Arquivos diários: 18 de fevereiro de 2018

Sindicatos convocam trabalhadores para greve geral na próxima segunda-feira (19)

Bahia, Notícias

A CUT Bahia, as demais centrais sindicais e movimentos sociais organizam greve geral na próxima segunda feira, 19, contra a votação da reforma da Previdência.

Essa ação acontecerá em todo o país, para demonstrar que a classe trabalhadora brasileira não aceita a reforma da Previdência da maneira que é imposta, sem diálogo com a sociedade.

Na Bahia, desde a madrugada, serão realizados atos em diversas partes de Salvador com apoio de todas as categorias filiadas a CUT Bahia e as demais centrais. No interior, ações serão realizadas em diversas cidades e municípios, a exemplo: Santo Antônio de Jesus, Cruz das Almas, Feira de Santana , Serrinha e Camaçari.

A Bahia vai parar! Todos os (as) trabalhadores (as) unidos contra essa tentativa de retirada de direitos dos (as)trabalhadores (as) e aposentados (as).

” A greve vai acontecer de forma forte, ampla e resistente. Estaremos nas ruas lutando contra esse retrocesso do governo Temer, que ele denomina de reforma. E digo mais, por pressão do povo, esse desmonte da Previdência não vai passar! ”, destaca o presidente da CUT Bahia, Cedro Silva.

Outro diferencial é que após os atos, ao final da manhã acontecerá um ato fixo no Campo Grande para alertar a população sobre os juízos que a reforma da Previdência resultará na vida dos (as) brasileiros (as).

Mega-Sena paga R$ 104,5 milhões para única aposta

Uma aposta de Curitiba ganhou sozinha a Mega-Sena concurso nº 2015 sorteada neste sábado (17), e levou o prêmio de R$ 104,5 milhões. As dezenas sorteadas foram: 17 – 18 – 27 – 32 – 39 – 58.

Outras 130 pessoas acertaram na Quina, segundo a Caixa Econômica Federal. O prêmio para cada uma é de R$ 51.593,19. Já a Quadra teve 12.558 acertadores, e o prêmio para cada um é de R$ 762,98.

O próximo concurso da Mega-Sena acontece na quarta-feira (21), e tem expectativa de prêmio de R$ 3 milhões.

Atrás do trio elétrico

Por Nando Lima                                                                     Nando da Costa Lima

Dr. Uoston, por insistência da mãe, foi passar o Carnaval em Salvador. O filho só pensava em trabalho, um rapaz de 28 anos não podia viver daquele jeito. Era de casa pro trabalho, do trabalho pra casa. Não tinha tempo nem pra namorar, e pelo visto ia morrer solteirão, mesmo que pretendentes não faltassem. Mas ele sempre se saía com o famoso: “Sou casado com a Justiça”. O pai do Dr. era um líder político conhecidíssimo, já tinha sido prefeito várias vezes e indicou Uoston pra ser seu herdeiro na política também. Já ia receber o prato feito! Na certa viraria deputado, pelo menos era o que a família imaginava. Só dependia dele.

A viagem pra Salvador foi pra relaxar, num ano de eleição ele tinha que subir no palanque desestressado. O pai nem desconfiava que o filho único era gay, às vezes sua mulher tentava explicar mas ele mudava de assunto rapidamente. Era homofóbico até os cabelos do bigode, quase se separou da mulher só porque ela disse que ninguém escolhe o jeito pra nascer, ninguém vira homossexual, já nasce assim. Mas o marido sempre cortava falando que não passava de descaração. E se ela pensasse de outra forma que arrumasse as malas e fosse embora. O político nem imaginava que sua mulher incentivava o filho a sair do armário. Se soubesse, a coisa ficaria feia… Continue lendo Atrás do trio elétrico