Arquivos diários: 10 de junho de 2018

TRIBUTO A CONDEÚBA

Por Thiago Braga Condeúba é um dos municípios mais antigos do semi árido baiano, tendo sido arraial no século XX, depois ganhou “ares de cidade” pelo crescimento ativo baseado na agricultura familiar.

Desde cedo, buscou destravar o progresso no dedico às atividades da lavoura e criação de animais. No comércio, se acha de tudo, do fardo de toucinho à rapadura. “A fazedeira de biscoito”, coloca seu produto à venda, em barracas armadas ou na porta de casa, além da tapioca servida em guardanapo.

Nos dias de hoje, Condeúba ainda guarda aquele “jeito manso”, típico do interior, onde todos se conhecem por nome ou apelido, sabendo rapidamente das notícias passadas de “boca em boca”. Suas casas parecem emendadas umas nas outras, formando ruas estreitas e vazias de gente, numa “cidade rural” embelezada pelo velho carro de boi.

A Praça Santo Antônio, na chegada, exibe uma linda igreja construída a base de tijolinho de barro, guardando os traços da arte sacra vista em cores, formas e brilho. A Ladeira da Gruta, no alto da Avenida Brasília, expõe a poesia de um lugar bem conservado. O antigo paço municipal, ainda ostesta toda sua pompa, mantendo viva a memória de um povo.

O silêncio das tardes é cortado pela vozearia do menino do picolé, em seu carrinho de sorvetes, ou a passada de um carro com aquela “batinória” nas pedras do calçamento. Movimento só na parada de ônibus, com destino à Vitória da Conquista, ou nos dias de feira livre.

A cultura popular sempre marcou Condeúba “que não parou no tempo”, mas segue os costumes e tradições do passado.

Lula tem 30%, Bolsonaro, 17%, Marina, 10%, aponta pesquisa Datafolha para 2018

Do G1 – Uma pesquisa do Instituto Datafolha foi divulgada neste domingo (10) pelo jornal “Folha de S.Paulo” com índices de intenção de voto para a eleição presidencial de 2018. Foram feitas 2.824 entrevistas entre 6 e 7 de junho, em 174 municípios. A margem de erro é de 2 pontos percentuais para mais ou para menos.

Veja os resultados dos 4 cenários pesquisados no 1º turno:

Cenário 1 (Se Lula for candidato)

Lula (PT): 30%
Jair Bolsonaro (PSL): 17%
Marina Silva (Rede): 10%
Geraldo Alckmin (PSDB): 6%
Ciro Gomes (PDT): 6%
Alvaro Dias (Podemos): 4%
Manuela D’Ávila (PC do B): oscila entre 1% e 2%
Rodrigo Maia (DEM): oscila entre 1% e 2%
Aldo Rebelo (SDD): oscila entre 0% e 1%
Fernando Collor de Mello (PTC): oscila entre 0% e 1%
Flávio Rocha (PRB): oscila entre 0% e 1%
Guilherme Afif Domingos (PSD): oscila entre 0% e 1%
Guilherme Boulos (PSOL): oscila entre 0% e 1%
Henrique Meirelles (MDB): oscila entre 0% e 1%
João Amoêdo (Novo): oscila entre 0% e 1%
João Goulart Filho (PPL): oscila entre 0% e 1%
Josué Alencar (PR): oscila entre 0% e 1%
Levy Fidelix (PRTB): oscila entre 0% e 1%
Paulo Rabello de Castro (PSC): não alcança 1% em nenhum cenário
Sem candidato: 21%

Cenário 2 (Se o PT lançar Fernando Haddad no lugar de Lula)

Jair Bolsonaro (PSL): 19%
Marina Silva (Rede): 15%
Ciro Gomes (PDT): 10%
Geraldo Alckmin (PSDB): 7%
Alvaro Dias (Podemos): 4%
Fernando Haddad (PT): 1%
Sem candidato: 33%

Cenário 3 (Se o PT lançar Jaques Wagner no lugar de Lula)

Jair Bolsonaro (PSL): 19%
Marina Silva (Rede): 14%
Ciro Gomes (PDT): 10%
Geraldo Alckmin (PSDB): 7%
Alvaro Dias (Podemos): 4%
Jaques Wagner (PT): 1%
Sem candidato: 33%

Cenário 4 (Se o PT ficar fora da eleição)

Jair Bolsonaro (PSL): 19%
Marina Silva (Rede): 15%
Ciro Gomes (PDT): 11%
Geraldo Alckmin (PSDB): 7%
Alvaro Dias (Podemos): 4%
Sem candidato: 34%

Cenários pesquisados para o 2º turno

Cenário 1 (se Lula for candidato e chegar ao 2º turno)

Lula (PT): 49%
Jair Bolsonaro (PSL): 32%
Branco/nulo: 17%
Não sabe: 1%

Cenário 2 (se Lula for candidato e chegar ao 2º turno)

Lula (PT): 49%
Alckmin (PSDB): 27%
Em branco/Nulo: 22%
Não sabe: 1%

Cenário 3 (se Lula for candidato e chegar ao 2º turno)

Lula (PT): 46%
Marina (Rede): 31%
Em branco/Nulo: 21%
Não sabe: 1%

Cenário 4 (se o PT lançar Fernando Haddad no lugar de Lula)

Alckmin (PSDB): 36%
Haddad (PT): 20%
Em branco/Nulo: 40%
Não sabe: 4%

Cenário 5 (se o PT lançar Fernando Haddad no lugar de Lula)

Bolsonaro (PSL): 36%
Haddad (PT): 27%
Em branco/Nulo: 34%
Não sabe: 3%

Cenário 6 (se o PT lançar Fernando Haddad no lugar de Lula)

Ciro (PDT): 38%
Haddad (PT): 19%
Em branco/Nulo: 38%
Não sabe: 4%

Cenário 7 (Sem Lula)

Ciro (PDT): 32%
Alckmin (PSDBB): 31%
Em branco/Nulo: 34%
Não sabe: 3%

Cenário 8 (Sem Lula)

Marina (Rede): 42%
Alckmin (PSDB): 27%
Em branco/Nulo: 29%
Não sabe: 2%

Cenário 9 (Sem Lula)

Alckmin (PSDB): 33%
Bolsonaro (PSL): 33%
Em branco/Nulo: 32%
Não sabe: 3%

Cenário 10 (sem Lula)

Marina (Rede): 42%
Bolsonaro (PSL): 32%
Em branco/Nulo: 24%
Não sabe: 2%

Cenário 11 (sem Lula)

Ciro (PDT): 36%
Bolsonaro (PSL): 34%
Em branco/Nulo: 28%
Não sabe: 3%

Cenário 12 (sem Lula)

Marina (Rede): 41%
Ciro (PDT): 29%
Em branco/Nulo: 28%
Não sabe: 2%

Influência

30% dizem que votariam em candidato indicado por Lula.
17% dizem que ‘talvez’ votariam em candidato indicado por Lula
51% dizem que rejeitariam em candidato indicado por Lula
65% dizem que rejeitariam candidato indicado por Fernando Henrique Cardoso
92% dizem que rejeitariam candidato indicado por Michel Temer

Sentido da Notícia

                                                                                Orlando Filho

Fazemos parte de um momento da sociedade em que as notícias tem sido preponderantes no curso de muitas pessoas e por que não dizer no desenvolvimento sócio-cultural-econômico das cidades também!

Lembro-me do anseio por receber um jornal impresso em casa, sabendo que ali conteria noticias novas, oportunidades de emprego, classificados, tudo aquilo que gostamos de ouvir, para nos sentirmos informados e bem sintonizados com a atualidade.

Com o advento das tecnologias e consequentemente das mídias e redes sociais, as notícias passaram a serem imediatas, rápidas e por suas vez em grande quantidade, fazendo-nos sermos “bombardeados” por inúmeros conteúdos que muitas das vezes não podemos afirmar a sua veracidade, aplicação e ganho por tantas informações para acumularmos.

Nos meios televisivos com âncoras nacionais as noticias aparentam terem mais primor, contudo elas tem nos feito a cada dia refletirmos mais sobre o poder que tem nos influenciado, e qual sentido tem trago realmente para a sociedade. È preciso sermos mais seletivos, questionadores e quantificadores do que temos deixado ser absorvido por nossa mente, e sobretudo, o impacto que isso tem trago pra todos. Digo isso não somente no propósito de separarmos a verdade da mentira, mas principalmente no objetivo de construirmos em nós o melhor que podemos ser e não aquilo que somos impostos por uma mídia a exercermos.

As Fakes News tem sido o ponto do momento, noticias falsas que precisam ser balizadas para depois compartilhadas. Muitos de nós temos tomados decisões erradas, deixado de crescermos como poderíamos, e estarmos multiplicando informações de ampliação nacional por deixarmos sermos construídos com “um sentido de notícia” que não diz quem somos, nem tampouco o que seremos, mas como esse “sentido da notícia” quer que sejamos.

Em tempos tão difíceis, de más pensamentos, más informações, noticias ruins é necessário que busquemos sermos preenchidos das boas noticias, para que nos dias adversos possamos combater os sentidos das más noticias e assim continuarmos a construção de uma vida plena e feliz, que é a motivação pela qual fomos forjados e assim acredito que todos desejam viver. Utilizemos da boa notícia de um profeta chamado Jeremias quando diz:” Porque eu bem sei os pensamentos que tenho a vosso respeito, diz o Senhor; pensamentos de paz, e não de mal, para vos dar o fim que esperais”, e tenhamos um “bom sentido nas notícias”.

Novo exame de sangue pode prever parto prematuro

Foto: Jupiterimages/Thinkstock

Um exame de sangue em estudo mostrou ser capaz de prever o parto prematuro em 80% das mulheres de alto risco. Os resultados preliminares, publicados na revista Science, sugerem que a análise da atividade genética na corrente sanguínea da grávida pode dar indícios da possibilidade de um problema no futuro.

De acordo com dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), anualmente 15 milhões de bebês nascem prematuros (antes de 37 semanas de gestação) em todo o mundo, sendo a principal causa de mortes entre crianças menores de cinco anos – cerca de um milhão de mortes por ano.

No Brasil, estima-se que haja cerca de 150 mil casos de parto prematuro todos os anos. Além de prever a possibilidade do nascimento prematuro, a equipe de pesquisadores da Universidade de Stanford, nos Estados Unidos, afirma que o teste também consegue indicar a data do parto com a mesma precisão do ultrassom, exame utilizado atualmente para determinar a tempo gestacional das mulheres.

CBF divulga foto oficial do time e da comissão técnica do Brasil

Foto: Lucas Figueiredo/CBF

A seleção brasileira já tem a foto oficial para a Copa do Mundo. Inclusive com a numeração que vão utilizar no Mundial da Rússia, os 23 jogadores aparecem acompanhados dos 10 integrantes da comissão técnica.

O registro foi feito após o treino desta sexta-feira, último dia da delegação em Londres após quase duas semanas de preparação na Inglaterra. O grupo deixa a concentração por volta das 12h (de Brasília) e logo em seguida parte para Viena, onde enfrentará a Áustria em amistoso neste domingo.