Arquivos diários: 11 de Maio de 2018

Morre cantor de brega José Ribeiro em Pindoretama

O cantor de brega José Ribeiro, de 84 anos, sofreu um ataque cardíaco fulminante e morreu na manhã desta quarta-feira, 9. José deu entrada no Hospital Municipal de Pindoretama, na Grande Fortaleza, por volta das 11h30min desta quarta, após desmaiar.

A equipe médica chegou a realizar procedimentos de reanimação, mas ele não resistiu e faleceu às 11h40min. A morte do artista foi confirmada pela unidade hospitalar. O cantor tinha mais de 40 anos de carreira. Entre suas músicas de sucesso estão o brega “A Beleza da Rosa”, gravado em 1972, “Na porta da cozinha” e “Bom dia, meu amor”.

Condeúba/Dist. Alegre: Conclusão do Curso oferecido pelo CETRE do Brasil

Por Oclides da SilveiraDeputado Fabrício Falcão entregando o diploma ao aluno Elizeu

Foi realizado ontem dia 10 de maio de 2018, no Distrito do Alegre a entrega de certificados do curso semestral na área administrativa que foi oferecido pelo Governo Federal através do CETRE do Brasil, no qual participaram apenas 20 jovens com baixa renda devidamente comprovada.

Participaram da cerimonia de entrega dos certificados o Deputado Estadual Fabrício Falcão do PCdoB, Kadine coordenadora do CETRE, Juliana que é representante do CETEB, Além dos vereadores Maurilio Guilherme do PT e José Reis do PCdoB.

Logo após a entrega dos certificados aos alunos, que terminou por volta do meio dia, o responsável pelo curso no Distrito do Alegre vereador José Reis, ofereceu a todos um almoço em sua residência.  Continue lendo Condeúba/Dist. Alegre: Conclusão do Curso oferecido pelo CETRE do Brasil

Condeúba no XIV Encontro da ABHO

Por Oclides da SilveiraNo dia 03 de maio, a professora Joandina Maria de Carvalho apresentou o trabalho Condeúba, uma importante cidade sertaneja na década de 1920 dentro do Simpósio Temático As cidades no Brasil Republicano: desafios do tempo presente. O simpósio fez parte da programação do XIV encontro nacional de história oral que aconteceu de 02 a 04 de maio de 2018 na UNICAMP- Campinas – SP.
Aqui um resumo do trabalho apresentado.

A vila de Santo Antônio da Barra, após a proclamação da República passou a se chamar Condeúba. Situada na região sudoeste da Bahia, a cidade figurou entre as principais do estado no período denominado como Primeira República. Essas constatações só foram possíveis devido a pesquisas desenvolvidas por pesquisadores que se debruçaram sobre fontes orais, escritas e iconográficas. Os depoimentos de idosos da comunidade revelaram a existência de uma outra cidade e de novos aspectos da sociedade local e regional.

A partir de 1930, Condeúba entrou em um processo de declínio e não houve por parte do poder público e da sociedade condeubense o devido cuidado com a memória e história da cidade. Apenas nos últimos dois anos, o poder público local e a sociedade estão se voltando para o cuidado com o Paço Municipal, um bonito prédio do século XIX, onde existem registros deixados pela Coluna Prestes em abril de 1926. Quando passaram por Condeúba, membros da Coluna se encantaram com a cidade e de uma maneira especial com o Paço.