Arquivos diários: 5 de Maio de 2018

MPE pede ao TSE a cassação de governador do Rio de Janeiro

Foto: Divulgação

O vice-procurador-geral eleitoral, Humberto de Medeiros, encaminhou nesta quinta-feira um parecer ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) rejeitando os argumentos da defesa do governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão (PMDB), apresentados para anular a cassação de seu mandato e do vice Francisco Dornelles (PP) por abuso de poder político e econômico.

Em fevereiro do ano passado, Pezão e Dornelles foram cassados pelo Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro (TRE-RJ). Mas, por recorrer ao TSE, Pezão ainda continua no cargo. De acordo com o jornal O Globo, a ação foi apresentada por Marcelo Freixo (PSOL) e trata de benefícios concedidos pelo governo para empresas que doaram à campanha do peemedebista em 2014.

Além disso, teriam sido omitidos gastos de mais de R$ 10 milhões durante a campanha eleitoral. No documento apresentado pela defesa, a campanha de Pezão elenca os motivos pelos quais o processo teria que ser anulado e afirma que não há provas para cassação do mandato.

Mas, de acordo com o Ministério Público, “as contribuições milionárias das empresas privadas, nos moldes como realizadas, logo após as concessões de benesses, às vésperas do pleito, deixa clara a estratégia articulada, por meio da criação de vínculos jurídicos travestidos de legalidade e ensejadores de dependência do poder político em relação ao poder econômico”.

Correios vão fechar 513 agências e demitir 5,3 mil trabalhadores

Os Correios decidiram fechar nos próximos meses 513 agências próprias e demitir os funcionários que trabalham nelas, o que deve atingir 5.300 pessoas. A medida foi aprovada em reunião da diretoria em fevereiro e é mantida em sigilo pela empresa. Quem participou dela teve de assinar um termo de confidencialidade, o que não é usual. Na lista há agências com alto faturamento. Em Minas, das 20 mais rentáveis, 14 deixarão de funcionar. Os clientes serão atendidos por agências franqueadas que funcionam nas proximidades das que serão fechadas.

Fim de linha. Em São Paulo, serão fechadas 167 agências – 90 na capital e 77 no interior. A decisão causa polêmica dentro dos Correios. O assunto foi tratado como extrapauta na reunião da diretoria sem o anexo da relação de agências. A desconfiança é de que a medida foi tomada para beneficiar os franqueados. Continue lendo Correios vão fechar 513 agências e demitir 5,3 mil trabalhadores

POLÍTICOS SAFADOS :: Por José Lima Santana

Por José Lima Santana

Conversa de pé de balcão. Um trago agora, outro mais tarde. A manhã ia-se findando, para ceder lugar à tarde. O relógio de cuco estava para anunciar meio-dia. Faltava um tiquinho. Um minuto? Na vagareza do ponteiro maior, talvez. Mas, na rapidez do ponteiro menorzinho, o dos segundos, um nada. Pronto. O cuco, preguiçosamente, saiu do seu ninho e abriu o bico doze vezes. Meio-dia. Tão certa era a hora marcada, que o jegue Miúdo relinchou, confirmando o meio-dia. Jegue pra lá de bom ao escancarar os beiços no bater da hora certeira. Um jegue-relógio daquele haveria de valer um dinheirão. Todavia, entretanto, e, contudo, “seu” Zezé barbeiro não o venderia por nada do mundo. Um jegue daquele era uma joia rara. Um diamante bruto. Precioso. Além de tudo, um enxertador de primeiríima.

Na bodega de Ednaldo, a conversa de pé de balcão continuava miudinha. Flávio de Tonho Zanôio e João Perneta de Chico Mão de Vaca tagarelavam sobre política. Cada qual tinha uma preferência. Flávio era partidário do prefeito. João era da banda de Cordulino Figueiredo, vulgo Bem Te Vi com Sono. As eleições eram as primeiras para governador do estado, desde que os militares deram o golpe de 1964. Ambos, porém, estavam desapontados. Não viam um sujeito de sangue no olho e cabelo nos buracos das ventas que merecesse o voto deles. Naquilo, eles estavam emparelhados.

Flávio de Tonho Zanôio pediu outra talagada de conhaque de alcatrão. Virou o copo. Cuspiu. O copo de cerveja de João Perneta de Chico Mão de Vaca ainda estava a meio, esquentando. Coisa mais horrorosa era cerveja quente. Quente só café, sopa e mulher, como dizia Zé Brinquinho de Sá Maria Rosa, fina doceira de mil e tantas guloseimas vendidas na feira semanal da cidade. Não havia segunda-feira que as guloseimas açucaradas não voassem até o meio da manhã. Continue lendo POLÍTICOS SAFADOS :: Por José Lima Santana

Política: Doleiros de Cabral darão ‘curso’ de lavagem de dinheiro a procuradores do MPF

Em liberdade desde a úlitma quinta-feira (3), como parte do acordo de colaboração premiada firmado com a força-tarefa da Lava Jato no Rio, os doleiros Vinicius Claret, o Juca Bala, e Claudio Barbosa, o Tony, terão que cumprir alguns requisitos antes de extinguir totalmente sua pena aplicada pela Justiça Federal. Durante seis anos, eles terão que ensinar algumas técnicas de lavagem de dinheiro aos procuradores da República. Estão previstas 200 horas-aula por ano ou 1.200 horas-aula no período.

Tanto Juca quanto Tony, de acordo com o compromisso firmado junto ao MPF, poderão comparecer às unidades do Ministério Público do Rio ou Brasília para cumprir o serviço. Com base nas delações de ambos, a força-tarefa da Lava-Jato deflagrou nesta quinta-feira o que considerou ser uma das maiores ofensivas contra lavagem de dinheiro desde o escândalo do Banestado em 2003: a operação “Câmbio, Desligo” cumpriu até a manhã desta sexta-feira, 37 dos 53 mandados de prisões contra doleiros e operadores envolvidos em um esquema de lavagem de dinheiro que atinge a cifra de US$ 1,652 bilhão.

Presos na operação “Câmbio, desligo” chegam na superintendência da PF no RioDoleira presa pode perder benefícios de delação premiada

Funaro entregou aos investigadores planilhas com repasses de R$ 1 milhão, de 22 a 25 de julho de 2014: é justamente a quantia que o doleiro afirmou ter ido buscar no escritório do advogado José Yunes, amigo de TemerOs ‘amigos’ de Funaro foram presos na Operação ‘Câmbio, desligo’

O principal alvo principal da ação, o ‘doleiro dos doleiros’ Dario Messer, continua foragido. O alvo principal da operação, o ‘doleiro dos doleiros’ Dario Messer, continua foragido. As informações são do jornal O Globo.

Brumado: Exército Brasileiro disponibiliza opção de alistamento online neste ano de 2018

Foto: Reprodução

O Subtenente Edmundo de Souza Rocha, Instrutor Chefe do Tiro de Guerra de Brumado, informa que o Exército Brasileiro, por intermédio das Regiões Militares, disponibilizou, desde 1º de janeiro de 2018 em todos os estados da federação, o alistamento online. O jovem poderá ter a comodidade de realizar o seu Alistamento Militar utilizando a internet no conforto de sua residência.

Basta acessar o endereço www.alistamento.eb.mil.br e realizar em poucos passos o seu alistamento. Feito isso, o jovem receberá um número de registro de alistamento no Certificado de Alistamento Militar (CAM) e poderá por intermédio do site saber se prossegue na seleção para o Serviço Militar nas Forças Armadas ou se será dispensado recebendo o Certificado de Dispensa de Incorporação (CDI).

Vale lembrar que os jovens que completam 18 anos em 2018 têm até o dia 30 de junho para realizarem seu Alistamento Militar, concorrendo para a seleção no segundo semestre do ano que se alistou.

Vive doente? Veja 6 maneiras de turbinar sua imunidade e ter mais saúde

Nariz escorrendo, tosse, fadiga, dores no corpo, cabeça pesada… É normal encarar sintomas assim vez ou outra. O problema é quando a coisa se torna frequente, tipo todo mês. Aí, é sinal de que o organismo não está conseguindo se proteger como deveria de intrusos que causam doenças. Para reverter esse quadro, muitas vezes não é preciso uma intervenção médica ou grandes tratamentos, apenas alterações no estilo de vida. Conheça as principais recomendações para aumentar sua imunidade e ficar um tempo maior livre de inconvenientes. 

1 – Durma o suficiente
Descansar entre seis e nove horas por noite é imprescindível para manter as defesas do corpo trabalhando a todo vapor. Um estudo realizado na Universidade da Califórnia (EUA) apontou que pessoas que vivem se privando de sono têm 4,5 vezes mais risco de ter um resfriado. Uma das razões para isso é que dormir mal aumenta a liberação de cortisol, hormônio ligado ao estresse. A substância tem ação imunossupressora e interfere na produção de leucócitos –células de defesa do corpo. Passar pouco tempo entre os lençóis ainda pode comprometer a produção de corticoides que funcionam como anti-inflamatórios.

?Pessoas que descansam menos tempo rotineiramente correm mais risco de ter problemas cardiovasculares, derrame, diabetes e infecções graves?, diz Marcus Gaz, cardiologista e clínico geral do Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo.

Continue lendo Vive doente? Veja 6 maneiras de turbinar sua imunidade e ter mais saúde