Arquivos diários: 18 de novembro de 2018

Condeúba/Distrito do Alegre: Feirantes receberam barracas do programa Economia Solidária

Por Oclides da Silveira

Vereador José Reis com os feirantes que estão felizes pela organização da feira

O vereador José Reis PCdoB do Distrito do Alegre, esteve em Salvador e levou fotos de como funcionava a feira aos sábados no Distrito do Alegre, totalmente desestruturada e desorganizada, aí Zé Reis reivindicou umas barracas para a feira do Distrito, aos deputados Fabrício Falcão estadual e Daniel de Almeida federal ambos do PCdoB, os quais foram apoiados aqui pelo vereador Zé Reis.

Os deputados abraçaram a causa e logo viabilizaram 20 barracas para uso dos feirantes daquele Distrito. Que no sábado dia 17 de novembro de 2018, a feira já apareceu de cara nova. Ficou toda organizado com as novas barracas. Esse projeto da Economia Solidária é um incentivos dado pelo Governo Estadual, que firma esses convênios com os agricultores e comerciantes através do Centro da Economia Solidária – (CESOL).

 “Hoje os feirantes do Distrito do Alegre foram beneficiados com essas vinte barracas, por conta do meu trabalho juntamente com os deputados Fabrício e Daniel, que de pronto me atenderam, pois, tinha feirantes que comercializava seus produtos jogados no chão, agora todos receberam com muita alegria esse incentivo”, disse o vereador José Reis. Continue lendo Condeúba/Distrito do Alegre: Feirantes receberam barracas do programa Economia Solidária

Condeúba/Dist. Feirinha: Morreu o Sr. Juventino Pereira dos Santos aos 72 anos de idade

Por Oclides da Silveira

Sr. Juventino Pereira dos Santos aos 72 anos de idade

A PAX Eterna Funerária comunica com pesar, o falecimento ocorrido hoje pela manhã dia 18 de novembro de 2018 às 9h30min., do Sr. Juventino Pereira dos Santos aos 72 anos de idade. O corpo está sendo velado na sua residencia na Fazenda Morro, próximo a chácara de “Cido de Bino”. O sepultamento está marcado para amanhã cedo dia 19/11 às 09:00 horas no Cemitério Municipal do Grama.

Nós do Jornal Folha de Condeúba, deixamos nossos sentimentos à família enlutada por essa perda irreparável deste ente tão querido. Que o bom Deus o tenha ao seu lado para a eternidade. Descanse em paz amigo “Juventino”!!!

Condeúba: As guerreiras negras da divisa da Bahia com Minas

HOMENAGEM A SEMANA DA CONSCIÊNCIA NEGRA

* Por Levon Nascimento

Casinha  de pau a pique de Feliciana e José Martins,
Mandassaia do Alegre ainda estava de pé em foto 2007

Feliciana era uma mulher negra que viveu no Areial, região próxima do Morro da Feirinha, na zona rural de Condeúba, Bahia, divisa com o norte de Minas Gerais.

Ela fazia peneiras de taquaras retiradas de coqueiros e outras palmeiras, junto com as filhas Joaquina, Rita, Euflosina e Francisca. Era a única riqueza de seu trabalho que conseguiam comercializar. Artesãs de mão cheia! As taquaras eram amarradas com cordão de algodão lubrificado com cera de abelha. Começo, meio e fim do processo produtivo todo dominado por elas.

                         peneira de pindoba taquara Fabricação de peneiras de taquaras

A terra onde Feliciana morava ficava sob um pedregulho aos pés do morro. Era assim desde seus pais e avós. Herança dos tempos do cativeiro. Quem sabe, um resquício de quilombo? Talvez, um dos poucos pedaços de chão que sobrou para ela e outros negros da região. Os terrenos bons eram propriedades de brancos.

Mesmo com o rio banhando os fundos da casa, a infertilidade do solo exaustivamente usado por anos não deixava que nenhuma cultura rendesse. No máximo uns pés de mandioca, umas covas de milho e mangueiras que matavam a fome da meninada. E os pés de algodão, para fazer os cordões das peneiras.

Feliciana foi casada com José Martins do Nascimento. Conta-se como lenda que ele foi mais de quarenta vezes a pé a São Paulo para trabalhar. Ganhava muito pouco. Quando chegava, era o suficiente para pagar as dívidas de sobrevivência da família. Já nas últimas expedições à capital paulista, levava consigo alguns dos filhos homens. Retirantes… Viúvas de marido vivo. Continue lendo Condeúba: As guerreiras negras da divisa da Bahia com Minas

Médicos formados no exterior tentam validar diploma no Brasil

A vontade de exercer a medicina no Brasil, depois de passar pela faculdade no exterior, movimenta mais de 900 médicos na segunda etapa do Exame Nacional de Revalidação de Diplomas Médicos Expedidos por Instituições de Educação Superior Estrangeira (Revalida) neste fim de semana.

A exigência é feita tanto para médicos brasileiros que estudaram medicina no exterior quanto para os estrangeiros que querem trabalhar no Brasil. Entre os candidatos que aguardavam o início das provas em Brasília, estava o cubano Pierre Oliveira*.

Ele contou que abandonou o Mais Médicos há dois anos, por considerar injustas as condições do programa. Casado há 4 anos com uma brasileira e com dois filhos, Oliveira trabalhou em uma cidade do interior do Mato Grosso pelo programa. Ele contou que desde que deixou o Mais Médicos tem se dedicado a estudar para o Revalida.

O professor cubano Juan Martin* aguardava a filha na saída do local de provas. A filha, de 26 anos, estudou medicina em Cuba. Ele considera uma forma de discriminação exigir revalidação do diploma de cubanos para participar do Mais Médicos. “Cuba tem muito bons profissionais. Se não for exigida a validação do diploma dos médicos de todas as nacionalidades, é uma gravíssima discriminação com os cubanos”. Continue lendo Médicos formados no exterior tentam validar diploma no Brasil

Pagamento da segunda parcela do 13º pelo INSS começa no dia 26

Aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) vão receber a segunda parcela do 13º salário a partir do próximo dia 26. A primeira foi paga com antecipação, entre o dia 27 de agosto e 10 de setembro.

O depósito do abono de Natal, de acordo com informações da Folha de S. Paulo, segue o calendário de pagamento dos benefícios e vai até o dia 7 de dezembro.

Tem direito ao 13º quem, durante o ano, recebeu benefício previdenciário de aposentadoria, pensão por morte, auxílio-doença, auxílio-acidente, auxílio-reclusão ou salário-maternidade. Aqueles que recebem benefícios assistenciais, como Benefício de Prestação Continuada e Renda Mensal Vitalícia, não têm direito ao abono anual.

Na primeira parcela, quem já era aposentado ou pensionista em janeiro deste ano recebeu exatamente metade do valor de seu benefício. Portanto, o valor final do pagamento feito a partir deste mês será o benefício menos o Imposto de Renda, se houver, e o que já foi pago pelo INSS na primeira parcela.