A ESCRAVIDÃO SOCIAL

Por Antônio Santana

 Antonio da Cruz Santana

A escravidão acabou,
Mas a dor não passou.
Sou escravo sem patrão,
Ganhando um salário de fome e sem razão.

O governo fala em educação,
E o povao continua sem informação.
Fala também da velha inflação,
E o fome zero continua no papelão.

O povo vota no pobre
Para o Brasil melhorar,
Dizendo que o rico só faz roubar!
Agora a população não sabe para quem apelar.

O presidente diz que o Brasil vai crescer,
E o povo brasileiro não pára de sofrer.
A violência toma conta das cidades,
E nem mesmo a religiosidade se livra da ociosidade.

Antônio Santana,
Professor, escritor e poeta.
Condeuba – Bahia.

 

f;;;

 

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *