Arquivos da categoria: Brasil

Prefeito demite servidor que reclamou de posto de saúde no Facebook

Bernal, em sessão da Câmara que lhe cassou o mandato: ex-prefeito prometeu e recorreu da decisão do TJ. (Foto: Marcelo Victor/Arquivo)

O prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP), envolveu-se em mais uma polêmica. Ele demitiu um funcionário do município após este reclamar, no Facebook, da demora no atendimento da rede pública de saúde.

O caso ocorreu na quarta-feira (12), quando o prefeito postou as atividades realizadas no dia, como aula inaugural do Instituto Mirim. Foram feitos 37 comentários. Um deles era de Leovaldo Ferraz Cunha Neto, que reclamou da demora no atendimento do Centro Regional de Saúde do Bairro Tiradentes.

“Bom dia Sr. Prefeito! Enquanto o senhor participa de inaugurações, a saúde está precária. Estou no posto do Tiradentes desde às 6h”, comentou o então servidor do município, que se identifica como Léo Ferraz na rede social.

O homem era terceirizado e trabalhava por meio de contrato com a Seleta Caritativa, que tem contrato de prestação de serviço com a SAS (Secretaria Municipal de Assistência Social).

A secretária municipal de Assistência Social, Thais Helena, confirmou a demissão do funcionário. Ela disse que ele e mais seis funcionários foram desligados porque não possuem o perfil para trabalhar com crianças.

“O afastamento só ocorreu agora porque a secretaria precisava encontrar outros funcionários com o perfil adequado para preencher a vaga”, justificou, descartando qualquer ligação entre a demissão e as críticas no Facebook do prefeito.

Cunha Neto estava no cargo há oito meses. A demissão ocorreu, coincidentemente, no dia seguinte ao comentário.

O Campo Grande News não conseguiu falar com o ex-servidor do município.

Esta não é a primeira vez que o prefeito reage com demissão dos desafetos. A primeira a sofrer a fúria de Bernal foi a mulher do vereador Chocolate (PP), exonerada no dia seguinte ao parlamentar votar a favor da investigação de Bernal na Câmara Municipal.

Com indícios de falha no trem de pouso, avião aterrissa no Aeroporto JK

Piloto da Latam alegou problema no trem de pouso. No entanto, não houve necessidade de atuação do Corpo de Bombeiros e passageiros desembarcaram normalmente

PS Philipe Santos – Especial para o Correio

Não houve impacto na operação do aeroporto
(foto: Ed Alves/CB/D.A. Press)

Após apresentar problemas no trem de pouso, o piloto de um avião da companhia aérea Latam acionou o terminal avisando que precisaria fazer um pouso de emergência no Aeroporto Internacional de Brasília nesta sexta-feira (15/3). O Corpo de Bombeiros foi chamado para que quaisquer procedimentos de emergência necessários pudessem ocorrer. A companhia informou, no entanto, que o pouso ocorreu dentro da normalidade.

“Após o pouso, não houve necessidade de atuação do Corpo de Bombeiros e impactos na operação do aeroporto e da companhia”, afirmou, em nota. Ainda segundo a Latam, o avião pousou “em total segurança no destino às 11h14 e os passageiros desembarcaram normalmente”. O voo era o LA3230 e saiu de Vitória (ES).

A Inframerica, administradora do aeroporto, disse que prestou todo o apoio necessário para a empresa e que a aeronave foi rebocada pela companhia aérea. Ainda segundo a concessionária, não houve impacto na operação do aeroporto e os pousos e decolagens ocorreram normalmente.

No último dia 7, outro avião da Latam, que saía de Brasília com destino a Congonhas (SP), precisou voltar ao aeroporto JK após um pássaro entrar na turbina da aeronave. O voo 3711 abortou a viagem cerca de 30 minutos após a decolagem.

Após segurança espancar cachorro, Carrefour terá de depositar R$ 1 milhão em fundo para cuidados a animais

A rede de supermercados Carrefour terá de depositar R$ 1 milhão em um fundo, criado pelo município de Osasco (SP), pela morte de um cachorro, espancado pelo segurança do estabelecimento, no dia 28 de novembro.

De acordo com o Ministério Público de São Paulo, foi assinado um Termo de Compromisso em que a empresa assume a obrigação.

Do valor depositado, R$ 500 mil serão destinados exclusivamente à esterilização de cães e gatos; R$ 350 mil para a compra de medicamentos para animais do Hospital Municipal Veterinário ou que estejam no canil municipal e R$ 150 mil para a aquisição e entrega de rações para associações, ONGs e demais entidades destinadas ao cuidado de animais na cidade de Osasco, na grande São Paulo.

Se o Carrefour descumprir o acordo, será cobrado R$ 1 mil por dia de atraso no cumprimento do depósito e o município de Osasco será alvo de investigação por ato de improbidade administrativa na hipótese de não atender ao termo.

Em nota, o Carrefour confirmou o acordo firmado com a cidade.

Receita cria chat para regularizar débitos de pessoas físicas

Fonte: G1

Foi anunciado nesta quinta-feira(14), pela Secretaria da Receita Federal
a ampliação do atendimento eletrônico para as empresas que possuem certificado digital, e também a criação de um atendimento online por meio de “chat” (sala de bate papo) para regularizar débitos do Imposto de Renda
das pessoa física.

Hoje (15), a Receita Federal inaugura um novo processo de atendimento eletrônico que permitirá às empresas com certificação digital pedirem a Certidão Negativa de Débito (CND), sem a necessidade de mandarem um representante a uma unidade de atendimento do Fisco.

As duas novidades foram regulamentadas por instruções normativas e publicadas no Diário Oficial da União. Os serviços estão disponíveis no Centro Virtual de Atendimento da Receita Federal (e-CAC), disponível na internet.

Colesterol: Nova medicação aos que não podem tomar estatinas

Foto: Medioimages/Thinkstock

O tratamento do colesterol é feito através de medicações, principalmente as conhecidas como estatinas. Mas, apesar de reduzirem os níveis da doença no organismo em até 50%, o remédio apresenta efeitos colaterais debilitantes, incluindo dores musculares, o que pode impedir a adesão ao tratamento tradicional.

Por causa disso, cientistas decidiram desenvolver uma nova substância capaz de combater o colesterol que pudesse ser usada como terapia alternativa, especialmente para aqueles que não conseguem ou não podem utilizar estatina. Com o nome científico de ácido bempedóico, a nova medicação traz os mesmos benefícios, como reduzir o risco de ataque cardíaco e acidente vascular cerebral (AVC), sem causar tantos efeitos colaterais.

De acordo com a equipe do Imperial College London, na Inglaterra, responsável pelos testes clínicos do remédio, o ácido bempedóico impede que o corpo crie blocos de construção do colesterol, e com isso, reduz os níveis da doença em 18%. Ainda que seja um valor menor se comparado às estatinas, os pesquisadores afirmam que o medicamento é seguro e produz menos efeitos colaterais, além de poder ser utilizado como opção complementar.

“No geral, as estatinas fazem um ótimo trabalho, mas esta nova substância pode fornecer benefícios reais para as pessoas que não podem tomá-las [estatinas] ou precisam de tratamentos adicionais para chegar ao nível certo [de colesterol]”, comentou Nilesh Samani, da British Heart Foundation, no Reino Unido, ao The Telegraph. Os resultados do estudo foram publicados nesta quinta-feira no periódico The New England Journal Of Medicine.

Carolina Maria de Jesus, a escritora estaria completando 105 hoje se fosse viva

Carolina Maria de Jesus, estaria completando hoje 105 anos de idade

Carolina Maria de Jesus (Sacramento, 14 de março de 1914 — São Paulo, 13 de fevereiro de 1977) foi uma escritora brasileira, conhecida por seu livro Quarto de Despejo: Diário de uma Favelada publicado em 1960.

Carolina de Jesus é considerada uma das mais importantes escritoras do Brasil, e também uma das primeiras escritoras negras do Brasil.[1] A autora viveu boa parte de sua vida na favela do Canindé, na zona norte de São Paulo, sustentando a si mesma e seus três filhos como catadora de papéis. Em 1958, tem seu diário publicado sob o nome Quarto de Despejo, com auxílio do jornalista Audálio Dantas. O livro fez um enorme sucesso e chegou a ser traduzido para quatorze línguas.

Carolina de Jesus era também compositora e poetisa. Sua obra permanece objeto de diversos estudos, tanto no Brasil quanto no exterior.

Juventude
Carolina Maria de Jesus nasceu em 14 de março de 1914, na cidade de Sacramento, em Minas Gerais,[2][3] numa comunidade rural, de pais analfabetos.[4] Era filha ilegítima de um homem casado e foi maltratada durante toda sua infância.[5] Aos sete anos, sua mãe a obrigou a frequentar a escola, depois que a esposa de um rico fazendeiro decidiu pagar seus estudos,[5] mas ela interrompeu o curso no segundo ano, tendo já conseguido aprender a ler e a escrever e desenvolvido o gosto pela leitura.[4] Continue lendo Carolina Maria de Jesus, a escritora estaria completando 105 hoje se fosse viva

Facebook, Instagram e Whatsapp apresentam instabilidade

Quem tentou entrar nas redes sociais do Facebook e Instagram na tarde desta quarta-feira (13), encontrou dificuldades. As plataformas estão apresentando instabilidade no Brasil e outros países . Também há relatos dificuldades de uso do Whatsapp.

A empresa, dona dos apps afirmou que está ciente dos problemas e trabalha para solucioná-los. Mais cedo, a empresa admitiu que a “instabilidade temporária” ocorria em toda a família de aplicativos do Facebook.

Até o momento o motivo da instabilidade das redes sociais não foi retada pela empresa.

O Ministério Público Federal de São Paulo ajuizou ação pedindo a retirada dos símbolos religiosos das repartições publicas.

O Ministério Público Federal de São Paulo ajuizou ação pedindo a retirada dos símbolos religiosos das repartições publicas.

Pois bem, veja o que diz o Frade Demetrius dos Santos Silva: ” Sou Padre católico e concordo plenamente com o Ministério Público de São Paulo, por querer retirar os símbolos religiosos das repartições públicas…

Nosso Estado é laico e não deve favorecer esta ou aquela religião. A Cruz deve ser retirada!

Aliás, nunca gostei de ver a Cruz em Tribunais, onde os pobres têm menos direitos que os ricos e onde sentenças são barganhadas, vendidas e compradas.

Não quero mais ver a Cruz nas Câmaras legislativas, onde a corrupção é a moeda mais forte.

Não quero ver, também, a Cruz em delegacias, cadeias e quartéis, onde os pequenos são constrangidos e torturados.

Não quero ver, muito menos, a Cruz em prontos-socorros e hospitais, onde pessoas pobres morrem sem atendimento.

É preciso retirar a Cruz das repartições públicas, porque Cristo não abençoa a sórdida política brasileira, causa das desgraças, das misérias e sofrimentos dos pequenos, dos pobres e dos menos favorecidos “.

Frade Demetrius dos Santos Silva.
* São Paulo/SP

Massacre em Suzano: família de uma das vítimas é de Tremedal e Maetinga; estudante segue em coma induzido

                           Foto: Reprodução | Facebook

Uma das vítimas do Massacre de Suzano tem raízes no Sudoeste Baiano. A mãe é natural de Maetinga e o pai de Tremedal. Anderson Carrilho de Brito, 15 anos, é filho de Solange Carrilho e Rogério Ferraz. Via WhatsApp com o BLOG DO ANDERSON, Bener Carrilho, tio de Anderson, informou que o adolescente segue em coma induzido no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo.

O prefeito de Tremedal, Márcio Ferraz de Oliveira, assim como milhões de brasileiros, está chocado e desejou melhoras para o jovem Anderson Carrilho.

A tragédia que chocou o mundo nesta quarta-feira (13) e transformou a Escola Estadual Professor Raul Brasil, em Suzano, a 57 quilômetros de São Paulo, em um cenário de guerra é um quebra-cabeça em fase de montagem. O tiroteio promovido por dois jovens provocou dez mortes e deixou 11 feridos. A Polícia Civil busca compreender o crime e já sabe que houve um plano meticulosamente organizado.

Reconhecimento do Ceratocone, como deficiência visual, inclusão texto do Decreto 3298/1999

Reconhecer o portador de ceratocone como deficiente visual, possibilitando campanhas de inclusão e informação, garantindo participação em certames públicos na qualidade de PCD. Tratamento e acompanhamento clínico pelo Estado, garantido o direito desses cidadãos.

Mais detalhes
Estima-se que um em cada 20.000 brasileiros possuam a doença, não há qualquer política pública voltada para esses cidadãos. A doença reduz muito a qualidade de vida, os tratamentos são caros e não são totalmente eficazes, é necessário que essa categoria de pessoas passe a ser reconhecida em suas dificuldades, possibilitando garantias e direitos fundamentais a estes.