AO RESPLANDECER

Por Antônio Santana

Ao resplandecer do amanhecer
Sinto muita falta de você
Choro lágrimas de saudades
Clamando pela sua liberdade.

Fico sempre a lhe esperar
Como o rio que cruza o mar
Como o dia que se despede da noite
Como o sol que namora a lua
Ou como o céu que abriga as estrelas.

Convidando-a para apreciar a chegada
De um novo dia a se aproximar de você
Esperando o nosso Beijo acontecer
Para um dia me casar com você.

Ao resplandecer do amanhecer
Alegrias e sorrisos esperam por você
Quem sabe o amor poderá acontecer
No dia de reencontrar com você.

Quem sabe as nossas bocas se cruzam
Os nossos lábios se tocam
Os nossos corpos se abraçam
E o nosso amor relaxa.

Antônio Santana,
Poeta.
Condeuba, BA.

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail

Um comentário sobre “AO RESPLANDECER

  1. Muito bem Santana. Aristóteles dizia que “O homem é uma animal político”, René Descartes dizia que “O homem é uma animal racional”; eu digo que “Santana é um animal poético”. Vai produzindo… vai produzindo…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *