Arquivos da categoria: Brasil

Lupicínio Rodrigues se estivesse vivo estaria completando hoje 16/9, 105 anos

Biografia (Enciclopédia Itaú Cultural)

105 anos de Lupicínio Rodrigues

Lupicínio Rodrigues (Porto Alegre, Rio Grande do Sul, 1914 – Porto Alegre, Rio Grande do Sul 1974). Compositor e cantor. Aos 7 anos é matriculado no Colégio São Sebastião da Congregação dos Irmãos Maristas, onde tem os primeiros contatos com a linguagem musical. A infância transcorre entre a escola e o campinho de várzea. Daí sua paixão pelo futebol. Fervoroso torcedor do Grêmio, compõe o hino oficial do clube gaúcho. Filho de uma família pobre e numerosa, de 21 irmãos, aos 12 anos, trabalha como aprendiz nas oficinas da Companhia Carris Porto-Alegrense, responsável pelos bondes da cidade e, posteriormente, na firma Micheletto.

Muito jovem, compõe para os blocos carnavalescos de seu bairro. A inclinação para a boêmia preocupa o pai, que resolve matriculá-lo como voluntário no Exército. Com 16 anos, é soldado do 7º Batalhão de Caçadores de Porto Alegre. Em 1935, com 21, dá baixa no Exército. Durante a fase do quartel, é cantor de conjuntos musicais e vence um concurso com a marchinha Carnaval, escrita para o cordão carnavalesco Prediletos. Entre 1935 e 1947, é bedel na Faculdade de Direito de Porto Alegre. No decorrer dos anos 1950 e 1960 abre uma série de restaurantes, o mais famoso de todos, Batelão, vira ponto turístico da capital gaúcha.

O impulso para sua carreira artística surge com a premiação no concurso em comemoração do centenário da Revolução Farroupilha, em 1935. Lupicínio, em parceria com o cantor Alcides Gonçalves, da Rádio Farroupilha, compõe a música vencedora: o samba Triste História. A partir daí, a dupla é responsável por outros sucessos, como Quem Há de Dizer (1948) e Cadeira Vazia (1950), que são gravadas por Francisco Alves, mas sem citar a autoria de Gonçalves, e Castigo (1953), gravada por Gilberto Milfont, em 1953, também sem a parceria. Além das gravações de Gonçalves, Lupicínio atribui aos marinheiros que frequentam os cabarés de Porto Alegre a difusão de suas músicas em outras capitais brasileiras. Se Acaso Você Chegasse (1938), composta em parceira com Felisberto Martins, chega ao Rio de Janeiro por essa via, sendo gravada pelo cantor carioca Ciro Monteiro. Continue lendo Lupicínio Rodrigues se estivesse vivo estaria completando hoje 16/9, 105 anos

Goiana: Circuito da Niwbalace, atleta condeubense deu show e venceu a prova

Oclides da Silveira – Jornalista MTPS nº 5910/BA.

Carlão Maratonista ao meio comemorando mais uma vitoria

Neste domingo dia 15 de setembro de 2019, foi realizado em Goiana a NB 15 km. circuito da Niwbalace. O corredor atleta condeubense Carlão Nascimento ganhou em primeiro lugar na categoria 50 a 60 anos e se tornou o tri-campeão desta prova. Continue lendo Goiana: Circuito da Niwbalace, atleta condeubense deu show e venceu a prova

São Paulo: Morreu o cantor Roberto Leal aos 67 anos

Cantor Roberto Leal.

Roberto Leal – nome artístico de António Joaquim Fernandes – morreu aos 67 anos. O cantor lutava contra um cancêr há dois anos, uma doença que o impedia de andar e lhe afetava a visão. A informação foi avançada por José Cesário, antigo secretário de Estado das Comunidades e da Administração Local, à TSF.

O cantor que nasceu em Macedo de Cavaleiros, e que emigrou para o Brasil ainda criança, estava internado desde quarta-feira, e morreu na madrugada deste domingo. A imprensa detalha que Roberto Leal estava internado no hospital Samaritano, em São Paulo.

Relativamente à doença, Roberto Leal explicou em fevereiro deste ano, ao programa ‘Sensacional’ da RedeTV, que os problemas de saúde começaram quando lhe foi diagnosticada uma hérnia de disco, que evoluiu para fortes dores de coluna e nos membros inferiores.

Devido à pele clara e à excessiva exposição solar a que se sujeitou durante vários anos, Roberto Leal descobriu que sofria, afinal, de cancro de pele. Continue lendo São Paulo: Morreu o cantor Roberto Leal aos 67 anos

Setor de serviços cresce 0,8% em julho, afirma IBGE

Foto: Eduardo Monteiro/Veja

Após queda intensa no mês anterior, o volume de serviços no país cresceu 0,8% em julho ante junho, segundo divulgou nesta quinta-feira, 12, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) em sua Pesquisa Mensal de Serviços. Apesar do resultado positivo, o desempenho não foi suficiente para conter as perdas do setor no ano, que ainda apresenta índice 1,2% abaixo do registrado em dezembro de 2018.

Segundo os dados divulgados hoje pelo IBGE, três das cinco atividades pesquisadas tiveram alta em julho: serviços de informação e comunicação (1,8%), que tem peso importante no indicador; serviços auxiliares aos transportes e correio (0,7%); e outros serviços (4,6%).

Do lado negativo, tanto os serviços profissionais, administrativos e complementares (-1,3%) como os serviços prestados às famílias (-0,5%) registraram segunda queda mensal seguida. No mês passado, todas as atividades recuaram, no pior desempenho para um mês desde a greve dos caminhoneiros. Já na comparação anual, o setor cresceu 1,8% em julho, melhor resultado para o mês desde 2014, com expansão de quatro em cinco atividades.

De janeiro a julho, o índice cresceu 0,8% na comparação com o mesmo período de 2018; e no acumulado dos últimos 12 meses, o resultado é positivo em 0,9% – em junho era 0,7%. Apesar dos resultados positivos no mês, o IBGE salienta que o setor de serviços não vive um ano positivo, e que o desempenho registrado em julho não compensa as perdas apresentadas até então. O índice ainda está 11,8% abaixo do recorde alcançado em maio de 2014 e 1,2% menor do que o apresentado em dezembro do ano passado.

Brumado: Carteiros aderem à greve nacional por garantia de direitos e pela não privatização dos Correios

Foto: Lay Amorim/Achei Sudoeste

Os carteiros aderiram ao movimento nacional e estão em greve, por tempo indeterminado, na cidade de Brumado. Em entrevista ao site Achei Sudoeste, o delegado sindical Jarbas Barbosa Caíres explicou que a greve tem o objetivo de manter os direitos adquiridos pela categoria ao longo de mais de 50 anos de luta. “Pra se ter dentro da sua composição de vencimentos direito ao ticket alimentação, plano de saúde e hora extra, obtidos pelos acordos coletivos firmados entre os trabalhadores dos Correios e o governo”, destacou. Continue lendo Brumado: Carteiros aderem à greve nacional por garantia de direitos e pela não privatização dos Correios

Sistema de ensino de Brumado pode virar modelo nacional

Foto: Divulgação

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, determinou que uma equipe do Mec visite Brumado nos próximos dias para conhecer em detalhes o sistema de educação do município, que é 100% em tempo integral.

A decisão foi tomada pelo ministro durante audiência com o prefeito de Brumado, Eduardo Lima Vasconcelos (PSB), e o deputado federal José Rocha (PL) nesta quarta-feira (11), em Brasília.

O ministro se mostrou impressionado com os avanços alcançados pelo município e adiantou que, dependendo do resultado da visita da equipe do MEC, pode usar o exemplo de Brumado em todo país. O Mec deve apoiar Brumado com recursos, inclusive para a instalação de sinal de Internet Wi-Fi em toda rede escolar.

PM cadeirante da Bahia é campeão sul-americano de fisiculturismo

Foto: Divulgação

O cabo da Polícia Militar Carlos Moreira de Freitas Júnior, da 64ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM/ Feira de Santana), ganhou uma medalha de ouro no Campeonato Sul-Americano de Fisiculturismo, que aconteceu no Equador. Com a conquista, ele vai representar o Brasil no Mundial da Espanha, em dezembro desse ano.

Carlos Alberto é paratleta – ele sofreu um acidente em 2017 que o deixou paraplégico. Ele é primeiro PM cadeirante na ativa da história da Polícia Militar. Já foi tricampeão baiano e brasileiro, além de campeão da Arnold Classic Brasil e medalhista de prata do Sul-Americano da Argentina, em 2017.

De acordo com o Correio, ele entrou na PM como soldado e trabalhava em Rádio Patrulhamento Operacional, levando uma vida ativa e muito esportiva. Em dezembro de 2007, sofreu um acidente de carro em que perdeu o único irmão e um amigo.

Cinco dias depois do acidente, internado na UTI, ele acordou e descobriu as perdas que tinha sofrido e também que não poderia mais mexer as pernas. “Com sete meses depois do acidente fui internado no Hospital Sarah, em Salvador, para reabilitação, e lá conheci vários esportes adaptados”, conta. Depois de ter alta, voltou logo a praticar musculação e se dedicou ao esporte.

11 de setembro “Dia Nacional do Karatê”

                               11 de setembro “Dia Nacional do Karatê

A resolução número 02/2002 da Confederação Brasileira de Karatê dispõe sobre a instituição do Dia Nacional do Karatê, a ser comemorado anualmente em 11 de setembro em todo o território brasileiro.
O Karatê é a arte marcial originada a partir das técnicas de defesa pessoal de Okinawa, tendo como base a filosofia do Budo. Seus objetivos se traduzem na busca constante do aperfeiçoamento pessoal, contribuindo para a harmonização do meio onde se está inserido através de muita dedicação ao trabalho, treinamentos rigorosos e vida disciplinada.

No Japão, mais precisamente na ilha de Okinawa, que o Karatê foi definitivamente sistematizado como a luta das mãos livres, ou melhor, sem armas.

Os treinamentos eram secretos e os alunos treinavam firmemente e, como as armas eram proibidas, procurava-se fazer com que as mãos e os pés fossem armas tão perigosas quanto as convencionais. Desta forma, aprimorou-se a técnica e começou-se a fazer uso de joelhos e cotovelos, além de aumentar cada vez mais a velocidade.

Devido ao fato do Karatê ter sido praticado secretamente no passado, um grande número de estilos foi desenvolvido. Os mais praticados são Shotokan, Goju-Ryu, Shito-Ryu e Wado-Ryu, cujas filosofias e lutas são as mesmas, variando um pouco somente a forma.

Após a Segunda Guerra, o Karatê espalhou-se para o mundo.

O fundado do estilo Goju-Ryu foi o Sensei Hanruo Higaona e Chojun Miyagui.

Em nossa cidade temos o Dojo Águias da Bahia. Fundado pelo Sensei Jesuíno e pela Sensei Marlene Alencar desde o ano 2000. Hoje o mesmo se encontra sobre os cuidados do Sensei Maurício A. Pereira e o Sensei Josué Francisco de Oliveira.

 

Setembro Amarelo: mês de prevenção ao suicídio

A cada 40 segundos, uma pessoa se suicida no mundo. Hoje (10), Dia Mundial para a Prevenção do Suicídio, a Organização Mundial da Saúde (OMS) reafirma a importância de todos os países adotarem estratégias de prevenção com eficácia comprovada. Segundo a OMS, o suicídio é a segunda maior causa de morte entre jovens de 15 a 29 anos. Por esse motivo, o enfoque da campanha do Dia Mundial de Prevenção do Suicídio de 2019 será este público: os jovens.

No Brasil, desde 2015, a prevenção ao suicídio tomou conta de todo o mês de setembro por meio do Setembro Amarelo, iniciativa do Centro de Valorização da Vida (CVV), do Conselho Federal de Medicina (CFM) e da Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP).

Em todo o mundo, mais de 800 mil pessoas morrem por suicídio todos os anos e, a cada adulto que se suicida, pelo menos outros 20 atentam contra a própria vida. Isso representa 1,4% das mortes no planeta (ainda de acordo com a OMS). Desde 2012, o suicídio tornou-se a 15ª causa de mortalidade entre a população geral. Continue lendo Setembro Amarelo: mês de prevenção ao suicídio

STF decidirá se Testemunhas de Jeová tem direito de recusar transfusão de sangue

Foto: Carol Garcia/Secom-BA

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, ajuizou no Supremo Tribunal Federal (STF), nesta segunda-feira (9), uma ação para permitir que pacientes Testemunhas de Jeová maiores de idade e capazes não sejam obrigados a receber transfusão de sangue, mesmo na hipótese de risco iminente de morte.

Na Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental (ADPF 618), Dodge afirma que há lesão a dignidade da pessoa humana, de consciência e de crença em várias decisões judiciais, atos do Conselho Federal de Medicina e de instituições de saúde que negam as Testemunhas de Jeová o direito de recusar a transfusão de sangue. Na ação, Dodge afirma que na interpretação das Testemunhas de Jeová da Bíblia,

“Deus permite o consumo da carne de animais, mas impõe a abstenção do respectivo sangue, que representa a alma e a vida”. Seus membros são conhecidos pelo persistente proselitismo religioso, pela não intervenção em atividades políticas e militares e, mais especificamente, pela recusa a transfusões de sangue.

Com tal entendimento, as Testemunhas de Jeová se sentem impura e indigna do reino e Deus. De acordo com o Bahia Notícias, até o ano 2000, o membro que aceitasse transfusão de sangue perdia a condição de “irmão” na comunidade religiosa e o convívio social. Desde então, porém, a comunidade passou a não mais excluir o membro que aceita a transfusão de sangue, deixando a cargo da Testemunha de Jeová a sua autoexclusão, segundo a sua própria consciência.

O grupo começou a aceitar, ainda, que o membro decida pelo recebimento de elementos secundários do sangue, transmitidos da mãe para o filho na gestação, como, por exemplo, a albumina, as globulinas, as interleucinas e o interferão. A procuradora-geral da República salienta que a recusa no recebimento de transfusão não significa desejo de morte ou desprezo pela saúde e pela vida.

Dodge destaca que a Testemunha de Jeová “defende e incentiva a existência e o desenvolvimento de métodos alternativos à transfusão de sangue, mas, na sua impossibilidade, prefere se resignar à possibilidade eventual de morte do que a violar suas convicções religiosas”.