Arquivos diários: 30 de outubro de 2018

Paróquia de Santo Antônio: O Terço dos Homens foi rezar hoje na Capela de São João

Por Oclides da Silveira

Cantando o Hino do Terço dos Homens levanta com a mão direita o Rosário

O Movimento Paroquiano do Terço dos Homens com sua celebração itinerante, nesta terça-feira dia 30 de outubro de 2018, fomos celebra na Capela de São João na sede, antecipamos a Santa Missa e fizemos a oração do Terço.

A direção do Terço nesta noite ficou a cargo dos irmãos Pedrinho e Toninho, os quais fizeram com muita sabedoria. A Celebração da Santa Missa ficou por conta do nosso sempre presente Padre José Silva que começou agradecendo a Deus pela chuva que vem caindo. Ao final o Padre José agradeceu a todos pela presença e fez um agradecimento especial aos Homens do Terço, “parabenizando-os pela organização e pelo destaque que vem tendo junto as Comunidades. Padre José fez ainda um convite para as mulheres da Legião de Maria adotar o Terço das Mulheres, buscar ampliar essa pratica de rezar o Terço assim como os homens”, ponderou o Padre. Continue lendo Paróquia de Santo Antônio: O Terço dos Homens foi rezar hoje na Capela de São João

Condeúba: Caiu um verdadeiro dilúvio, disse dona Isabel com 96 anos incompletos

Por Oclides da Silveira

Sra. Isabel Pereira da Silveira, que vai completar 96 anos disse que foi um dilúvio que caiu, nunca vi outro igual

Nesta noite de segunda-feira dia 29 de outubro caiu um verdadeiro toró de chuva, no município de Condeúba principalmente na zona rural comentam que possivelmente tenha chovido por volta de 130 mm. a Sra. Isabel Pereira da Silveira que está prestes a completar 96 anos disse: “Nasci e me criei aqui no Olho D’água e nunca eu vi uma chuva tão forte como essa, foi um verdadeiro dilúvio, minha casa fica na parte alta e acordei a noite com o barulho da enxurrada debaixo da minha cama, fiquei alegre pela chuva, mas preocupada com aqueles que moram nas partes mais baixas que teve suas casas inundadas e tomara muito prejuízos”, completou dona Isabel.

Estivemos em visita a algumas regiões, pois está sem condições de ir em todos os locais que a água fez muitos estragos de ordem animais e materiais. A região do Olho D’água acabou as estradas, precisam ser reconstruídas, as casas foram todas inundadas pelas enxurradas sem exceção. Muitas árvores derrubadas e casas destelhadas pelos forte ventos, muitos trovões e relâmpagos tudo isso acompanhado água sem piedade. Ao mesmo tempo que encheu os pequenos tanques e açudes, acabou quebrando algumas barragens de porte médio como a barragem do Baixão que foi construída há 11 anos, a do Riacho Seco de Gerosino essa construída há 3 anos.

Estragos animais foram de grande monta, pois em quase todas as casas morreram galinhas, porcos, gados e cavalos, as fortes enxurradas carregaram carros, motos, eletro-domésticos, derrubou casas e os muros do Cemitério do Baixão, além de ter invadido todas as casas residenciais e comerciais. A Prefeitura enviou maquinário para ir desobstruindo as estradas, porém terá que construir outros setores que estão sem nenhuma condição de transitar. Continue lendo Condeúba: Caiu um verdadeiro dilúvio, disse dona Isabel com 96 anos incompletos

Condeúba: Caiu uma verdadeira tromba d’água ontem a noite, quebrando barragem e sangrando as outras

Por Oclides da Silveira

Barragem do Riacho Seco de Gerosino começando a vazar água por cima da banca

 Ontem no início da noite dia 29 de outubro de 2018, caiu uma verdadeira tromba d’água, na sede foi 70 milimetros, mas temos notícia que em determinados locais da zona rural choveu mais. Foi chuva como não tinha visto por aqui nos últimos 10 anos, afirmou um popular. A barragem do Baixão vizinha a casa da vereadora Nena, não suportou o volume de água e acabou quebrando toda a banca, causando grandes estragos rio abaixo, invadiu as casas, derrubou os muros do Cemitério e causou grandes prejuízos materiais, chegando na barragem da Canabrava, a água passou por cima da banca. Com a Barragem do Tamboril que sangrou, assim como na barragem do Riacho Seco de Gerosino que está passando por cima causando estrago na banca e consequentemente a barragem da Cerquinha também já está sangrando. A próxima a receber esse volume de água, será o Açude do Champrão, o que ocorrerá dentro de algumas horas, pois o Rio do Morro está descendo um grande volume de água.

A consequência de tudo isso foram prejuízos materiais, pois, a água foi levando tudo que achava pela frente, como gados, cavalos, porcos galinhas, muros de casas, árvores, bombas instaladas nas regiões por onde passou a correnteza, causo muitos estragos. Todas as localidades estão sem comunicação, devido a falta de energia e a queda consequentemente da internet, mesmo porque, nessas regiões são poucos os locais que chega o sinal para telefones.

Foto do Rio do Morro no Distrito da Feirinha
Esse pluviômetro é da cidade de Mortugaba a chuva que caiu lá foi 120 milímetros
Cemitério do Baixão de Nena, água levou todos os muros