Arquivos diários: 4 de agosto de 2018

Eleições 2018: PT oficializa Lula como candidato: “atitude mais desafiadora que tivemos”

A convenção nacional do PT, em São Paulo, oficializou a candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva a Presidência da República, neste sábado (4). O ex-presidente foi confirmado por aclamação dos cerca de 600 delegados que participam do evento.

“Este talvez seja o ato mais forte de desobediência civil do povo brasileiro: resistir com o Lula”, afirmou o senador Lindbergh Farias (PT-RJ). “Eles [juízes e promotores] acharam que prendendo Lula, iam acabar com ele e com o PT… Mas Lula continua crescendo”, argumentou, dizendo que a luta política “vai até o fim”.

O deputado federal Paulo Pimenta (PT-RS) contou como está a disposição do candidato a presidente para a corrida eleitoral deste ano. “Quando eu fui lá [na prisão, em Curitiba] visitá-lo, encontrei ele de manhã cedo com roupa de academia e suada. Ele me disse que levantou cedo pra fazer ginástica porque ‘eu tô me preparando para voltar’.”

Antes da oficialização, uma carta de Lula foi lida. “A juíza Carolina Lebbos decidiu que não posso dar entrevistas ou gravar vídeos. Parece que não bastou me prender, quer me calar. Aqueles que não querem que eu fale, o que vocês temem que eu diga? O que está acontecendo com o povo? Não querem que eu discuta soluções para esse país? É para isso que vocês, poderosos sem votos e sem ideias, derrubaram uma presidente eleita e humilharam o pais internacionalmente e me condenaram sem provas? Tudo isso com medo de eu dar entrevistas?”, escreveu Lula.

“Estou nesta cela, mas são os que me condenaram que estão presos à mentira que armaram. Sou candidato porque não cometi nenhum crime. Desafio a mostrarem provas do que fiz para estar nessa cela. Se querem me derrotar, façam de forma limpa, nas urnas, discutam propostas para o país e tenham responsabilidade”, disse a mensagem.

No texto, Lula encerra dizendo que o Brasil precisa “restaurar sua democracia, precisa se reencontrar consigo mesmo e ser feliz de novo” e diz que mantém a fé no povo. “A fé dos brasileiros contra o complexo de vira-latas é a solução para a crise que vivemos”.

Em tese, a condenação em segunda instância na Operação Lava Jato deixa o ex-presidente inelegível pelos critérios da Lei da Ficha Limpa. Mesmo assim, o PT diz que vai registrá-lo. A legalidade da candidatura depende de uma análise da Justiça Eleitoral.

Lula lidera as principais pesquisas de intenções de voto para a corrida presidencial. Nos cenários sem ele, quem aparece à frente é o deputado federal Jair Bolsonaro (PSL-RJ).

Condeúba: Colégio Jovino Coutinho realizou, “Escola e Família de mãos dadas com a Saúde”

Por Oclides da Silveira

Nesta tarde de sábado dia 4 de agosto de 2018, foi realizado na Escola Municipal Jovino Coutinho na Comunidade do Riacho Seco de Gerosino, a “I Feira de Saúde, Escola e Família de mãos dadas com a Saúde”. “Essa parceria entre escola e saúde, já vem acontecendo entre outras escolas do município, muito embora desta feita, o convite partiu da escola para a Secretaria de Saúde, o que foi acatado de imediato”, afirmou a diretora da escola Valdecarme Maria de Brito.

A abertura do evento teve início às 13:00 horas com a palavra da diretora Valdecarmem de Brito que agradeceu a presença e deu boas vindas a todos, em seguida houve as palestras  de Ana Marta que falou de Educação Física e a Enfermeira Bartira que falou sobre doenças transmissíveis. esta 1ª etapa aconteceu com itens elencados acima e dentro da própria escola, onde compareceram muitos pais, alunos e outras pessoas da comunidade, depois foram para a quadra do colégio, onde estava montado os stands com todos os procedimentos da Saúde.

Estiveram participando do evento pela Saúde a Coordenadora da Atenção Básica Cristiana Neves Novaes e demais auxiliares além de Ana Carolina Porto que Coordenadora da Saúde Bucal. Vieram prestigiar o evento a Vice-Prefeita Mara Rúbia, o Secretário Municipal de Educação Weder Spínola, O Chefe de Gabinete do Prefeito Paulo Henrique Cordeiro e o vereador Reginaldo Nascimento.  Continue lendo Condeúba: Colégio Jovino Coutinho realizou, “Escola e Família de mãos dadas com a Saúde”

O TRABALHO PORTA EM PORTA DO AGENTE DE SAÚDE

Por Thiago Braga

                                                      Thiago Braga

O agente de saúde é aquela pessoa que chama no portão, fazendo o cachorro latir, procurando alguém para “a visita de sempre”, já esperada por “Seu Zé, “Dona” Maria ou “Nhô” João. Mede pressão arterial, entrega cartão individual (crianças e adultos) para agendamento de consulta, além de tirar dúvidas do tipo: vagas, dias e horários para atendimento comum. Por isso, exerce atividade importante na área da saúde, pois é responsável pelo pré – cadastro dos pacientes. Nas campanhas de prevenção contra doenças é o primeiro a espalhar a notícia pela cidade, sem esquecer da zona rural.

O agente de saúde faz um “trabalho de formiguinha”, indo de casa em casa, oferecer serviço bem feito. Usa boné, crachá de identificação, bolsa, pastas de papel, prancheta e caneta. A boa conversa, seguida de um aperto de mão, favorece o clima de amizade. Se tornou figura muito querida entre os moradores dos bairros, pois desenvolve tarefas diárias junto à sociedade local. Esse profissional é ligado à Unidade Básica de Saúde (UBS).

Nada melhor que um agente especial para conhecer de perto o dia a dia da comunidade, facilitando o acesso da população ao SUS – Sistema Único de Saúde. Orienta as mamães sobre o teste do pezinho, aleitamento materno, banho pós – parto e preparo do soro caseiro recomendado para bebês de 0 à 2 anos. Insiste no assunto Banco de Leite (doação). Leva informações aos idosos sobre exames de rotina, teste de diabetes, – taxa de açúcar no sangue – e uso de remédios genéricos ou não, adquiridos na farmácia do posto. Isso, é claro, com prescrição médica. O agente de saúde ajuda sempre na hora certa.

Padre Osvaldino agradecendo as pessoas que se manifestaram solidariedade com a morte de sua mãe Sra. Davina

Padre Osvaldino Alves Barbosa agradecendo as milhares de manifestações em solidariedade ao falecimento da sua mãe Sra. Davina Alves Barbosa 

Aos parentes e amigos, de perto e de longe, as caravanas de Brumado, Caetité, Macaúbas e Guanambi, aos que vieram ou que enviaram mensagens, aos que não puderam vir e nem enviar mensagens, mas oraram pelo descanso eterno de minha querida e saudosa mãe, dona Davina, e pelo conforto de minha família, venho, de coração, manifestar os sinceros agradecimentos e dizer que a presença e manifestação de todos tornaram possível viver essa experiência com mais leveza, fé e esperança.
Foi bonito ver como minha mãe, à medida que o tempo passava se tornava vazia de si e serena. Acolhida tão afetuosamente as pessoas. Ficava encantada com as flores do seu quintal. Acho que ela estava pronta pra voltar ao colo de onde veio.
Muito obrigado a todos. Deus os recompense pelos gestos de solidariedade.
Grande abraço

Hoje dia 4 de agosto celebra-se o dia dos sacerdotes

Por Oclides da Silveira

São João Maria Vianney
São João Maria Vianney, padroeiro dos sacerdotes

São João Maria Vianney, foi exemplo de santidade na construção do caminho  da  salvação
Com admiração, alegramo-nos com a santidade de vida do patrono de todos os vigários, conhecido por Cura D’Ars. São João Maria Vianney nasceu em Dardilly, no ano de 1786, e enfrentou o difícil período em que a França foi abalada pela Revolução Napoleônica.

Camponês de mente rude, proveniente de uma família simples e bem religiosa, percebia desde de cedo sua vocação ao sacerdócio, mas antes de sua consagração, chegou a ser um desertor do exército, pois não conseguia “acertar” o passo com o seu batalhão.

Ele era um cristão íntimo de Jesus Cristo, servo de Maria e de grande vida penitencial, tanto assim que, somente graças à vida de piedade é que conseguiu chegar ao sacerdócio, porque não acompanhava intelectualmente as exigências do estudo do Latim, Filosofia e Teologia da época (curiosamente começou a ler e escrever somente com 18 anos de idade).

João Maria Vianney, ajudado por um antigo e amigo vigário, conseguiu tornar-se sacerdote e aceitou ser pároco na pequena aldeia “pagã”, chamada Ars, onde o povo era dado aos cabarés, vícios, bebedeiras, bailes, trabalhos aos domingos e blasfêmias; tanto assim que suspirou o Santo: “Neste meio, tenho medo até de me perder”. Dentro da lógica da natureza vem o medo; mas da Graça, a coragem. Com o Rosário nas mãos, joelhos dobrados diante do Santíssimo, testemunho de vida, sede pela salvação de todos e enorme disponibilidade para catequizar, o santo não só atende ao povo local como também ao de fora no Sacramento da Reconciliação.

Dessa forma, consumiu-se durante 40 anos por causa dos demais (chegando a permanecer 18 horas dentro de um Confessionário alimentando-se de batata e pão). Portanto, São João Maria Vianney, que viveu até aos 73 anos, tornou-se para o povo não somente exemplo de progresso e construção de uma ferrovia – que servia para a visita dos peregrinos – mas principalmente, e antes de tudo, exemplo de santidade, de dedicação e perseverança na construção do caminho da salvação e progresso do Reino de Deus para uma multidão, pois, como padre teve tudo de homem e ao mesmo tempo tudo de Deus.

São João Maria Vianney, rogai por nós!

HOMENAGEM

Padre José Silva recebendo a Posse do Bispo Dom José Roberto de Carvalho

Aproveitamos nesta data 4 de agosto que é celebrada o dia dos sacerdotes. Aqui faremos uma singela e humilde homenagem a nosso muito querido Vigário paroquiano José Silva Figueiredo, ele que é o 15º  Padre a assumir a Paróquia de Santo Antônio, a qual foi fundada em 1785, por tanto há 233 anos, ainda como Capela e passou a ser Paróquia a partir de 19 de Maio de 1851, já está com 167 anos a Paróquia de Santo Antônio de Condepuba.

Neste período se passaram 14 padres pela Paróquia de Santo Antonio em Condeúba, os quais foram: Belarmino, João Gualberto, Waldemar, Aquino, Homero, Itamar, Ademar, Paulo Âmbar, Odilon, Ticiano, Vicente, Giuliano, Osvaldino, Noé e agora José Silva Figueiredo.

O Padre José Silva assumiu a Paróquia de Santo Antônio no dia 10 de maio de 2017, naquela oportunidade ele tinha 45 anos de idade. A posse do nosso Pároco, foi feita pelo Senhor Bispo muito querido da nossa Diocese de Caetité, Dom José Roberto de Carvalho que esteve acompanhado naquela oportunidade pelo Monsenhor Alex de Guanambi, além dos Padres Isaías de Riacho de Santana, Manoel da cidade de Cordeiros, Antônio do município de Piripá e Mario que é da cidade de Tremedal.

O Padre José Silva vem desenvolvendo um excelente trabalho, tanto na parte pastoral como na administrativa diante da nossa Paróquia de Santo Antônio. Pontualíssimo com seus compromissos, firme nas suas decisões e são muito ricos de conhecimentos e informações os seus comentários. Parabenizamos nosso Pároco pelo seu trabalho e pela passagem do seu dia, que nosso bom Deus continue dando lhe muita luz e sabedoria para conduzir o seu rebanho.

Por tanto fica aqui nossa homenagem ao Padre José Silva pela passagem que é celebrada ao dia dos sacerdotes. Se nos permita o Padre José Silva queremos externar ainda essa homenagem a todos os Padres que se passaram por Condeúba e também àqueles que vem frequentemente celebrar conosco.