Arquivos diários: 8 de Abril de 2018

Produção agrícola de Rosário se destaca no Oeste da Bahia

Além de suas praias exuberantes, paradoxalmente a Bahia é conhecida também pelas condições precárias de seu sertão, com regiões áridas, de economia precária e baixo índice de desenvolvimento humano. Mas, um trecho do Estado bem longe do mar, em seu extremo Oeste, logo após a Serra Geral, está revelando uma outra faceta do interior baiano.

A região faz divisa com os Estados de Goiás e Tocantins possui 23 municípios que tem se destacado na produção agrícola, segundo o último estudo Produção Agrícola Municipal publicado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), de 2015. Seis cidades da região estão entre os maiores produtores agrícolas do País. A capacidade agrícola da região colocou a Bahia entre os sete maiores produ­tores, segundo o estudo.

Uma das cidades que está se destacando no Oeste da Bahia é Correntina, mais especificamente o distrito de Rosário, que fica a 200 quilômetros do município sede e onde tem se intensificado o cultivo de algodão, de milho, de café e, especialmente, de soja. Nos últimos 30 anos, a área pla­ntada de soja no só Distrito de Rosário cresceu mais de 10 vezes. De acordo com a Associação dos Produtores de Soja no Brasil (Aprosoja), o número passou de 30 mil hectares em 1980 para os atuais 371 mil hectares. Continue lendo Produção agrícola de Rosário se destaca no Oeste da Bahia

Secretaria de Educação da Bahia abre inscrições, neste mês de abril, para professores por meio do Reda

A Secretaria da Educação do Estado inicia, no dia 16 de abril, as inscrições para os processos seletivos de professores para a Educação Profissional, por tempo determinado, em Regime Especial de Direito Administrativo (REDA). Segundo publicação, nesta sexta-feira (6), no Diário Oficial do Estado (D.O), são duas oportunidades. Pelo Edital 04/2018 são disponibilizadas 100 vagas, em regime de trabalho de 20h e pelo Edital 05/2018 são disponibilizadas 30 vagas, com regime de trabalho de 40 horas. Para ambos os processos, o prazo para atuação é de 24 meses, com possibilidade de renovação por igual período, uma única vez. As inscrições encerram no dia 23 de abril e poderão ser feitas pelo site selecao.ba.gov.br.

Os interessados devem possuir diploma devidamente registrado de conclusão de curso de nível superior em Instituição reconhecida pelo Ministério da Educação. O Processo Seletivo Simplificado será constituído de uma única etapa, avaliação curricular, de caráter eliminatório e classificatório. As vagas são disponibilizadas nos Centros de Formação de Educação Profissional em todo o Estado.

Os professores vão atuar, entre outras atribuições, em programas estaduais e federais de Educação Profissional, bem como em cursos em regime de alternância, participar da elaboração da proposta pedagógica e do plano de desenvolvimento do estabelecimento de ensino, além de elaborar e cumprir plano de trabalho e de aula, segundo a proposta pedagógica do estabelecimento de ensino.

O resultado provisório dos candidatos habilitados será divulgado, no dia 25 abril, no Portal da Educação, com prazo para recursos abertos nos dias 26 e 27 de abril. A relação definitiva dos candidatos habilitados será divulgada no dia 04 de maio, para que encaminhem a documentação de comprovação da avaliação curricular.

Dos melindres caatingueiros

Por Nando da Costa Lima

A pessoa que tem dó de si fica ridícula, insuportável! É impossível atravessar uma existência sem magoar alguém. Foi daí que surgiu o bendito perdão… Talvez seja a palavra padrão para o nosso desenvolvimento espiritual. O perdão é a bandeira branca falada!

No início do século XX, a caatinga era regida pelos coronéis e a jagunçada. Quando ficava marrom, era difícil permanecer e sobreviver. E se a fome apertasse, se comia até jegue, que é um bicho abençoado para o nordestino. Os outros problemas eram esquecidos quando a fome imperava! Até os “cantadô” arribavam, eles são como os passarinhos. Não aguentam tempo ruim. Se ficar, morre de papo -seco ou fica igual frango com mal triste. Tocar moda de viola com o bucho roncando deve ser muito ruim! Teve uma vez que um cego cantador resolveu ficar pra “ver”. Quando a coisa apertou, ele bebeu tanta pinga que tocou doze boleros apaixonados e quatro valsas pra caixa de peixe seco na venda de Seu Benício Beijador. Ninguém entendeu nada! As horas ficavam mais longas e o desespero coletivo levava povoados inteiros a vagar pela caatinga rumo à capital. Era nesse cenário de fome que apareciam os homens santos! Eles arrastavam multidões de miseráveis e sugavam o resto do pouco que tinham… E pra enganar o estômago durante o grande calvário, os retirantes, milagreiros, coronéis e jagunços criavam um mundo mágico. Histórias belíssimas como a do lobisomem, que é uma lenda europeia e que se adaptou à caatinga como se fosse sua casa. Eles ficaram fascinados com as casas de farinha e alambiques artesanais. O lobisomem brasileiro conversa mesmo estando “virado” e tem as mãos iguais às nossas. Os pés são diferentes! Segundo os antigos, todo lobisomem, independente da região, é maconheiro. Eles só andam com os olhos vermelhos e sempre estão com muita fome. Já o Bicho de Pedra Azul só bebe cachaça de “cabiceira”, uísque com mais de vinte anos, absinto suíço e a legítima Jurubeba Leão do Norte. Se o butequeiro cair na besteira de servir bebida falsificada, tá fudido! E o Bicho é outro departamento, não tem nada a ver com lobisomem, nem gosta de ser comparado. O Bicho de Pedra Azul é 100% brasileiro! A única lenda que não foi importada e traduzida. Pra completar com chave de ouro, o Bicho é nacionalista! De fora, só Scotch, absinto e Fernando Pessoa quando escrito em português. No quesito mulher, ele é eclético: toda mulher é bonita, até as feias! Continue lendo Dos melindres caatingueiros

Brumado: Cinco pessoas ficam feridas após capotamento de carro na BA-148

Foto: Lay Amorim/Achei Sudoeste

Um grave acidente foi registrado na manhã deste sábado (7), na BA-148, próximo à comunidade Lagoa do Arroz, em Brumado. De acordo com informações colhidas pelo Achei Sudoeste no local, havia cinco pessoas, três mulheres e dois homens, a bordo do veículo que regressava de uma festa no município de Dom Basílio. A suspeita é de que o condutor tenha cochilado ao volante, uma vez que era a segunda viagem que realizava transportando a segunda remessa de colegas de volta da festa para Brumado. O pai do condutor, que estava próximo ao local, assistiu todo acidente no momento em que conversava com a esposa pelo celular. Continue lendo Brumado: Cinco pessoas ficam feridas após capotamento de carro na BA-148