Arquivos diários: 28 de junho de 2018

Piripá: Venham participar do 2° Arraiá da Barragem, não percam!!!

A programação junina de Piripá continua nesta quinta-feira (28). A animação será na Fazenda Barragem, a partir das 19h, onde será realizado o tradicional Arraiá da Barragem. As apresentações ficarão por conta da quadrilha junina local e das bandas Forró Muluke Brother, Wagner Santana e TR Santos. Comidas e bebidas típicas também estarão presentes na noite de hoje. Não percam!

Candiba: Prefeitura abre concurso com 89 vagas

A prefeitura de Candiba, a 166 km de Brumado, publicou o edital do concurso público para preenchimento de 89 vagas mais cadastro de reserva em cargos da administração municipal. Os salários variam entre R$ 937,00 a R$ 5 mil. As inscrições serão abertas no próximo sábado, 30 de junho, e se encerrarão no dia 23 de julho, no site da organizadora.

A Concepção Concursos é a banca responsável pelo certame, a mesma empresa organiza o concurso da prefeitura de Pindaí. A taxa de inscrição é de R$ 50 para nível fundamental, R$ 75 para nível médio e R$ 100 para nível superior.

A isenção de inscrições poderá ser solicitada através de preenchimento de formulário na página da organizadora, entre os dias 4 e 5 de julho. A data das provas será divulgada após o dia 6 de agosto.

Primeira alteração de nome de transexual é realizada em Guanambi

Foto: Agência Sertão

Após o Supremo Tribunal Federal (STF) julgar uma Ação Direta de Inconstitucionalidade reconhecendo aos transgêneros o direito à substituição de prenome e sexo diretamente no Registro Civil, o Cartório de Ofício de Registro Civil das Pessoas Naturais em Guanambi, realizou a primeira alteração de nome e sexo na cidade.

Na última quarta-feira (27), ficou pronta a nova certidão de Rebeka Martins de Oliveira, antes Rodrigo Martins de Oliveira. De acordo com a Agência Sertão, aos 27 anos, a transexual poderá agora alterar todos os seus documentos. Além da nova certidão de nascimento, foi emitida uma certidão de inteiro teor descrevendo a alteração.

Segundo Mayra Ramires, oficial do cartório, a alteração de nome e sexo no registro pode ser realizada independentemente da cirurgia de transgenitalização ou da realização de tratamentos hormonais ou patologizantes.

Embora a decisão do STF ainda não tenha sido regulamentada pelo Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA), a Associação dos Registradores Civis das Pessoas Naturais do Estado emitiu nota técnica orientando os cartórios de todo o estado sobre as instruções padronizadas para realização do procedimento.