreira para assumir a Secult. Ferreira, contudo, desistiu do cargo após saber que não teria poder para nomear a equipe de dirigentes da pasta.

Nos últimos dias, Portugal entrou em rota de colisão com o governo ao criticar publicamente o baixo orçamento para a Cultura. Antes, o cantor e compositor havia revelado mal-estar com as nomeações de indicados políticos para cargos de comando na secretaria. A demissão da produtora Fernanda Tourinho da Fundação Cultural do Estado da Bahia (Funceb) à revelia de Portugal também reacendeu as insatisfações.