ATIVIDADE TURÍSTICA CRESCE EM 17 MUNICÍPIOS BAIANOS

A atividade turística cresceu em 17 municípios baianos. A informação é do Ministério do Turismo (MTur), que divulgou a nova categorização das cidades integrantes do Mapa do Turismo Brasileiro. A avaliação leva em conta as variáveis do desempenho econômico, como o número de empregos, de estabelecimentos formais no setor de hospedagem e também os fluxos turísticos, doméstico e internacional.

Os avanços no desenvolvimento da economia do turismo foram constatados em Lauro de Freitas (RMS), Santa Cruz Cabrália e Teixeira de Freitas (extremo sul), que alcançaram a categoria ‘B’. Os municípios de Adustina (nordeste), Aratuípe (RMS), Ibicoara (centro sul), Ibotirama (Vale do São Francisco), Mucugê, Palmeiras (Chapada Diamantina) e Uruçuca (sul) foram elevados à categoria ‘C’. Esplanada (nordeste), Formosa do Rio Preto (extremo oeste), Gentio do Ouro, Pindobaçu, (centro norte), Itanhém (sul), Planaltino (centro sul) e Sento Sé (vale do São Francisco) pertencem agora à classe D’.

Os municípios foram classificados de acordo com o desempenho registrado em pesquisas dos ministérios do Turismo e do Trabalho. Estão reunidos em uma mesma categoria cidades que possuem características semelhantes, para fins de atendimento nas áreas de infraestrutura, qualificação de serviços, entre outros.

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail

Um comentário sobre “ATIVIDADE TURÍSTICA CRESCE EM 17 MUNICÍPIOS BAIANOS

  1. Condeúba também poderá entrar nesta rota de cidades turísticas. Temos as águas do Morro da Feirinha, alguns casarões antigos, a Igreja Matriz, o Paço Municipal e sua frase histórica da Coluna Prestes, além da culinária, cerâmica, ternos de Reis e outras modalidades folclóricas. Faltam recursos, planejamento e muito trabalho na Secretaria Municipal da Cultura, Desporto, Lazer e Turismo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *