Arquivos diários: 18 de Abril de 2018

Condeúba: Morreu Carmélia Maria Spinola aos 70 anos de idade

Por Oclides da Silveira

A esquerda Verônica sobrinha da Sra. Carmélia Maria Spinola

Morreu nesta quarta-feira dia 18 de abril de 2018 por volta das 12h30min., a Sra. Carmélia Maria Spinola aos 70 anos de idade, Carmélia foi esposa do ex-vereador Capitão Cesar Natividade com que teve dois filhos Éder e Emanuelle, deixou ainda 3 netos. Seu corpo está sendo velado na sua residencia à Rua Tranquilino Torres – Centro. O enterro será amanhã dia 19/4 às 17:00 horas no Cemitério Municipal de Condeúba.

Nós do Jornal Folha de Condeúba deixamos nossos sentimentos à família enlutada por essa perda irreparável deste ente tão querido. Que o bom Deus a tenha ao seu lado para a eternidade. Descanse em paz Sra. Carmélia!!!

Condeúba: Grande final do sexto campeonato de futsal do Bairro Divino

Não perca é neste sábado às 18 horas disputa do terceiro lugar Ajax Bahia X Vidinha F. C.
e disputando o primeiríssimo lugar os Marujos X Lord F.C. Teremos ainda cerimônia de premiações e uma belíssima passeata da equipe campeã. Será sorteado três bolas e uma linda bicicleta aos torcedores que prestigiaram todos os jogos.

Não percam pois é a última rodada e vai deixar muita saudade para os verdadeiros amantes do futebol de nossa cidade. Este foi mais um projeto de autoria do vereador Adailton Ramos.

infelizmente a Prefeitura Municipal não nos apoiou além da liberação da quadra, não ajudou um projeto tão importante de incentivo ao esporte futsal para os atletas condeubense principalmente para nossos jovens.

O vereador Adailton agradece a Deus em primeiro lugar, ao mesmo tempo convidam a todos e agradece aqueles que valorizam e prestigiam estes projetos de sua autoria, que são aplicados no Bairro Divino. Continue lendo Condeúba: Grande final do sexto campeonato de futsal do Bairro Divino

Polícia: Dois militantes são agredidos com barra de ferro em acampamento pró-Lula em Curitiba

Por: Gibran Mendes

A organização do acampamento pró-Lula em Curitiba (PR) afirma que a militância foi atacada duas vezes nesta terça-feira (17), inclusive com barras de ferro. Segundo a comunicação do movimento, duas pessoas ficaram feridas, foram atendidas e já estão em casa.

Após acordo com o governo do estado, o acampamento foi transferido nesta tarde da frente da Polícia Federal, onde o ex-presidente cumpre pena, para um terreno a cerca de 1 km.

Doutor Rosinha, presidente do PT-PR, gravou um vídeo no qual relata que, durante esta transferência, manifestantes foram agredidos violentamente com barras de ferro. “Agora mesmo, passam dezenas de pessoas ameaçando, provocando, agredindo verbalmente, e nós estamos respeitando a todos. Quando há qualquer coisa, vão dizer que nós somos violentos”, afirmou.
Na gravação, Rosinha pede que as autoridades paranaenses garantam a segurança dos manifestantes com patrulhamento fixo no local.

Em nota, a organização fala em dois ataques. Um teria ocorrido contra manifestantes que atravessavam a avenida Paraná, próxima ao acampamento. O outro teria sido realizado à noite por um grupo da torcida organizada Império Alviverde, do Coritiba.

“A organização do acampamento Lula Livre exige dos órgãos de segurança pública uma resposta quanto ao não cumprimento do acordo estabelecido em reunião. Ainda pede que as medidas cabíveis sejam tomadas e que a segurança seja efetiva nos locais onde permanecem os acampados”, diz a nota.

A secretaria de Segurança do Paraná ainda não se manifestou sobre o caso.

NOVO ACAMPAMENTO

O acampamento pró-Lula foi transferido nesta terça para um terreno a cerca de 1 km da PF, onde os manifestantes realizarão suas refeições e dormirão. Os atos políticos, no entanto, continuarão a ser realizados em frente à polícia. A decisão foi tomada em acordo entre o PT e a CUT (Central Única dos Trabalhadores) e o governo do Paraná.

Na última sexta-feira (13), a Justiça do Paraná havia fixado multa diária de R$ 500 mil para os manifestantes que permanecessem em frente à PF, à revelia de liminar que proibiu a montagem do acampamento na região. A Justiça argumentou que moradores estavam sendo prejudicados por falhas na iluminação pública e na coleta de lixo.

Sobral/CE., vira modelo nacional de gestão Educacional

Bárbara Bretanha, Especial para o Estado

Município cearense que mais cresceu em educação inspirou programa de alfabetização federal hoje aplicado em todo o País
SOBRAL – Município do Ceará, Sobral enfrentava um problema na rede pública: 48% das crianças até os 7 anos não eram de fato alfabetizadas. Não sabiam nem mesmo formar palavras. Dados do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) estimam que o valor gasto anualmente por aluno foi de R$ 2.221,73 em 2013. Em um grande centro, como São Paulo, a verba é R$ 929,79 maior.

Para contornar o problema, a cidade cearense apostou em um plano de gestão diferenciado, focado na erradicação do analfabetismo, na diminuição da evasão escolar, na valorização do professor e na meritocracia. O modelo educacional proposto foi tão bem-sucedido que Sobral virou base para o projeto nacional de ensino, que começou a ser implementado em mais de 5.300 municípios no ano passado.

O Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) de Sobral já superou a meta federal prevista para 2021, de 6,1 pontos. Sobral possui 51,76% de pessoas vulneráveis à pobreza, com renda domiciliar per capita igual ou inferior a R$ 255,00 mensais.

A evolução do município inspirou, em 2007, a criação do Programa de Alfabetização na Idade Certa (Paic) do Estado, com o intuito de promover a alfabetização das crianças até o 2º ano do ensino fundamental em todos os municípios. Na época da implantação, o Estado contabilizava 184 municípios e apenas 15 com nível adequado de alfabetização, entre eles Sobral. Apenas 8% das redes de todo o Estado ensinavam leitura adequadamente. Já em 2011, apenas cinco municípios cearenses não alcançaram o nível “desejável” de alfabetização. Foram considerados “suficientes”. Continue lendo Sobral/CE., vira modelo nacional de gestão Educacional