Arquivos diários: 9 de janeiro de 2018

Condeúba: Ladainha e Festa de Santos Reis

Por Oclides da Silveira

aurora 31Os reiseiros se esbarram ao romper da Aurora no Olho D’água na casa de Darli

A Companhia de Santos Reis da Comunidade do Olho D’água que é liderada pelo Mestre Juvenal Pardinho, encerrou sua peregrinação deste ano na casa da jovem Darli, ao romper da aurora precisamente às 05h30min., do dia 5 de janeiro de 2018. Foram cantadas três noites neste ano, por conta de uma promessa feita pelo jovem Jonas Alves Barboza, residente em São José do Rio Preto/SP., que veio juntamente com seus familiares e cumpriu sua promessa.

Também foi cumprida uma promessa pela graça alcançada, com a mesma Companhia de Reis por três meia-noites, do Sr. Argemiro Benigno da Silveira, que carregou uma viola nos ombros e participou juntamente com os demais foliões de todos os momentos vividos neste período de Santos Reis com os reiseiros.

Na Comunidade do Olho D’água passaram três Companhias de Reis este ano, Riacho Seco de Gerosino, Cerquinha e encerrou com o Terno de Reis da própria Comunidade que tem como líder Juvenal Pardinho. Todas as Companhias estiveram muito bonitas este ano, cantando com muito entusiasmo pela grande participação dos visitantes que desta vez aumentou significativamente o numero dos chamados “Sãopauleiros”.

O encerramento das folias de Reis deu-se com a reza da Ladainha na noite do dia 8 de janeiro de 2018, na Comunidade do Olho D’água saindo a Bandeira de Santos Reis da casa de Darli para a casa de Oclides da Silveira, a condução foi em ritmo de langa, com muita música, dança e foguetes a luz de velas.

Chegando no destino final a Companhia de Reis liderada pelo mestre Juvenal Pardinho cantou os Reis de morador, agradecimento e uma contra-dança. Em seguida foi rezado a Ladainha. Depois foi cantado o Reis da Lapinha e mais duas contra-danças. Por fim os reiseiros e o  sanfoneiro Antoninho de Militão deu um show particular que acabou num bom forrozinho por volta da meia noite.

História

O destaque de hoje é sobre a Companhia de Santos Reis da Comunidade do Olho D’água que por volta do ano de 1850 juntavam em grupos de grandes cantadores de Repentes, coco e sapateadores, faziam movimentos nas comunidades, logo na época dos Reis Magos eles se reuniam e começavam a visitar as casas cantando Reis.

  • Tem-se notícias de que os primeiros organizadores deste Terno de Reis foram os afamados Serafim e Zé Vicente, isso por volta dos anos 1850 a 1925.
  • Na segunda geração assumiram o comando José Pardinho, Militão, Joaquim Barbosa e Jesuíno Preto do ano de 1925 a 1973.
  • Na terceira geração aparecem o mestre Juvenal Pardinho, Zé de Luisa, Dãozinho e Antonio de Moisés dentre outros  que estão comandando desde 1973 até a presente data. Estima-se que esta Companhia de Reis já existe há 168 anos.
  • As datas aqui citadas foram colhidas na própria comunidade, tendo em vista que ainda não houve um estudo mais aprofundado sobre este tema,  na referida localidade .
  • Colaborou nas informações o mestre Juvenal Pardinho.

Continue lendo Condeúba: Ladainha e Festa de Santos Reis